Mulher se casa com tio-avô de 93 anos e 43 dias depois ele falece; ela decide entrar na justiça e algo surpreendente acontece

0
80

Mulher se casa com tio-avô e tem benefícios negados

A imprensa local chegou a divulgar que, nos documentos, se falava que Mariana não teria direito a qualquer benefícios. Dessa forma, segundo a Suprev, a união entre os dois não era estável. Além disso, o juiz do caso declarou que ”não existia convivência marital” entre eles e que José estava já muito debilitado quando se casou.

O Jornal O Globo tentou entrar em contato com a defesa de Mariana para saber mais informações. No entanto, conseguiu apenas um parecer dizendo que a viúva vai esperar e acompanhar a evolução do caso, dando mais informações quando tudo for concluído.

Leia também: