Bicarbonato de sódio: Descubra os benefícios de ter esse produto sempre em sua casa

O bicarbonato de sódio é muito utilizado na cozinha e na limpeza da casa, mas você realmente conhece todos os benefícios desse produto? Confira a seguir as muitas utilidades desse incrível produto.

O bicarbonato de sódio é um sal composto de íons de sódio e de bicarbonato. Ele é a base do fermento químico em pó que usamos para fazer crescer bolos, por exemplo, e pode substituí-lo nas receitas.

Umas das suas utilidades mais conhecidas é na limpeza do banheiro, na lavagem de roupas e como talco para os pés. Mas ainda podemos citar inúmeras utilidades do bicarbonato. Confira a seguir:

  • Máscara Rejuvenescedora: Uma misturinha simples com bicarbonato e água podem lhe proporcionar uma ótima hidratação na pele do rosto e favorecer o combate ao envelhecimento. Misture o bicarbonato de sódio até formar uma pasta homogênea. Aplique no rosto e deixe por cerca de 10 minutos, depois lave com água fria.
  • Picada de Insetos: o bicarbonato de sódio pode ser utilizada para aliviar a picada de insetos como abelha. Realize uma mistura simples de vinagre branco com bicarbonato e borrife sobre a picada.
  • Elimine as frieiras: lave bem os pés e seque cuidadosamente, distribuia em todo o pé e entre os dedos o bicarbonato de sódio, ele irá retirar a umidade dos pés e a proliferação dos fungos. Repita esse processo todas as vezes que lavar os pés.
  • Desentupir o ralo: realize uma mistura de 1 colher de bicarbonato de sódio e 1 xícara de vinagre branco, leve ao microondas por 1 minuto. Deixe descansar um pouco e misture com 1 litro de água, jogue no ralo e repita o processo caso seja necessário.
  • Pano de Prato: os seus panos de prato precisam de uma renovada? Que tal usar o bicarbonato de sódio para isso? Misture 2 colheres de sopa de bicarbonato com água quente e deixe os seus panos de molho até o dia seguinte. Lave os normalmente e veja a diferença.
  • Limpe o seu pet: o seu cachorro se sujou na terra e você esta sem tempo de dar um banho nele ou leva-lo ao petshop? Que tal utilizar o bicarbonato para retirar a terra de seu pet. Salpique o bicarbonato sobre ele e depois vá retirando o bicarbonato com o auxilio de uma escova. O pele ficará lustroso e sem odores.
  • Acabe com a caspa: o bicarbonato pode ser utilizado para eliminar a caspa, basta esfregar um pouco de bicarbonato no couro e deixar por um tempo. Depois lave normalmente o cabelo.
  • Azia: se você sofre com problemas de azia, esse produto é muito indicado. Misture 1 colher de bicarbonato de sódio com 500 ml de água e vá tomando aos poucos durante o dia.

Gostou de nossas dicas? Compartilhe com os seus amigos.

7 motivos para redobrar a atenção com o açúcar

Certamente você já leu ou ouviu que o açúcar é prejudicial à saúde do corpo, e há até quem o considere um veneno. E em meio a todos os comentários negativos não podemos deixar de ser vítimas de um constante debate mental: comer aquele bolo cheio de sacarose ou eliminar o consumo de açúcar para sempre. Que tragédia!

A melhor maneira de tomar essa decisão é descobrir por que é ruim consumir açúcar, saber se tudo o que se diz é verdade e saber quais são as consequências de levar mais de um chocolate à boca. Chega de incerteza!

Neste artigo, vamos tirar todas as suas dúvidas e decidimos dar-lhe todas as respostas nas linhas abaixo.

1- É viciante

Na verdade, o consumo de açúcar apresenta muitas consequências negativas para a saúde. A pesquisa que o determina se refere ao consumo excessivo e, embora se possa pensar que se ingere apenas pequenas quantidades, nada acontece.

Mas o problema é que um dos principais motivos pelos quais é considerado ruim consumir açúcar é a sua propriedade de ser viciante. Sim, viciante: quanto mais você come, mais você quer.

Talvez agora você possa encontrar a resposta de por que é tão difícil comer apenas um chocolate em vez de dois ou três, ou o pacote inteiro. Felizmente, há um ponto a favor: quanto menos açúcar você consumir, menos precisará dele.

2- Doenças cardíacas

Muito se fala sobre a importância dos exercícios e da boa alimentação na prevenção de doenças cardíacas, mas pouco se fala que o consumo excessivo de açúcar é uma das principais causas dos níveis elevados de colesterol e triglicerídeos no sangue, principais causadores das doenças cardiovasculares.

Pesquisas recentes apontam o consumo de açúcar como um dos hábitos responsáveis ​​pelo desencadeamento de complicações coronarianas. Sem dúvida, está ficando claro porque é ruim consumir açúcar.

3- Maior risco de doenças crônicas e degenerativas

Se você precisa de mais motivos para saber por que é ruim consumir açúcar, saiba que o consumo de produtos com adição de açúcar, como refrigerantes e sobremesas, aumenta o risco de contrair doenças crônicas e degenerativas como o diabetes tipo II .

Por quê? Quando consumimos açúcar, nosso corpo aumenta a secreção de insulina para reduzir os níveis elevados de glicose no sangue.

O consumo excessivo de açúcar e carboidratos por muitos anos força o trabalho do pâncreas (órgão que secreta insulina), a ponto de sua produção hormonal diminuir e os níveis de glicose no sangue aumentarem. Resultado? Excesso de peso, colesterol alto, triglicerídeos altos, glicose alta no sangue, insulina em jejum elevada: síndrome metabólica, resistência à insulina ou diabetes tipo II.

4- Depressão do sistema imunológico

Para gozar de boa saúde, é necessário saber que o açúcar está relacionado com a depressão do sistema imunológico , pois quando o corpo recebe grandes quantidades de sacarose, o sistema imunológico tem dificuldade em fazer o seu trabalho adequadamente para nos defendermos contra vírus, infecções e bactérias. Portanto, quanto mais açúcar você consome, maior o risco de adoecer.

5- Obesidade infantil

O consumo excessivo de açúcar é uma das principais causas da obesidade infantil. Essa doença, que está aumentando cada vez mais na população mundial, é a principal causa das doenças coronárias que podem causar danos consideráveis ​​à saúde de uma pessoa, independentemente da idade. Em outras palavras, as crianças, sendo crianças, não estão isentas desse mal.

Por isso, entre as principais ferramentas de prevenção da obesidade infantil destaca-se a redução do consumo de açúcar.

6- Danifica os dentes

Certamente, quando você era pequeno, você não entendia por que é ruim consumir açúcar para os dentes. Se você ainda não os conhece, nunca é tarde: o açúcar destrói o esmalte dos dentes e aumenta a acidez da saliva, causando temidas cáries. Se não gosta de ir ao dentista, já sabe o que tem de fazer: diminuir a ingestão de açúcar.

7- Outros problemas

Há muitas respostas para o porquê de ser ruim consumir açúcar, mas se não bastam, aqui vai uma pista bônus : diminui a vitamina E do corpo, está relacionada ao risco de contrair osteoporose, em algumas pessoas produz enxaqueca, reduz níveis de colesterol bom no sangue, estimula as células malignas e aumenta o ácido úrico. Então comemos o bolo ou não? Você decide!

Nunca mais sofra com gases: truques para aliviar gases de forma rápida

Os gases podem se tornar nosso grande inimigo, principalmente quando acompanhados de dores abdominais, cólicas, inflamação, queimação, náusea, entre outros sintomas.

A flatulência prematura ou arrotos constantes podem nos deixar muito desconfortáveis, portanto, além de conhecer as causas que produzem os gases e seguir algumas dicas para evitar o seu aparecimento, é conveniente saber o que fazer quando elas ocorrerem.

No artigo a seguir, revelamos os melhores truques para aliviar os gases e que podem ser usados ​​para tentar combater esse problema irritante de forma natural e rápida. Preste atenção!

Por que eu tenho gases?

Muitos são os fatores que podem levar a um problema de excesso de gases e entre eles estão alguns hábitos comuns que podem ser facilmente modificados, mas também uma série de condições ou condições que possivelmente requerem tratamento médico específico para seu controle e cura.

Como principais causas de gases estomacais , destacam-se as listadas abaixo:

  • Comer muito rápido, ansioso ou falando enquanto come. Isso nos faz engolir uma quantidade maior de ar e, consequentemente, gases são gerados.
  • Não mastigar bem os alimentos.
  • Coma alimentos de difícil digestão e que promovam o acúmulo de gases, como alimentos muito ricos em fibras, legumes, laticínios inteiros, etc.
  • Consumir refrigerantes.
  • Fazer mudanças muito abruptas na alimentação que causem alterações na flora intestinal.
  • Ser intolerante a certos alimentos.
  • Uso de medicamentos antibióticos.
  • Sofrer de condições como: intestino irritável, indigestão, doença celíaca, dispepsia, prisão de ventre, gastrite, etc.

É importante consultar um médico quando você sofre de um problema de gases excessivos e outros sintomas como dor de estômago, azia, queimação, náusea, vômito, prisão de ventre, diarreia, febre, perda súbita de peso ou fezes pretas com sangue ou odor.

Posturas para eliminar gases

Entre os melhores truques para eliminar os gases rapidamente , existem algumas posturas corporais que você pode facilmente adotar em casa e que podem ser muito úteis no combate a esse problema, pois favorecem a expulsão dos mesmos, além de ajudarem a reduzir a inflamação abdominal e fortalecer todos os músculos que estão envolvidos no processo de digestão.

As posturas para expelir gases que você pode realizar são as seguintes:

Postura pavanmuktasana: basta deitar de costas e levar um joelho ao peito, segurando-o com as mãos para manter a perna nessa posição. Levante a cabeça e tente trazê-la para o joelho dobrado. Prenda a respiração nessa posição e permaneça lá por cerca de 10-20 segundos.

Postura da cobra: deite-se de bruços apoiando as palmas das mãos no chão abaixo dos ombros e alongue o tronco, trazendo a cabeça para trás enquanto pressiona o osso púbico contra o chão.

Postura halasana: deite-se de costas com as pernas e pés juntos e depois levante as pernas em direção à cabeça tentando ficar acima dela até que as pontas dos dedos dos pés toquem o chão.

Camomila para aliviar gases

Um dos remédios caseiros mais infalíveis que podemos encontrar para os gases é tomar uma infusão de uma planta que, por suas propriedades, melhora a digestão e nos dá o alívio que buscamos. De tudo o que podemos encontrar, a camomila é uma das mais eficazes, pois é uma erva que tem propriedades muito benéficas para o sistema digestivo em geral, ajudando a melhorar a digestão e a combater as dores de estômago, inflamações e cólicas. seus efeitos antiespasmódicos. É ideal para sentir um grande alívio e expelir os gases mais rapidamente.

Mergulhe um saco de infusão de camomila em água fervente e deixe em infusão por 5 minutos, depois beba e você perceberá imediatamente como o desconforto desaparece.

Outras infusões para aliviar gases

Mas a camomila não é a única infusão que poderá te ajudar, pois entre os truques para aliviar os gases naturalmente você também pode incluir a ingestão, em infusão, de outras plantas medicinais que têm boas propriedades para melhorar a digestão, reduzir o inchaço abdominal e aliviar cólicas, dores de estômago e náuseas. Os que podem oferecer os melhores resultados são:

  • Menta
  • Anis-estrelado
  • Funcho
  • Canela
  • Cominho
  • Louro
  • Milenrama
  • Dente de leão
  • Gengibre

Água quente com limão para os gases

Beber um pouco de suco de limão diluído em água é outro dos grandes remédios naturais para eliminar gases que você pode usar. Isso porque o limão é uma fruta com boas propriedades para a saúde do trato digestivo, evitando o acúmulo de gases e outros sintomas como cólicas abdominais, distensão abdominal ou sensação de peso.

Basta aquecer um copo de água e adicionar o suco de um limão espremido na hora para tomar após as refeições em pequenos goles. Desta forma, você evitará muitas dores de estômago.

Suco de mamão e abacaxi

Como remédio caseiro para gases, os sucos de mamão e abacaxi também ocupam posição privilegiada. O mamão é uma fruta que melhora o processo de digestão e evita a formação de gases estomacais, inflamações e o peso que pode sentir após a ingestão. Por sua vez, o abacaxi contém uma enzima chamada bromelaína, excelente para melhorar o trânsito intestinal e promover a saúde digestiva.

Para fazer esse suco para os gases mamão e abacaxi, basta cortar 1 abacaxi pequeno e 1 rodela de mamão papaia e depois processar as duas frutas até obter um suco homogêneo. Beba a bebida que acabou de fazer para tirar partido de todas as suas propriedades.

Massagens para eliminar gases

Outro bom truque para remover os gases é aplicar uma compressa com água quente na região abdominal. O calor irá ajudá-lo a aliviar o desconforto, a dor e a inflamação de uma forma muito eficaz.

Além disso, você pode fazer algumas massagens abdominais para ajudar a combater o acúmulo excessivo de gases e promover sua rápida expulsão. Por cerca de 10 ou 15 minutos, deite-se de costas e, com um pouco de óleo nas mãos, massageie a área, circulando no sentido horário e aplicando uma pressão leve e suave.

Confira 8 benefícios abóbora para a saúde.

A abóbora é uma fruta popularmente conhecida por servir como decoração no festival de Halloween, mas a verdade é que ela também é um alimento que tem muitas propriedades benéficas para a saúde.

A abóbora não só pode nos servir para passar bons momentos em família, fazendo uma decoração assustadora para o Halloween, mas também é uma comida deliciosa, perfeita para comer como purê, e que possui muitas propriedades para o nosso corpo. Em seguida, explicaremos quais são os benefícios da abóbora para que você também possa aproveitar todos os benefícios que esse vegetal nos oferece.

1- Se você quer perder alguns quilos e não sabe por onde começar, recomendamos que você comece a introduzir a abóbora em sua vida, pois esse produto é capaz de trazer a você todos os benefícios que um bom alimento poderia nos dar.

O primeiro dos benefícios da abóbora é seu poder de fazer você perder peso, considerando que quase tudo é água, aproximadamente 90%, e que, no que resta contém muito poucas calorias, esse alimento de baixa caloria pode atendê-lo para preencher uma infinidade de refeições.

Um dos aspectos mais difíceis de superar para quem está iniciando uma dieta para perder peso é o fato de se privar de muitos pratos e refeições ao introduzir alimentos de aroma e sabor duvidosos. Este não é o caso da abóbora, pois possui um sabor requintado e doce ao paladar, que encanta do menor ao maior.

2- Como dissemos, a abóbora é principalmente água, no entanto, possui um alto teor de fibras, o que é compensado por seu baixo nível de carboidratos e gorduras e o torna um alimento com um poderoso efeito saciante. Levando isso em conta, não é de surpreender que seja um dos vegetais favoritos entre os nutricionistas para preparar dietas para perda de peso.

Mas os benefícios não terminam aqui, pois se a fibra é conhecida por qualquer coisa, é por sua capacidade de combater a constipação, mas se também adicionarmos as mucilagens que esse vegetal contém, uma substância que acelera o trânsito intestinal, pode ser fantástico remédio caseiro quando não vamos ao banheiro regularmente.

3- Se você deseja manter a pele macia, jovem, saudável e limpa, poucos alimentos são melhores que a abóbora, com seu maravilhoso benefício antioxidante, para dar à sua derme a proteção necessária para parecer perfeita.

Graças ao seu alto teor de carotenos, cumarinas e licopeno, permite uma fácil eliminação dos radicais livres, retardando o envelhecimento celular e mantendo a pele muito mais saudável.

Especialmente digna de nota é a presença de carotenoides, a substância responsável por lhe dar essa cor laranja peculiar, que é um ótimo remédio para combater o câncer de pele e prevenir o aparecimento de rugas. Não é de se surpreender que a maioria dos cremes solares usem extratos desse vegetal, já que os benefícios da abóbora para a pele são inúmeros.

4- As abóboras são vegetais ricos em potássio, mas com baixo teor de sódio, o que os leva a oferecer um grande benefício diurético, ou seja, para a eliminação de líquidos no organismo.

Se você sofre de cálculos renais, gota, hiperuricemia, hipertensão ou retenção de líquidos, a abóbora pode ajudá-lo a se livrar de todo esse excesso de fluido, promovendo o aumento da produção de urina.

5- Se você acabou de doar sangue ou se você é mulher e tem menstruação, a abóbora pode ser muito benéfica para você recuperar seus níveis sanguíneos normais, pois seu alto teor de ferro, responsável pela regulação do sangue no corpo, lhe ajudará a criá-lo novamente, aumentando rapidamente os níveis para os que você tinha antes da perda.

6- Certamente você já ouviu falar que a cenoura é boa para os olhos, o que é verdade, mas você já se perguntou por que?

Como dissemos anteriormente, a abóbora é muito rica em beta-caroteno, uma substância que, quando absorvida pelo organismo, se torna retinol ou vitamina A. Essa substância é o que confere à abóbora a sua cor laranja e é a mesma que dá à cenoura uma cor laranja. Ou seja, cenoura e abóbora são boas para os olhos.

A razão de seus benefícios para os olhos é que, quando entra no corpo, contribui para a formação de um composto ativo chamado rodospina, localizado na retina, que se decompõe pouco a pouco em contato com a luz solar, razão pela qual ambos abóbora e cenoura são alimentos úteis para compensar esses níveis e evitar fotofobia e olhos secos.

7- Você sabe o que chocolate, abóboras e pistache têm em comum? Todos são produtos ricos em triptofano, um aminoácido essencial responsável pela liberação de serotonina, o chamado hormônio da felicidade.

A serotonina é um hormônio que regula nosso humor; em quantidades baixas, atrai sentimentos depressivos e desconforto, enquanto que em quantidades elevadas nos traz prazer e bons sentimentos. A abóbora é um dos produtos que contém a maior quantidade de triptofano, sendo muito benéfico para a sua felicidade e bem-estar.

8- A abóbora é muito rica em minerais, seja potássio, fósforo ou magnésio, vital para manter corretamente nossa atividade muscular e para a transmissão de impulsos nervosos. Mas se há um benefício que podemos destacar, especialmente quando o frio e as chuvas estão se aproximando, é o seu alto teor de folatos, uma vitamina B que participa decisivamente da produção de glóbulos brancos e vermelhos, algo que ajuda na formação de anticorpos do nosso sistema imunológico.

Por tudo isso, percebemos que a abóbora é muito benéfica no combate a infecções, especialmente do trato respiratório, e um ótimo remédio contra o frio.

Suco de Laranja: Conheça 7 dicas incríveis dos benefícios para sua saúde

O suco de laranja é um dos sucos mais populares e fáceis de consumir, e as laranjas são frutas que geralmente são encontradas em abundância e ao longo do ano. Portanto, não há desculpa para não tomá-lo com frequência.

Obviamente, se você quiser tirar proveito de todas as propriedades desse citrino, deve beber o suco natural de laranjas espremidas e nunca o suco engarrafado e processado, pois é uma mistura artificial e cheia de açúcares que não é favorável ao seu bem-estar.

Se você quiser saber como essa fruta ajuda a sua saúde, neste post nós explicamos em detalhes os benefícios do suco de laranja.

1- O suco de laranja fornece uma importante contribuição de vitamina C, um nutriente essencial para o bom funcionamento do nosso corpo que também nos ajuda a manter nossas defesas altas, protegendo-nos de ataques de vírus e bactérias. Um copo de suco de laranja por dia ajudará a manter seu corpo saudável, evitando condições como gripe, resfriado e fadiga.

2- Entre os benefícios do suco de laranja, não podemos deixar de lado seu poder antioxidante e, devido ao seu teor de vitamina C e à presença de substâncias como flavonoides, essa fruta ajuda a retardar o envelhecimento das células e a produção de radicais, o que não apenas garante uma pele mais jovem e saudável, mas também contribui para a prevenção de doenças como o câncer.

3- A laranja é uma fruta que nos ajuda a facilitar a eliminação de gorduras do nosso corpo devido ao seu conteúdo de vitaminas B, servindo como um excelente ingrediente para eliminar o excesso de lipídios e também o açúcar do sangue pela urina.

Esta bebida ainda ajuda a estimular a produção de bile e oferece ao nosso corpo um bom suprimento de fibras, facilitando o trânsito intestinal adequado, o que nos ajuda a reduzir a inflamação abdominal, o que se soma às poucas calorias que fazem com que este alimento seja premiado por suas propriedades de emagrecimento.

4- Outro dos benefícios do suco de laranja é sua capacidade de melhorar nossa digestão, pois seus ácidos cítricos nos ajudam a digerir melhor os alimentos e a reduzir a inflamação abdominal causada por digestões lentas e pesadas. Ao melhorar nosso trânsito intestinal, a laranja também contribui para a eliminação dos resíduos intestinais, o que resulta em um estômago mais liso e saudável.

5- Alguns benefícios de se consumir um copo de suco de laranja natural com o estômago vazio são:

Ativação do sistema renal, ajudando-nos a eliminar toxinas acumuladas pela urina com mais facilidade. Esse hábito pode contribuir para evitar a formação de pedras nos rins.

Devido ao seu teor de vitamina C e frutas cítricas, o suco de laranja ajuda a limpar o fígado, reduzindo o excesso de colesterol e açúcar em nossos corpos.

É uma bebida refrescante que nos ajuda a acordar e eliminar a fadiga, um efeito semelhante também encontrado quando bebemos água de limão com o estômago vazio.

Ativação do trânsito intestinal, o que nos ajuda a ter fezes melhores.

6- Recomenda-se ingerir suco de laranja natural com o estômago vazio com a menor quantidade de água possível e, de preferência, sem adição de açúcar. Você também pode consumir esta bebida antes ou depois das refeições para melhorar a digestão.

É importante que você ingira o suco de laranja espremido na hora porque, uma vez extraído, o processo de oxidação da fruta começa; portanto, quanto mais rápido você a ingerir, mais benéfico será.

7- Embora haja vários benefícios do suco de laranja, é importante deixar claro que sua ingestão não deve ser abusada, com um ou dois copos por dia ou, eventualmente, tomada várias vezes por semana, o que é suficiente para desfrutar de suas contribuições.

Você também deve levar em consideração que o cítrico dessa fruta causa desconforto em algumas pessoas, produzindo acidez e desconforto, especialmente em pacientes com gastrite ou intolerância à cítricos. Portanto, se esse for o seu caso, recomenda-se limitar o consumo dessa bebida.

7 benefícios poderosos da Pera para sua alimentação

A pera é uma fruta típica da zona do Mediterrâneo e outras áreas temperadas, mas já pode ser encontrada em todo o mundo.

Podemos encontrá-las no mercado durante a maior parte do ano, embora seja uma fruta de inverno. Existem muitas variedades de pera, de diferentes texturas, tamanhos, sabores e cores. Seu alto teor de água é uma de suas qualidades mais notáveis, mas há muito mais propriedades na pera. E se você quiser saber tudo sobre essa fruta, não perca este artigo sobre os benefícios das peras.

1- Ajudam nas dietas para perda de peso

As peras são adequadas para dietas para perda de peso devido à grande quantidade de água que contêm (entre 80 e 85%), bem como às poucas calorias que fornecem. Além disso, é uma fruta perfeita para reduzir a quantidade de alimentos que você costuma consumir ao longo do dia, pois eles proporcionam um efeito saciante, reduzindo o apetite.

2- Ricas em fibras e ajudam a purificar o corpo

É também uma fruta com alto índice de fibras, o que contribui para manter a sensação de saciedade e realiza uma ação purificadora no corpo. Também regula o trânsito intestinal e facilita a passagem de alimentos pelo intestino, algo essencial para evitar condições como constipação.

3- Regulam o açúcar no sangue

As peras são recomendadas para pessoas com altos níveis de açúcar no sangue, uma vez que exercem um efeito regulador sobre esses níveis.

4- Ajudam contra várias doenças

Devido ao seu baixo teor de sódio e carboidratos, e alto em potássio, as peras são altamente recomendadas para diabetes, pressão alta ou condições cardiovasculares. Além disso, favorecem o bom fluxo de sangue para todos os órgãos internos, oxigenando-os e garantindo seu excelente funcionamento.

5- Previnem a anemia

Além de todos os benefícios anteriores, é uma fruta rica em várias vitaminas, como A, B1, B2 C e E, além de ser uma fonte de ácido fólico e ferro, esta última indicada para fortalecer os glóbulos vermelhos e prevenir a anemia , uma doença comum que pode causar sintomas como cansaço, palidez, dificuldade em respirar corretamente etc.

6- Reduz o colesterol ruim no sangue

Por outro lado, seu alto teor de pectina e antioxidantes faz dele um ótimo aliado para reduzir os níveis ruins de colesterol no sangue e aumentar os níveis de colesterol bom ou HDL. Então, beber suco de pera todos os dias é uma opção muito saudável e ideal para absorver o excesso de colesterol e promover a purificação do corpo.

7- Possui carboidratos complexos

Apesar do baixo poder energético, os carboidratos contidos na pera convertem essa fruta em energia, especialmente indicada para atletas, pois são carboidratos demoram para se assimilar.

Diante de todos estes benefícios, que tal incluir as peras em sua dieta? As formas de consumir esta fruta são bastante variadas, de modo que sem dúvida alguma conseguirá encontrar uma forma de adicioná-las ao seu cardápio.

Frescas, em sucos ou batidas, em saladas de frutas, em doces e tortas, em geleias… As opções são infindáveis e você sem dúvida alguma poderá desfrutar de todos os benefícios de forma a ficar satisfeito.

Além da vitamina C: Confira 7 benefícios das tangerinas para a sua saúde

Uma das frutas mais comuns do outono, mas que também podemos encontrar no inverno são as tangerinas ou também conhecidas como “bergamotas” no sul.

O Brasil é um dos principais produtores desta fruta sendo possível encontrar diferentes variedades de muito boa qualidade.

O consumo de tangerinas é muito benéfico para o corpo e é recomendado por médicos e especialistas em nutrição devido à infinidade de propriedades saudáveis ​​que eles nos oferecem.

Neste artigo, explicamos quais são os benefícios das tangerinas.

1 – Boas para desintoxicar e perder peso

Da mesma forma que outras frutas semelhantes, o principal componente das tangerinas é a água , mas sua grande vantagem é que possui níveis muito baixos de açúcar. Portanto, o consumo de tangerinas será muito benéfico para dietas de emagrecimento e como diurético, pois são grandes aliados na purificação do corpo, eliminando toxinas e evitando a retenção de líquidos.

2- Ricas em vitamina C

Também destaca a grande contribuição da vitamina C que as tangerinas nos fornecem, o que será muito benéfico para nossas defesas naturais e atuará contra agentes adversos, protegendo-nos contra vírus que podem comprometer a boa saúde do nosso corpo.

Esta fruta também contém ácido fólico e provitamina A em grandes quantidades, sendo que ambos os nutrientes são perfeitos para manter um forte sistema imunológico e preparados para combater doenças que podem afetá-lo.

3- Ricas em fibras e melhoram o trânsito intestinal

Outro benefício dessas frutas de outono e inverno é o seu alto teor de fibras, essencial para melhorar o trânsito intestinal e prevenir ou combater condições como a constipação. Isso ocorre porque quando o ingerimos, seu suco favorece os movimentos intestinais e, ao mesmo tempo, reduz o acúmulo de resíduos alimentares no cólon.

4- Ajudam a retardar o envelhecimento

As tangerinas também são um ótimo antioxidante, ou seja, têm a capacidade de retardar o envelhecimento das células e combater a oxidação, assim como as frutas são muito apreciadas pelo cuidado e prevenção de certas doenças degenerativas.

5- Ajudam a regular a pressão arterial

O consumo de tangerinas é recomendado, principalmente, em pessoas com problemas de hipertensão arterial, pois ajudam a processar gorduras de forma mais favorável para o corpo. Mas ao contrário, não é indicada para quem sofre de problemas gastrointestinais ou doenças renais.

6- Ajudam no crescimento das crianças

Da mesma forma, a tangerina é uma fruta ideal para as crianças , uma vez que elas podem descascá-la e todas as vitaminas e minerais que ela contém serão muito benéficos para o seu bom crescimento.

7- Aproveite as tangerinas!

Para aproveitar todos os benefícios das tangerinas, é muito importante saber como escolher tangerinas, bem como preservá-las. Vamos aproveitar as tangerinas!

Um dos melhores pontos desta fruta é que pode consumi-las de várias formas, sendo as principais a fresca (descascada e comida in natura) e os sucos.

Mas além destas formas, também é possível elaborar outros pratos com a presença da mesma, como doces, bolos e uma bela salada de frutas bem elaborada.

Em todo caso, sua imaginação é o limite para escolher as melhores formas de consumir tangerinas!

Combata a tosse, gripe e doenças respiratórias com o agrião

O agrião é uma planta conhecida por seu uso na cozinha; Mas, você conhece todos os benefícios que esta planta oferece?

O agrião contém várias propriedades que permitem seu uso com resultados incríveis, tanto interna quanto externamente.

Atualmente, tentamos cuidar de nós mesmos, evitando produtos industriais, em favor dos produtos naturais que a natureza nos fornece. E nós estamos cientes disso, de modo que sempre estamos procurando novas maneiras de cuidar da saúde naturalmente. Portanto, neste artigo, informamos sobre os benefícios do agrião .

Características do agrião

O agrião é uma planta localizada em terras onde a água é abundante ao longo do ano, como pântanos, córregos ou lagos. É um dos vegetais mais antigos consumidos por seres humanos e, atualmente, seu uso é muito difundido em saladas. Esta planta está submersa em cerca de 15 centímetros de água, suas folhas são verde-escuras e suas flores são brancas e pequenas. Os benefícios do agrião são compostos dos seguintes componentes:

Ferro, cálcio, fósforo, ácido fólico e ferro.
Vitamina A e C.
Fonte de ácidos graxos essenciais ômega 3.
Propriedades do ferro: antiviral, antibronquítico, diurético, depurativo, antidiabético, expectorante, etc.
Betacaroteno e fibra.

Benefícios internos do agrião

Os benefícios do agrião podem cuidar da saúde do nosso corpo internamente.

Sistema respiratório: Suas propriedades antivirais, antibronquíticas, expectorantes e seu alto teor de vitaminas A e C permitem combater doenças do sistema respiratório, como o resfriado e seus sintomas, como tosse, febre, coriza, espirros, etc.

Além disso, por ser uma planta rica em minerais, ajuda a pessoa doente a recuperar energia e evitar a fadiga que geralmente acompanha os resfriados.

E dentre estas condições do sistema respiratório, os benefícios do agrião podem ser usados ​​para tratar a bronquite.

Metabolismo: Os benefícios do agrião também são encontrados em sua capacidade purificadora e diurética, que permite eliminar toxinas acumuladas no organismo, eliminar líquidos, purificar o sangue e filtrar os órgãos do corpo. Magnésio, cálcio e potássio conferem uma propriedade de limpeza com grande efeito.

Da mesma forma, a vitamina C, o zinco e o cobre do agrião fazem desta planta um poderoso meio antidiabético amplamente utilizado para regular o excesso de glicose no sangue no diabetes.

Além disso, pode ser usada para prevenir cálculos biliares e pedras nos rins, além de limpar o fígado e facilitar sua recuperação em caso de lesão hepática.

Preparação do agrião para uso interno

Suco de agrião. Podemos compra-lo em estabelecimentos especializados, como fitoterapeutas, ou fazê-lo nós mesmos. Para fazer isso, esmagamos a planta, esprememos o suco e filtramos o conteúdo com uma peneira.

Fervendo o agrião. Nós só temos que ferver alguns gramas da planta em uma panela e deixe esfriar antes de consumir.

Benefícios externos do agrião

Alguns dos benefícios mais potentes do agrião são devido às suas propriedades anti-sépticas e regenerativas da pele, devido ao seu zinco, ácido ascórbico e teor de zinco. Além disso, possui flavonoides que lhe conferem propriedades bactericidas e ajudam a preservar a vitamina C. Por tudo isso, podemos usar agrião nas seguintes situações:

Feridas. Um dos benefícios do agrião para a pele é o efeito curativo que pode ser usado em feridas e no tratamento da acne. Só temos que aplicar o agrião esmagado na área que queremos curar e deixar agir por um tempo.

Úlceras na boca . Assim como ajuda a curar feridas na pele, também aumenta a rapidez com que as feridas na boca se curam. Além disso, é tão simples quanto mastigar algumas folhas para obter todos os benefícios do agrião.

Gengivite. Da mesma forma que as úlceras na boca, os benefícios e as propriedades do agrião são eficazes para acabar com a inflamação das gengivas causada pela gengivite.

Alopecia. Outro benefício do agrião é o seu efeito reparador. Seu teor de zinco e biotina ajuda a preservar o cabelo e a mantê-lo em boas condições. De fato, a falta desses dois componentes pode levar à perda de cabelo. O agrião para a alopecia pode ser usado aplicando-se agrião no cabelo e massageando por alguns minutos.

Contra-indicações do agrião

Como todas as plantas que podem ser usadas como remédios naturais, várias precauções devem ser levadas em consideração.

Não use agrião em caso de problemas estomacais como: gastrite, úlceras estomacais ou problemas na vesícula biliar.

O consumo excessivo pode levar a problemas de irritação nos rins e na bexiga.
Adquira a planta em locais confiáveis e limpe-a bem antes de usar.
Pode causar problemas respiratórios em caso de alergias.
Não é recomendado para uso em mulheres grávidas ou lactantes.

Conheça os 10 benefícios do consumo de chocolates amargo e meio amargo para a saúde

O chocolate amargo é um dos produtos mais consumidos em todo o mundo, não apenas pelo sabor requintado e pela grande variedade de benefícios, mas também pela versatilidade. E é que esse alimento permite a preparação e acompanhamento de um grande número de pratos e bebidas que atraem adultos e crianças.

Mas você sabia que o chocolate amargo também é um ingrediente muito benéfico para a sua saúde? Embora seja verdade que é um produto em torno do qual muitos mitos e dúvidas giram, no artigo a seguir falaremos sobre cada um deles.

Quais são os benefícios mais populares do chocolate amargo? O chocolate amargo engorda ou é bom para perder peso?

Chocolate amargo, ao contrário do chocolate ao leite ou chocolate branco, tem mais cacau e menos açúcares e gorduras, o que oferece muito mais benefícios do que inconvenientes para a sua saúde.

Esse ingrediente, ou seja, 100% de cacau, contém grandes quantidades de minerais como cálcio, potássio, fósforo, ferro etc., além das vitaminas B1, B2, B3, C e E. Esses nutrientes, juntamente com os antioxidantes naturais.

Já os flavonoides do chocolate preto fazem deste produto uma delícia para o paladar e para a saúde. É por isso que podemos afirmar que algumas das propriedades mais importantes do chocolate preto são:

Propriedades antioxidantes
Propriedades antivirais
Propriedades anti-inflamatórias
Propriedades saciantes
Propriedades estimulantes
Propriedades anticoagulantes

Para se beneficiar de todas essas propriedades, basta consumir um único quadrado de chocolate amargo.

Chocolate amargo para combater problemas cardíacos

O chocolate amargo ou escuro é conhecido, entre muitas outras coisas, por contribuir para o bom estado do coração. Isso ocorre porque, sendo uma ótima fonte de antioxidantes, este produto é responsável por regular corretamente o fluxo sanguíneo e impedir o aparecimento de coágulos sanguíneos a longo prazo.

Além disso, e intimamente ligado a isso, deve-se mencionar que o chocolate amargo também ajuda a reduzir a pressão sanguínea, pois seu alto teor de óxido nítrico relaxa as artérias e promove melhor circulação sanguínea. Portanto, pessoas com pressão alta ou problemas cardíacos não precisam desistir de um pedaço de chocolate preto.

Chocolate amargo para a saúde da sua pele

O chocolate amargo, devido aos seus flavonoides, propriedades antioxidantes e compostos ativos, também atua como um ótimo remédio caseiro para a pele. Não só é responsável por hidratá-lo em profundidade e evitar ressecamento e coceira, mas também garante a circulação sanguínea ideal nas camadas superiores da pele.

Além disso, o chocolate escuro também ajuda a proteger a pele do sol, pois cria uma maior resistência aos raios ultravioleta que evita a desidratação e outros danos. É por isso que existem tantos tratamentos estéticos e máscaras faciais, cujo principal ingrediente é o chocolate escuro. Ainda você não tentou?

Chocolate amargo para sintomas de depressão

Embora possa parecer surpreendente para alguns, o chocolate amargo contribui para reduzir alguns sintomas de depressão, como decadência e angústia. Isso ocorre porque o chocolate escuro contém feniletilamina, uma substância natural que atua como transmissor de nêutrons e tem efeitos psicoativos que podem ser notavelmente positivos.

Evidentemente, em nenhum caso o chocolate amargo (ou qualquer outro alimento) deve ser entendido como remédio para depressão ou ansiedade, uma vez que esses são distúrbios mentais graves que sempre devem ser tratados pelos profissionais de saúde.

Chocolate amargo para mais energia

Eles dizem que o chocolate amargo é um dos melhores aliados dos atletas, e a verdade é que não é surpreendente. Devido às suas calorias e propriedades estimulantes, este produto é capaz de fornecer ao seu corpo uma energia extra, mesmo nos momentos de maior fraqueza.
Então, se você quiser aproveitar um produto que não

Chocolate para melhorar a memória

O chocolate amargo é altamente recomendado para idosos e pessoas que, em geral, precisam aumentar sua concentração … por quê? Bem, porque o chocolate amargo tem a capacidade de aumentar o fluxo sanguíneo no cérebro e melhorar a memória e as habilidades cognitivas daqueles que o consomem.

Sendo uma substância estimulante (como o chocolate amargo contém teobromina, muito semelhante à cafeína), é um alimento que pode prevenir doenças como a doença de Alzheimer.

Chocolate amargo para regular o colesterol

Consumir chocolate escuro com moderação é ideal para quem sofre de problemas de colesterol, pois diminui os níveis de colesterol ruim (ou seja, LDL) no sangue e aumenta os níveis de colesterol bom (HDL).

Chocolate amargo para o fígado

Antes de explicar como o chocolate amargo pode beneficiar a saúde do fígado, devemos esclarecer que o consumo abundante de qualquer tipo de chocolate em pessoas que sofrem de fígado gorduroso pode ser muito negativo, pois esses alimentos já são gordurosos.

No entanto, um estudo do Hospital de Genebra afirmou que o chocolate escuro consumido com moderação era muito benéfico para pacientes com cirrose, pois as propriedades deste alimento diminuem a pressão sanguínea do fígado e reduzem o risco de disfunção endotelial.

Chocolate amargo para fortalecer o esmalte dentário

Ao contrário do que muitos acreditam, o chocolate amargo não só não prejudica os dentes, mas ajuda a fortalecer o esmalte dos dentes.
Também devemos agradecer à teobromina, pois é uma substância que impede que as bactérias em nossas bocas produzam o ácido que danifica os esmaltes. Portanto, comer um pouco de chocolate escuro de vez em quando também pode ser benéfico para a boca.

Chocolate amargo para a saúde do seu cabelo

Você sabia que o chocolate amargo é protagonista de muitos tratamentos de beleza para cabelos? A vitamina B1 do chocolate amargo é responsável por tornar este ingrediente um produto perfeito para cabelos desidratados e danificados que não têm brilho, maciez e volume.

Este estimulador promoverá notavelmente a produção de colágeno no cabelo, proporcionando assim uma luminosidade e hidratação extrema.

Chocolate preto para perda de peso

As propriedades saciantes do chocolate amargo são perfeitas para quem deseja manter o peso baixo.

Obviamente, é um alimento que se consumido excessivamente pode engordar, mas a verdade é que isso acontece com praticamente todos os produtos do mundo. Por outro lado, o consumo moderado de chocolate amargo pode fazer com que seu apetite diminua drasticamente.

O chocolate amargo faz você engordar?

É importante entender que o consumo excessivo de qualquer produto pode ser prejudicial à saúde. O chocolate amargo não é exceção, pois contém certas calorias e gorduras que, embora sejam muito inferiores às de qualquer outro chocolate, podem alterar o funcionamento regular do seu corpo.

No entanto, o chocolate amargo não engorda se consumido com moderação e se tiver mais de 65% de cacau puro (e, é claro, sem adição de açúcar). De fato, e como vimos anteriormente, as incríveis propriedades saciantes do chocolate escuro reduzirão significativamente o apetite e você poderá atingir seu peso ideal em menos tempo.

Vitamina D: O que acontece com a sua saúde quando ela falta no corpo? Saiba quais benefícios para a sua saúde

A vitamina do sol, popularmente conhecida como vitamina D, é uma das vitaminas mais importantes para o nosso corpo, dada a sua incidência em vários processos para manter a estrutura da pele e dos ossos em perfeitas condições.

Você pode conhecer os benefícios da vitamina D na pele, mas … você já se perguntou quais outros benefícios a vitamina D tem?

Neste artigo, contamos a você porque nosso corpo precisa dessa vitamina, quão benéfica é e onde podemos obtê-la para adquirir as contribuições desse nutriente. Tome nota dos benefícios da vitamina D.

O que é e para que serve a vitamina D?

A vitamina D, também conhecida como vitamina do sol, é um nutriente que nosso corpo produz naturalmente, graças à exposição direta ao sol. É uma vitamina fundamental para o nosso corpo, pois ajuda a manter, principalmente, nossa pele e ossos.

A vitamina D pertence ao grupo de vitaminas lipossolúveis, ou seja, é armazenada no tecido adiposo do corpo. Assim, seu déficit pode levar ao aparecimento de doenças degenerativas, como a osteoporose, gerar dores ou dores musculares e até afetar a pessoa por insônia ou depressão.

Normalmente, nós a absorvemos diretamente pelo sol e pelos alimentos.

Propriedades e benefícios da vitamina D

Saber quais são os benefícios da vitamina D, permitirá que você conheça o escopo das propriedades que esse nutriente fornece ao nosso corpo. Os benefícios mais destacados são:

Absorção de cálcio e fósforo

A principal função da vitamina D é assimilar minerais como cálcio ou fósforo, o que permite a fixação da estrutura óssea e, assim, previne problemas como a osteoporose.

A vitamina D evita a descalcificação óssea, a estrutura óssea quebradiça e a ruptura propensa sem uma boa dose fixa de cálcio.

Fortalece o sistema imunológico

Nosso corpo necessita de vitamina D para combater doenças virais e bacterianas. Assim, seu consumo permite fortalecer o sistema imunológico e nos manter mais saudáveis. Por isso, em parte, diz-se que, quando estamos doentes, é tão bom comer laranjas.

Melhora o sistema nervoso

A vitamina D influencia diretamente a transmissão dos impulsos nervosos entre o cérebro e o corpo, o que favorece o bom funcionamento do sistema nervoso, facilitando as contrações musculares.
Nesse sentido, a aquisição desse nutriente é mais importante, se possível, no desenvolvimento de crianças e atletas.

Melhora a pressão sanguínea

A vitamina D equilibra os níveis de pressão arterial, impedindo o desenvolvimento de doenças cardíacas, de modo que o nutriente ajuda a fortalecer o coração.

Mantém a pele hidratada

A vitamina D também é muito boa para a pele seca, pois um dos benefícios da vitamina D na pele é que ela mantém sua hidratação. Apesar da necessidade de vitamina D, a exposição constante ao sol não é boa, pois, se esse fosse o caso, aconteceria o contrário: a pele ficaria seca e danificada.

No entanto, a vitamina D3 especificamente (uma vitamina pertencente ao grupo de vitaminas D), protege a pele da desidratação e dos raios UVA, ajudando-nos a fazer com que nossa derme pareça muito mais saudável.
Nesse sentido, não é que a vitamina D hidrate exatamente a pele, mas sim que a desidrate e a danifique, pois um dos sintomas da falta de vitamina D é a pele seca.

Previne o câncer

Tomar vitamina D diariamente pode ajudar a reduzir as chances de desenvolver câncer, especificamente câncer de mama em mulheres e câncer de próstata em homens.

Da mesma forma, estudos científicos observaram que essa vitamina é benéfica para o tratamento de câncer de ovário e uterino.

Fortalece o cabelo

Por outro lado, a vitamina D também é muito importante para o cabelo, pois ajuda a prevenir a perda de cabelo, além de proporcionar brilho e força. Além disso, a vitamina D ajuda a fazer o cabelo crescer mais rápido.

Falta de vitamina D: sintomas

Como já apontamos, a vitamina D é um nutriente fundamental para o nosso corpo. A falta da referida vitamina afeta nossa saúde e nosso estado de espírito, por isso é essencial conhecer os sintomas da deficiência de vitamina D para dar mais valor a ela. A saber:

Fraqueza nos ossos: em sua função principal, a deficiência de vitamina D pode causar problemas na estrutura óssea, como dor ou desconforto.
Fraqueza nos dentes ou cárie: a falta de vitamina D pode afetar os dentes, favorecendo o aparecimento de cáries ou o enfraquecimento das peças dentárias.

Depressão: se nosso corpo não tem vitamina D, a sensação de tristeza aumenta. Isso ocorre porque os níveis de serotonina caem devido à falta de exposição ao sol, tornando-nos mais propensos à depressão.

Doença cardíaca: a ausência de vitamina D em nosso corpo aumenta o risco de doença cardíaca ou diabetes, uma vez que a vitamina está intimamente relacionada aos processos de metabolismo da circulação e da glicose.

Problemas estomacais: se você sofre de problemas gastrointestinais, a absorção de gorduras e, portanto, a referida vitamina é difícil, pois é solúvel em gordura. Problemas gastrointestinais podem não permitir que você obtenha essa vitamina adequadamente, o que se traduz em outros problemas, como os que discutimos anteriormente.

Como obter vitamina D

As principais maneiras de obter vitamina D são através da exposição direta à luz solar ou a alimentos:

Exposição ao sol: saia todos os dias para aproveitar a luz natural. Tomar sol por 15 a 30 minutos por dia será necessário para a sua pele produzir vitamina D.

Dieta: ovos, laticínios, salmão, atum, carne vermelha, frutas vermelhas … Estes são alguns dos alimentos que permitem obter uma boa dose de vitamina D.

No entanto, também é possível tomá-lo na forma de suplementos, algo muito necessário para pessoas com pele mais escura, pois a melanina presente na pele dificulta a absorção da vitamina D por exposição ao sol.

Benefícios de tomar suplementos de vitamina D

Os suplementos de vitamina D permitirão complementar sua dieta e exposição ao sol, a fim de alcançar bons níveis desse nutriente.
Se você teve sintomas de deficiência de vitamina D, os suplementos vitamínicos o ajudarão a recuperar sua saúde.

Como tomar suplementos de vitamina D

Antes de iniciar a suplementação, é necessário que um médico meça seus níveis de vitamina D através de um exame de sangue para ajustar a dose de consumo apropriada.

Os suplementos alimentares em crianças permitem que as crianças desenvolvam seus ossos adequadamente e evitem doenças como raquitismo.

Para que serve o suco de cenoura com o estômago vazio?

A cenoura ( Daucus carota ) é um vegetal muito completo, pois é rico em muitas vitaminas, minerais e fibras e é por isso que muitas pessoas optam por beber suco de cenoura com o estômago vazio, pois o corpo se beneficia de toda a sua contribuição nutricional.

Algumas propriedades da cenoura são bem conhecidas como, por exemplo, sua contribuição para manter uma boa visão. No entanto, outros benefícios são menos populares, como suas propriedades para ajudar a perder peso.

Para se beneficiar de todas as suas propriedades, as cenouras podem ser consumidas de várias maneiras. Uma das maneiras mais fáceis é tomá-lo em suco, pois, além disso, pode ser misturado com outras frutas e legumes para proporcionar ao corpo um maior bem-estar.

Neste artigo, explicaremos para que serve o suco de cenoura e seus benefícios, para que você os conheça e também saiba as diferentes opções para usá-lo. Já previmos que, certamente, seus múltiplos efeitos benéficos o surpreenderão.

Nutrientes da cenoura

Como mencionamos no início, as propriedades da cenoura são múltiplas. De fato, é talvez um dos vegetais mais completos que podem ser consumidos e incluídos na dieta diária. Mas quais são os nutrientes nas cenouras que lhe conferem tantas propriedades? Estes são os principais:

Betacaroteno
Alfacaroteno
Vitamina A
Vitamina B1
Vitamina B3
Vitamina B6
Vitamina C
Vitamina K
Fósforo
Manganês
Magnésio
Molibdênio
Potássio
Fibras
Folato

Propriedades e benefícios do suco de cenoura

Por todas essas contribuições nutricionais, a cenoura pode ser praticamente definida como um “superalimento”, com múltiplos benefícios para o corpo humano, sendo o mais conhecido o relacionado à visão devido ao conteúdo de vitamina A que a protege, além de ajudar a evitar ou prevenir a cegueira. Além disso, o suco de cenoura tem as seguintes propriedades e benefícios:

Ajuda a rejuvenescer: A vitamina A é um excelente antioxidante, que ajuda a pele a ser mais jovem e atrasa o aparecimento de sinais de envelhecimento. Um efeito que também é sentido no cabelo.

Antitumoral: graças à sua composição, principalmente se for proveniente de agricultura orgânica, na qual não são usados ​​fertilizantes e pesticidas químicos agressivos, a cenoura pode ajudar a prevenir o aparecimento de tumores e, portanto, reduzir as chances de desenvolver câncer.

Fortalecimento: Os nutrientes do suco de cenoura ajudam a fortalecer os ossos, especialmente os dentes e o esmalte, além das gengivas. Além disso, dificulta o aparecimento de cáries. No entanto, em geral, fortalece todo o sistema imunológico.

Diurética: devido ao teor de água da cenoura, ajuda a impedir a retenção de líquidos, facilitando a drenagem e purificação do corpo. Consequentemente, ajuda a perder peso e diminuir o volume, caso os quilos extras estejam relacionados à retenção de líquidos.

Digestiva: a fibra contida na cenoura favorece a digestão e evita a constipação.

Energizante: potássio e fósforo são dois nutrientes presentes na cenoura que fornecem energia ao corpo fazendo com que as pessoas se sintam menos cansadas.

Regulador: A cenoura pode ajudar a regular o nível de açúcar no sangue. No entanto, nesse caso, é um alimento que sempre deve ser consumido sob recomendação médica, pois, dependendo de como é consumido e cozido, o índice glicêmico aumenta. Portanto, pode não ser recomendado para diabéticos ou pessoas que desejam perder peso.

Como fazer suco de cenoura – receita fácil

Suco de cenoura ou batida de cenoura é uma bebida muito simples de fazer. Além disso, para fazer suco de cenoura , você só precisa de cenouras. Mas se possível, aquelas são produzidas organicamente porque são mais saudáveis ​​e um pouco de água. Depois de ter os ingredientes, tome nota:

Passos para fazer suco de cenoura

Lave bem as cenouras.
Descasque-as se houver alguma área mais suja ou imperfeita. Se não for esse o caso, você pode usá-las inteiras para tirar proveito de todas as propriedades da cenoura. E não se esqueça de remover as raízes.
Obviamente, se você comprar aquelas com o caule verde, precisará cortá-los bem, pois só estamos interessados ​​na cenoura.
Pegue o liquidificador e adicione um pouco de água.

Adicione as cenouras picadas e misture-as para que tudo misture bem.
O suco de cenoura ou batida pode ser tomada assim, mas, se você ainda quiser mais líquido, basta adicionar um pouco mais de água ou coar e beber o suco em menor quantidade.

Outros sucos de cenoura e seus benefícios

Além de tomar esse suco, você também pode preparar outras combinações com outras frutas com as quais os nutrientes da cenoura são aumentados. Além disso, o processo é o mesmo que fazer suco de cenoura, além de adicionar os outros alimentos ao liquidificador.

As opções de combinações para beber suco de cenoura com o estômago vazio pela manhã (é melhor beber a essa hora do dia) são variadas, mas algumas das mais benéficas são:

Suco de cenoura e maçã: é uma fórmula perfeita para ajudar a perder peso sem perder o suporte nutricional, pois são misturados vegetais e frutas, os mais completos. Este suco favorece a eliminação de toxinas e evita a retenção de líquidos, além de promover o trânsito intestinal.

Cenoura e suco de limão: um dos principais benefícios do suco de cenoura e limão é que ele ajuda a perder peso porque é purificador, além de promover a queima de gordura e acabar com a retenção de líquidos. Portanto, também ajuda a reduzir o inchaço abdominal. É uma combinação com propriedades de cenoura e limão, que também é benéfico para a beleza, pois fortalece os cabelos e as unhas.

Cenoura e suco de laranja: além de ajudar a eliminar toxinas, é um coquetel rico em vitaminas antioxidantes, benéficas para retardar os sinais de envelhecimento.

Suco de cenoura e beterraba: esse suco é muito benéfico para o sistema digestivo, pois combate a constipação e favorece o trânsito intestinal correto, impedindo que toxinas e resíduos se acumulem no corpo, resultando em aumento da gordura corporal.

Suco de cenoura e aipo: entre as propriedades do suco de cenoura e aipo, descobrimos que é muito diurético, principalmente devido à contribuição do aipo, que ajuda a impedir a retenção e eliminação de líquidos.

Outra ótima opção para consumir cenouras é comer cenouras cozidas ou cruas, como aperitivo ou lanche, como prato principal ou como acompanhamento.

Esperamos ter ajudado você com essas informações, para que você saiba mais sobre o que é suco de cenoura e seus benefícios. E mesmo que seja um suco ou uma mistura de sucos naturais, se você combiná-lo com outros alimentos, é sempre recomendável tomá-los com moderação.

Além disso, recomendamos que você consulte seu médico com antecedência se deve ou não beber suco de cenoura com o estômago vazio.

Conheça 3 super dicas de como iniciar uma alimentação saudável

A primeira coisa para quem almeja ter uma vida mais saudável é a mudança de seus hábitos alimentares para evitar o ganho de peso e também as doenças decorrentes da falta de nutrientes, como a anemia.

É preciso se reeducar para aprender a comer de forma correta e suprir todas as necessidades nutricionais do corpo.

O corpo humano funciona como um carro: quando o carro precisa se alimentar para ligar, e poder nos transportar para onde precisamos, colocamos gasolina em seu tanque. Quando precisamos nos alimentar, esse é o princípio: ingerirmos comida, que é armazenada em nosso estômago, para que nosso corpo de conta de todas as atividades diárias que precisamos realizar, sem problemas ou impedimentos.

Quando compreendemos essas associações, podemos fazer uma outra: a de que, quando consumimos mais alimentos do que o corpo necessita e suporta, ela se transforma em gordura, e acarreta no ganho de peso. E este é o principal motivo de buscar uma alimentação equilibrada e um estilo de vida menos sedentário, fazendo escolhas inteligentes.

Dicas básicas para uma alimentação saudável

Para uma alimentação saudável todos os dias, é essencial que você saiba quais são os melhores alimentos a serem incorporados à sua dieta e deixe de fora aqueles que apenas fornecem calorias e nenhum nutriente benéfico para o corpo.
Alimentos ricos em frutas e legumes: são os grupos de alimentos mais recomendados, pois contêm muitos nutrientes e vitaminas, mas têm poucas calorias. Além disso, eles são ricos em fibras e fazem você se sentir saciado rapidamente.
Proteínas saudáveis: existem algumas carnes ou peixes que contêm muitas gorduras e que podem ser substituídos por outros tipos que possuem menor quantidade e a mesma contribuição nutricional. No caso de carnes, é melhor escolher carnes magras e peixes que são peixes brancos.

Carboidratos integrais e durante as primeiras horas do dia: carboidratos são o grupo de alimentos que nos fornecem mais energia e, portanto, devem ser consumidos no momento. No caso de praticar esportes, é recomendável levar um prato com esse alimento, porque seu corpo o usará como energia. No entanto, antes de dormir, não é recomendado porque a energia não será usada e acabará convertida em gordura. Recomendamos que sejam grãos integrais porque, portanto, são ricos em fibras em vez de açúcar (assim como os refinados).

Sem doces ou tortas: croaissants, rosquinhas, biscoitos etc. são alimentos que você deve evitar por serem carboidratos brancos, cheios de açúcar e sem suporte nutricional. Ou seja: você está comendo apenas calorias porque elas não têm vitaminas nem nutrientes que nosso corpo vai usar. Portanto, quanto mais longe você estiver desses alimentos, melhor para sua saúde.

Diminuir o açúcar: como aconselhamos, se você não pode viver sem açúcar, opte por alternativas marrons ou naturais como a Stevia. Exatamente o mesmo acontece com o açúcar branco e com os doces: ele não tem nutrientes e, por outro lado, contém muitas calorias.

Como se alimentar bem todos os dias

Agora que você conhece os melhores alimentos a incorporar à sua dieta, recomendamos que o próximo passo seja criar um menu semanal em que você incorpore receitas saudáveis ​​e adequadas para cada momento do dia. Mas para que o seu menu seja bem elaborado, é necessário levar em consideração as seguintes diretrizes:

Divida seu dia em 5 refeições por dia: para manter seu corpo constantemente funcionando e para evitar “binging” durante o almoço ou jantar, recomenda-se que seu dia contenha 5 refeições por dia. Obviamente: na hora do lanche, é essencial deixar de lado os lanches e optar por lanches saudáveis, como frutas ou iogurtes com pouca gordura.

Jantares leves: já lhe dissemos que a hora do jantar deve ser, essencialmente, eliminar a fome, mas não precisamos ir. Portanto, a melhor combinação possível é proteína com baixo teor de gordura com legumes cozidos ou cozidos no vapor; você ficará saciado, mas sem consumir quase nenhuma caloria. Neste artigo, descobrimos os melhores alimentos para o jantar.

Jantar 3 horas antes de dormir: para que nosso corpo possa digerir bem os alimentos, é recomendável que você jante com uma margem de 3 horas antes de ir para a cama.
Carboidratos: uma dieta saudável e equilibrada também inclui carboidratos, mas recomenda-se que sejam tomados durante o café da manhã ou almoço, pois ainda há um dia pela frente para que sua energia seja usada.

Seguindo estas orientações simples, agora você pode estabelecer seu menu semanal com o qual você pode comer saudável todos os dias da semana.

Dicas para comer bem no fim de semana

E nos fins de semana? Sabemos que realizar uma dieta saudável de segunda a sexta-feira é mais ou menos simples, mas nos fins de semana eles tendem a ser mais complicados, pois encontramos amigos, vamos a restaurantes e bebemos um pouco mais de álcool. Mas, levando em conta uma série de dicas, você poderá manter sua vida saudável todos os dias da semana:

Se você estiver indo a um restaurante, é melhor ficar para almoçar do que para jantar: assim você terá a tarde inteira para poder queimar a comida e não ir para a cama com o estômago pesado.

Em um restaurante, procure pratos à la carte que contenham carnes magras ou peixe branco, evitando a tentação de uma pizza, por exemplo, ou um hambúrguer.
Se você passa um dia, no dia seguinte, faz uma dieta de limpeza: embora não seja recomendado que isso seja levado à risca, tudo bem que, se um dia você for a um casamento (por exemplo), no outro você escolher comer uma salada e coma vegetais com uma omelete, por exemplo. Compensar o saldo é uma boa opção para momentos específicos.

Praticar esportes: no fim de semana, temos mais tempo livre para que você possa dedicar 1 hora ao exercício e, assim, calorias excessivas que você tomou. É uma boa maneira de manter a forma e se cuidar e queimar calorias das refeições realizadas.
Fique de olho no álcool: tenha em mente que as bebidas alcoólicas contêm apenas calorias, não têm nutrientes ou vitaminas e também prejudicam o corpo. Portanto, controle o que você bebe e tente não passar adiante.

Qual é a quantidade ideal de peixe para ser consumida diariamente?

Os peixes são uma a das carnes mais saudáveis para de consumir, já que possuem pouquíssima gordura e os de água salgada, são ricos em omega 3, que é uma substância que ajuda a receber e multiplicar as moléculas de LDL – o colesterol bom, em nosso organismo.

Mas cuidado: é preciso prepará-lo também de forma saudável, pra que ele não perca seus nutrientes e não se torne uma proteína “gorda”.

A tabela nutricional dos peixes

O peixe é uma excelente alternativa para comer proteínas saudáveis, uma vez que possui uma quantidade menor de gorduras saturadas que a carne, até o peixe branco é considerado um alimento magro. Mas, além da proteína, este alimento nos fornece:
Um bom suprimento de ácidos graxos ômega 3 essenciais, especialmente contidos em peixes azuis, como sardinha, salmão, atum ou anchova. Isso ajuda a prevenir doenças cardíacas, fornece bom colesterol ao corpo e reduz a pressão alta.
Eles oferecem ao nosso corpo vitaminas A, D e vitaminas do grupo B, básicas para o bom funcionamento do corpo.

Eles também são uma fonte de cálcio, ferro, potássio, iodo, sódio e magnésio, minerais necessários para a boa saúde dos ossos e músculos.

É um alimento que deve ser adicionado à nossa dieta, preferindo comprá-lo fresco em vez de congelado ou embalado, o que garantirá o estado perfeito de suas propriedades. Também é importante prepará-lo de maneira saudável, por exemplo, grelhado, assado ou cozido, evitando preparações mais calóricas, como fritas ou amassadas.

Quanto peixe devo comer por semana? 

Sabemos que é benéfico para a nossa saúde, mas quanto peixe devo comer ao londo de uma semana? A recomendação dos especialistas em nutrição é comer 700 gramas de peixe semanalmente, o que equivale a entre 3 e 4 porções.

Dessa quantidade, recomenda-se que sejam 2 de peixes azuis e o restante de peixes brancos, porque, embora este último seja mais magro, a contribuição do ômega 3 e das vitaminas A e D presentes nas alternativas de peixes azuis é maior que o branco, portanto que é considerado mais nutritivo a esse respeito.

Cuidado com os peixes ricos em mercúrio!

Embora o peixe seja uma proteína ideal, deve-se tomar cuidado especial com os peixes que acumulam mais mercúrio em seu corpo. Esse metal pesado, se ingerido em grandes quantidades pode causar várias complicações cardíacas, afetando também os sistemas imunológico e reprodutivo. Além disso, é altamente prejudicial aos fetos durante a gravidez, razão pela qual seu consumo deve ser limitado, especialmente durante a gravidez.

Os peixes mais ricos em mercúrio são:
O imperador ou peixe-espada.
Atum rabilho.
O mero.
Robalo.

Recomenda-se comer essas opções muito ocasionalmente, preferindo peixes com baixo teor desse metal, como o pescado, sardinha, anchova, salmão, bacalhau, entre outros.

Algo em favor dos peixes e frutos do mar em geral é a sua aparente contribuição para a longevidade, o que se torna bastante evidente na sociedade japonesa onde tal consumo é bastante disseminado, além de outras práticas que contribuem para retardar o envelhecimento de nosso corpo.

Mas para uma orientação precisa, procure sempre seu nutricionista ou um médico endocrinologista de sua confiança.

Para que serve o farelo de arroz? E quais os benefícios pra sua saúde

Um alimento completo, nutritivo e muito benéfico para a saúde é o farelo de arroz. Você já ouviu falar dele?

É a parte externa que envolve o arroz, ou seja, a camada que circunda o cereal. Essa camada é normalmente descartada para fazer arroz branco e, no entanto, é a que é salva quando optamos pelo arroz integral. Possui um grande número de nutrientes e propriedades muito benéficas para a saúde que iremos ver neste artigo.

Continue lendo e você poderá descobrir para que serve o farelo de arroz, onde descreveremos os benefícios e a melhor maneira de consumi-lo em sua dieta.

Benefícios do farelo de arroz para o corpo

Começamos a analisar para que serve o farelo de arroz, descobrindo os principais benefícios à saúde que esse ingrediente traz ao nosso corpo. Aqui deixamos uma lista com todos os seus usos e benefícios:

Melhora a saúde cardiovascular: é um dos principais benefícios do farelo de arroz e possui ácidos graxos essenciais que melhoram nosso sistema cardiovascular e, ao mesmo tempo, reduzem a presença de colesterol.

Muito nutritivo: além disso, é um ingrediente muito nutritivo que nos fornece minerais e vitaminas interessantes, além de fibras, proteínas e carboidratos.
É um alimento muito completo e saudável para o nosso corpo.

Melhora a pele e o cabelo: o farelo de arroz é um ingrediente amplamente utilizado em produtos de beleza, pois tem uma contribuição muito interessante na vitamina E. É um produto perfeito para melhorar a condição da pele e do cabelo, alcançando a hidratação máxima e, ao mesmo tempo, retardando o envelhecimento prematuro (graças ao fato de conter vários antioxidantes).

Ajuda a perder peso: outro benefício do farelo de arroz é que é um ingrediente muito rico em fibras e, portanto, melhora nosso sistema digestivo, elimina gases e inchaços e com ele alcançamos maior saciedade.

Purifica o corpo: graças à sua interessante contribuição em fibras, o farelo de arroz também ajuda a limpar nosso corpo naturalmente e a eliminar todas as substâncias inúteis que permanecem acumuladas no corpo.

Reduz o colesterol no sangue: este é outro dos benefícios mais destacados deste ingrediente. Isso porque, além de conseguir absorver o colesterol (graças às fibras), também ajuda a expulsá-lo do nosso corpo antes de ser absorvido.

Mais resistência e força física: é por isso que é um ingrediente ideal para os atletas. O motivo é que ele contém Gamma Oryzanol, um componente que aumenta a testosterona e, portanto, nos ajuda a ter mais resistência e força.

Como consumir farelo de arroz

Agora que você sabe para que serve o farelo de arroz, é importante indicar como você pode incorporá-lo à sua dieta e, assim, tirar proveito de todos os benefícios que indicamos na seção anterior. Existem diferentes formas de consumo, mas, aqui, daremos a mais comum:

Misturado com água: você pode consumir 1 ou 2 colheres de sopa de farelo de arroz dissolvida em água e tomá-lo diariamente para aproveitar seus benefícios.

Nas suas receitas: é um ingrediente que pode facilmente fazer parte dos seus alimentos. Por exemplo, você pode adicioná-lo a seus cremes, saladas, batidas de frutas etc.

Óleo de farelo de arroz: existe este outro produto que pode ajudá-lo a incorporar o produto mais facilmente em sua dieta. Com este óleo, você pode temperar suas saladas ou cozinhar sua comida e aproveitar ao máximo todos os seus benefícios.

Benefícios do óleo de farelo de arroz

Como já dissemos, você também tem a opção de obter óleo de farelo de arroz, um produto disponível em lojas e produtos naturais e que contém uma grande variedade de benefícios muito interessantes para o seu corpo. Este óleo é obtido processando o farelo de arroz e pode ser incluído em sua rotina tanto para usos cosméticos (para a pele ou cabelos) quanto para usos internos (em receitas de cozinha).

Aqui está uma lista dos benefícios do óleo de farelo de arroz:

Rico em antioxidantes: este óleo é muito rico em antioxidantes e, portanto, é ideal para aplicar na pele ou no cabelo e evitar a agressão dos raios solares. Isso reduz o envelhecimento prematuro do nosso corpo, mas também evita o aparecimento de manchas solares.

Ajuda a curar: também usado topicamente, pois este óleo acelera a cicatrização de nossa pele e melhora sua saúde. Isto é graças à rica contribuição em vitamina E que já mencionamos acima.

Regenera nossa pele: é outro dos benefícios obtidos graças à interessante contribuição da vitamina E, que regenera nossa pele e é ideal para curar feridas que temos e ajuda a fazer com que marcas ou acne desapareçam mais rapidamente. Também evita o aparecimento de rugas prematuras.

Melhora a saúde do cabelo: se você aplicar esse óleo no cabelo, obterá um brilho maior e uma aparência mais sedosa. Isso ocorre porque é muito rico em proteínas, um nutriente que melhora as fibras capilares e melhora sua condição geral.

Se você o ingere oralmente, deve saber que os benefícios desse óleo são iguais aos benefícios do farelo de arroz que indicamos na primeira seção deste artigo.

Conheça os incríveis benefícios do arroz vermelho

O arroz vermelho é um tipo muito popular de arroz integral, consumido diariamente em alguns países asiáticos e que, além de seu sabor delicioso, é amplamente reconhecido na medicina tradicional chinesa por seus importantes benefícios à saúde.

Ele é um grão longo e possui uma cor marrom avermelhada ou castanha, resultante dos pigmentos naturais do lado de fora. Contém vitaminas e nutrientes específicos que são excelentes para o corpo e, acima de tudo, destaca-se seu efeito contra o colesterol ruim.

Se você quiser saber em detalhes quais são os benefícios dessa saborosa variedade de arroz, preste atenção no artigo a seguir, no qual falamos sobre arroz vermelho, suas propriedades e benefícios.

Arroz vermelho: propriedades medicinais

Entre as principais propriedades do arroz vermelho, que lhe conferem a capacidade de nos dar grandes benefícios, destacam-se:

Regular o colesterol.
Saciante.
Energético.
Antioxidante.
Favorece a produção de serotonina.
Regula o trânsito intestinal.
Imunoestimulante.
Hipoglucemiante.
Hipercalcemiante.

Nas próximas seções, falaremos sobre os benefícios para a saúde do arroz vermelho que são dados graças a essas propriedades.

Arroz vermelho para colesterol

Uma das principais causas de problemas cardiovasculares, como hipertensão e ataques cardíacos, é o cluster LDL, conhecido popularmente como colesterol ruim. Este composto formado por ácidos graxos se acumula nas artérias do nosso organismo, aumentando a pressão sanguínea ou obstruindo-as completamente.

Precisamente, entre os benefícios do arroz vermelho, o mais destacado é sua capacidade de reduzir o colesterol ruim e os triglicerídeos no sangue. Isso ocorre porque a lovastatina é produzida naturalmente no processo de fermentação desse tipo de arroz, uma substância que realmente está nos medicamentos prescritos para diminuir os níveis de colesterol e prevenir doenças cardiovasculares.

Além disso, o arroz vermelho também é capaz de causar um aumento no bom colesterol (HDL), tornando-o um alimento muito saudável e uma excelente alternativa ao arroz branco tradicional.

Por tudo isso, uma das contra-indicações do arroz vermelho é se você já está tomando medicamentos para regular o colesterol, de modo que deve sempre conversar com seu médico antes de consumir a levedura de arroz vermelho para colesterol.

Arroz vermelho para perder peso e ter mais energia

O arroz vermelho fornece uma grande quantidade de fibras e carboidratos complexos, que, diferentemente dos carboidratos simples, são convertidos em glicose mais lentamente, para que você possa usar muito mais energia obtida durante o dia. Seu rico conteúdo em fibras ajuda a melhorar o trânsito intestinal e favorece uma absorção mais lenta de gorduras, tornando-se uma ótima opção para dietas para perda de peso.

De fato, também foi destacado que o arroz vermelho produz um efeito saciante sobre quem o consome, e que pode ser um ótimo alimento para combater a sensação de fome permanente e conseguir respeitar os horários das cinco refeições diárias recomendadas pelos nutricionistas.

Melhora o trânsito intestinal

Como mencionamos anteriormente, o arroz vermelho possui uma boa quantidade de fibra em sua composição, principalmente quando comparado ao arroz branco, o que lhe confere um efeito positivo, principalmente no que diz respeito à função gastrointestinal. Assim, a fibra do arroz vermelho facilita o trânsito intestinal, para que você possa consumir este cereal sempre que precisar de ajuda para melhorar alguns problemas intestinais.

Retarda o envelhecimento precoce

Como uma consequência natural dos processos metabólicos de todas as células, subprodutos chamados radicais livres podem se acumular em nossos corpos. Os efeitos do acúmulo destes podem afetar nosso corpo de diferentes maneiras, sendo a mais típica a aceleração do processo de envelhecimento e a degeneração de órgãos, como a pele.

O arroz vermelho, graças aos seus múltiplos componentes com atividade antioxidante, reduz as concentrações de radicais livres e, portanto, seus efeitos negativos.

Aumenta as suas defesas naturais

Um sistema imunológico competente é necessário para criar resistência a diferentes doenças e ser capaz de combatê-las adequadamente quando elas ocorrem, e uma das principais propriedades medicinais do arroz vermelho é justamente o fortalecimento do sistema imunológico. Possui em sua composição um importante mineral chamado zinco, que participa de processos relacionados ao sistema imunológico, ajudando a reduzir o risco de contrair doenças ou infecções de diferentes tipos, reforçando-o.

Aumenta a serotonina

A vitamina B6 é essencial para o metabolismo das células vermelhas e para o equilíbrio da formação de serotonina, um neurotransmissor responsável por questões relacionadas ao humor, sono e apetite. Felizmente, o arroz vermelho é uma excelente fonte dessa vitamina; portanto, pode ser benéfico combater estados de nervosismo, irritabilidade e depressão.

Como reduzir o açúcar no sangue com arroz vermelho

Para os diabéticos que estão tendo problemas para controlar os níveis de glicose no sangue, o arroz vermelho pode ser muito benéfico, pois tem a capacidade de reduzir a quantidade de açúcar que se acumula no sangue, o que ajuda contra esta doença.

Isso é alcançado não apenas pelo fato de possuir um baixo índice glicêmico em sua composição, mas também por promover a produção de insulina.

Para esse efeito, é muito importante conversar com o médico para ajustar as doses das injeções de insulina com arroz vermelho, pois, se forem misturadas sem controle, pode ocorrer facilmente hipoglicemia.

Fortalece os ossos

Entre os vários minerais que o arroz vermelho possui está o magnésio, que é um elemento necessário para o reparo correto dos ossos, promovendo a absorção de cálcio que consumimos, para que o consumo desse cereal possa ajudar a prevenir doenças ósseas, como a osteoporose.

Isso pode ser especialmente benéfico para mulheres acima de 50 anos de idade, pois esse grupo é o mais provável de sofrer de osteoporose.

Como consumir arroz vermelho

Você pode tomar arroz vermelho em cápsulas, levedura de arroz vermelho em pó, que são as duas opções que oferecem seus componentes e propriedades em quantidades mais concentradas, ou pode preparar arroz vermelho para comê-lo nos pratos principais.

Se você tomar cápsulas de arroz vermelho ou se decidir consumir levedura de arroz vermelho, siga as instruções da embalagem e as do seu médico.

Mas se você deseja apenas incorporar esse alimento à sua dieta regular, pode fazê-lo sem problemas.

O poder da framboesa em sua alimentação

Você gosta de framboesas? Então saiba que estas deliciosas bagas vermelhas não são apenas agradáveis ​​ao paladar, mas também são muito benéficas para o corpo humano. E é por isso que seu consumo é altamente recomendado – sempre com moderação, sem excessos – para a maioria das pessoas.

Se você também quiser saber quais são as propriedades da framboesa , basta ficar de olho neste artigo e perguntar ao seu médico se tiver alguma dúvida.

1- Ricas em vitamina C

A framboesa – assim como o restante das frutas vermelhas – se destaca pelo alto teor de vitamina C, um nutriente essencial para a saúde do nosso corpo. Isso porque essa vitamina ajuda a fortalecer nosso sistema imunológico e, por sua vez, possui um notável poder antioxidante que impedirá o envelhecimento prematuro das células e nos defenderá contra os radicais livres.

2- Ajudam a regular a pressão arterial

Entre as propriedades da framboesa, destaca-se sua capacidade de regular os valores da pressão arterial, devido ao alto teor de potássio e baixo teor de sódio. É por isso que é recomendável incorporá-los à sua dieta para pessoas hipertensas, bem como outras pessoas com problemas no sistema cardiovascular. No entanto, sempre será apropriado consultar um médico antes de consumi-lo com frequência para evitar possíveis contra-indicações.

3- Ricas em ácido fólico

Da mesma forma, as framboesas têm uma contribuição notável do ácido fólico e isso é especialmente apropriado para as mulheres grávidas, pois ajuda na divisão e multiplicação celular, evitando problemas de crescimento ou malformação do embrião, como espinha bífida.

4- Ricas em fibras

As framboesas também se destacam pela quantidade considerável de fibras, o que ajudará a melhorar o trânsito intestinal e, portanto, aliviar o desconforto causado pela constipação. Da mesma forma, essas pequenas frutas também atuam como protetores, aprisionando certas substâncias nocivas como o colesterol e ajudando a eliminá-las pelas fezes.

5- Ajudam a reduzir cólicas

Você também pode tirar proveito dos muitos benefícios das framboesas para reduzir a dor pré-menstrual e menstrual, bem como o desconforto sofrido pelas pessoas que entraram na menopausa.

Além de comê-las, será benéfico beber chá de folhas de framboesa para tratar esses desconfortos que as mulheres sentem.

6- Ajudam no controle do peso

E quando falamos sobre esta fruta, não podemos esquecer de descrever as propriedades da cetona de framboesa, um composto orgânico que possui muitos benefícios. Assim, a cetona de framboesa é considerada um queimador natural de depósitos de gordura e um impulsionador do metabolismo que ajudaria a controlar a fome e perder peso rapidamente.

No entanto, deve-se notar que não é possível tirar proveito dos benefícios da cetona de framboesa através do seu consumo simples, mas será necessário recorrer a produtos preparados com essa contribuição.

Diante de todos estes benefícios para nosso corpo e nossa saúde, o que está esperando para incluir esta maravilhosa fruta em seus cardápios diários?

Elas podem ser consumidas frescas, em geleias, em doces ou em sucos, de modo que é muito fácil consumir as mesmas. Só atente para o fato de que frescas e em sucos integrais você poderá obter todos os benefícios citados, enquanto que nas outras formas pode haver certas perdas.

Veja 6 benefícios da toranja, uma fruta rica em vitaminas e minerais.

A toranja é um citrino caracterizado pelo tom avermelhado da polpa e semelhante à laranja. E apesar da avermelhada ser a variedade mais popular, distinguem-se outras em que o interior da fruta é amarelado.

Devido aos seus múltiplos benefícios para a saúde, seu uso está se tornando cada vez mais popular, tanto para melhorar as várias funções do corpo, para o fígado e para perder peso de maneira saudável.

Continue lendo este artigo e descubra quais são as propriedades e benefícios da toranja para nosso corpo.

1- Possui propriedades antioxidantes

Um dos benefícios mais destacados da toranja é o seu alto teor de vitamina C , essencial para a produção de colágeno e, portanto, a cicatrização adequada da pele, e para a eliminação de radicais livres e toxinas prejudiciais ao organismo. Assim, a toranja possui importantes propriedades antioxidantes, essenciais para prevenir o aparecimento de doenças relacionadas ao coração e o envelhecimento precoce.

2- Boa para a pele

Além disso, sua riqueza em ácido fólico o torna um excelente remédio natural para promover a regeneração celular e evitar o aparecimento de anormalidades na pele, como estrias , em casos de rápida perda de peso ou gravidez.

3- Rica em bons minerais

A toranja também é rica em minerais essenciais, como potássio e magnésio, muito importantes na regulação das funções celulares, no sistema nervoso e na recuperação do tônus ​​muscular.

Além disso, como sua composição é composta por uma alta porcentagem de água, esse citrino possui propriedades diuréticas e purificadoras ideais para combater a retenção de líquidos e nos ajudar a livrar-nos desses quilos extras.

4- Bom para prevenir as diabetes

A toranja também possui um composto chamado naringenina, também presente em outras frutas cítricas, como laranjas e tangerinas.

Como demonstram estudos do Hospital Geral de Massachusetts e da Universidade Hebraica de Jerusalém, esta substância é um flavonoide que tem a capacidade de reduzir a quantidade de açúcar no sangue e aumentar a sensibilidade à insulina.

Isso ocorre porque a naringenina ativa uma série de proteínas que promovem as funções hepáticas, ajudando a regular a presença de carboidratos e lipídios que surgem da quebra de ácidos graxos.

Dessa forma, vemos como a toranja é altamente benéfica para todos aqueles que sofrem de diabetes tipo 2 .

5- Boa para perda de peso

Embora a toranja tenha várias propriedades benéficas para o corpo, é importante refutar um dos mitos que o cercam, suas habilidades de queima de gordura.

Este citrino promove a perda de peso, combatendo a retenção de líquidos e equilibrando-a, mas não queima a gordura corporal . Além disso, sua baixa ingestão calórica e grande quantidade de água também não permitem ganhar peso.

6- Várias formas de consumo

Podemos consumir a toranja crua ou em suco para nos beneficiarmos de suas propriedades. A melhor maneira de fazer isso é de manhã, pois suas propriedades diuréticas e antioxidantes são excelentes para ajudar a purificar e limpar nosso corpo.

No entanto, não é aconselhável abusar deste citrino, por isso não devemos ingerir mais de um por dia ou consumir todos os dias. Além disso, caso esteja tomando algum medicamento, o mais aconselhável é consultar um médico ou nutricionista.

Qual é a quantidade certa de ovos para consumirmos diariamente?

O ovo é um alimento bastante nutritivo, e que não pode faltar nas mesas de muitas pessoas. Mas ao longo do tempo, não havia consenso entre pesquisadores se ele era um vilão ou um mocinho para a saúde e a boa forma humanas. Por muito tempo, ele foi proibido em dietas de pessoas com colesterol alto, já que o mesmo “aumentava a produção dessa toxina”, por médicos e nutricionistas.

Mas os estudos mais recentes apresentados, demonstram que não há relação alguma entre o HDL – colesterol ruim, e o alimento em si. Portanto, agora ele está liberado a todas as pessoas, mas deve-se ingerir sem excessos.

Benefícios do ovo

Antes de mais, queremos ressaltar que os ovos mais recomendados são os da agricultura orgânica, para garantir que as galinhas poedeiras sejam alimentadas corretamente e vivam sem estresse; Isso influenciará diretamente a qualidade do ovo e, portanto, seus nutrientes. Dito isto, o ovo traz muitos benefícios que detalharemos abaixo:
Alto teor de proteínas: é um dos alimentos com a maior concentração de proteínas, um componente essencial para fortalecer nossos músculos, nos fornece nutrientes essenciais e dificilmente contém calorias; Além disso, ajuda a melhorar o tecido muscular, tornando-o ideal para atletas.

Contém gorduras boas: nosso corpo precisa de gorduras saudáveis ​​para viver e, portanto, aquelas que provêm de ovos ou azeite (por exemplo) são as mais recomendadas, porque ajudam o corpo a funcionar corretamente.

Muitas vitaminas: é um dos alimentos com maior presença de vitaminas, pois inclui A, E, D, B1, B2, B6 e B12, complexos que ajudam a melhorar nossas defesas, melhoram a saúde da derme e preenchem nossa pele. corpo antioxidante.
Grande presença de minerais: o ovo contém uma grande variedade de minerais como ferro, iodo, zinco, ácido fólico, etc.

Ovo e colesterol

Entre os componentes do ovo, o colesterol se destaca, mas, diferentemente do que pode parecer à primeira vista, não é uma coisa ruim. As pessoas precisam de colesterol para ter uma vida saudável e para o corpo funcionar adequadamente, mas quando nossos níveis de um tipo específico (conhecido como “colesterol ruim”) aumentam, é quando falamos sobre “termos colesterol”, embora essa expressão esteja errada.

Antes, acreditava-se que o colesterol introduzido no corpo pelos alimentos também era uma das razões pelas quais o colesterol ruim aumentava no sangue e, portanto, os especialistas recomendavam parar de comer alguns ingredientes, como ovos, por exemplo. Porém, nos últimos anos, surgiram diferentes estudos que confirmaram que não há relação direta no consumo de colesterol na dieta com o aumento da presença no sangue; assim, diferenciamos dois tipos de colesterol: aquele que ingerimos através da dieta e o sangue.

O colesterol no sangue NÃO aumenta por causa do colesterol nos alimentos, mas aumenta quando a gordura saturada é aumentada; De fato, concluiu-se que essa é uma das principais causas do aumento do colesterol, pois aumenta os níveis de LDL. Os ovos não contêm esse tipo de gordura, mas os que eles fornecem são polinsaturados, portanto não aumentam o colesterol.

Também é importante saber que existem dois tipos de pessoas:
Aqueles que absorvem cerca de 20% do colesterol presente nos alimentos: para que você não precise se preocupar com o consumo de ovos ou de qualquer produto específico, embora, em geral, seja recomendável que você coma saudavelmente com uma dieta rica em frutas e verduras.

Aqueles que absorvem até 60% do colesterol: devem ter uma dieta com pouca gordura e realizar atividades saudáveis ​​para diminuir os níveis de colesterol.
Assim, em pessoas saudáveis, o efeito que o ovo traz para o corpo é mínimo e, portanto, pode ser tomado com moderação, pois, como em qualquer alimento, nunca é bom abusar de nada demais e você deve apostar em uma dieta equilibrada que contém todos os tipos de comida.

De qualquer forma, converse com seu médico primeiro para poder determinar a quantidade de óvulos a comer e o tratamento que você deve seguir para ter uma vida saudável.

Quantos ovos podemos consumir diariamente?

Tendo dito tudo isso, voltamos à pergunta inicial: quanto ovo comer por semana? O ovo é recomendado em todas as idades, pois fornece grandes benefícios à saúde que ajudam as crianças a se desenvolverem quando estão crescendo e fornecem ótimos nutrientes para as pessoas mais velhas. A quantidade semanal de ovo é, de acordo com dados compilados pela American Heart Association, 3 por semana.

Mas este é apenas um dado genérico que foi estipulado para que todos os tipos de consumidores possam tomar esse ingrediente de maneira saudável. No entanto, pessoas saudáveis ​​e com hábitos de vida saudáveis ​​podem aumentar o consumo, mesmo comendo 1 ovo por dia, ou seja, para evitar o acúmulo de gordura saturada e, portanto, a possibilidade de aumentar os níveis de Recomenda-se sempre que o colesterol seja tomado de ânimo leve e acompanhado por alimentos saudáveis.

Assim, um ovo frito todos os dias NÃO é recomendado, mas uma omelete, um ovo mexido ou um ovo cozido pode e diariamente com salada, um pedaço de frango ou arroz integral sim.

Se você evitar acompanhar o ovo com alimentos muito gordurosos, poderá aproveitar ao máximo seus nutrientes sem aumentar sua ingestão calórica.

Pessoas e atletas vegetarianos também podem consumir um ovo por dia para encher o corpo com proteínas saudáveis ​​e a grande quantidade de vitaminas e minerais no ovo. Se você estiver acima do peso, é recomendável separar o branco da gema e tomar apenas o primeiro para reduzir a gordura e reduzir as calorias que você come.

Quais são as propriedades do amaranto?

O amaranto é um tipo de erva derivada de plantas que podem atingir até três metros de altura, com destaque nas regiões temperadas e tropicais, sendo a China o principal produtor mundial.

As folhas de amaranto se assemelham muito às folhas de espinafre e, embora suas propriedades sejam diferentes, o amaranto em grãos também é comestível e é amplamente utilizado na gastronomia, africana, asiática e americana.

Quando se trata de alimentos de origem vegetal, o amaranto é considerado um dos melhores do mundo, pois suas propriedades medicinais permitem que ele beneficie o corpo, aliviando os sintomas e condições naturalmente. Os astecas foram uma das primeiras civilizações a incluir esta planta em sua dieta, e hoje a NASA a selecionou como um dos alimentos permitidos aos astronautas.

Quais são as propriedades do amaranto? Descubra-os neste artigo.

1- Previne câncer

O esqualeno é um ácido antioxidante encontrado em grandes quantidades no amaranto e é considerado um efeito anticâncer. Por esse motivo, uma das propriedades do amaranto é que ele tem o poder de prevenir o câncer, uma vez que o esqualeno é encontrado em maior quantidade nessa planta, pois o óleo de fígado de tubarão contém 1%, o azeite de oliva 0,8 % enquanto o amaranto possui 8% de esqualeno.

2- Previne a hipertensão

O amaranto é um carboidrato de absorção lenta, rico em óleo oleico e oleico, óleos essenciais ômega 6 que o corpo não produz e que atua nele, ajudando a evitar complicações cardíacas e melhorando a saúde cardiovascular. Portanto, uma das propriedades do amaranto é que ele permite prevenir a hipertensão, ataques cardíacos e doenças das artérias, como a arteriosclerose.

3- Melhora a digestão

Devido ao seu alto teor de fibras, o amaranto melhora a digestão, facilitando o trabalho do fígado de metabolizar gorduras e purificar o corpo de toxinas. Além disso, o consumo de alimentos ricos em fibras estimula o trânsito intestinal, ajudando a regular a constipação e a perder gordura acumulada no corpo mais facilmente. Por esse motivo, muitas pessoas consideram que o consumo de amaranto é bom para tratar o fígado gordo e desintoxicar o corpo durante a perda de peso.

4- Muito rico e nutritivo

Muitos especialistas se atrevem a comparar as propriedades do amaranto com os benefícios do leite. Isso ocorre porque o amaranto é um excelente alimento nutricional devido ao seu alto teor de cálcio, ferro, potássio, fibras alimentares, aminoácidos, minerais e vitaminas. A contribuição nutricional desta erva é tão importante que meia xícara de amaranto é equivalente a: 15 grãos de fibra, 14 de proteína e apenas 5 de gordura em 375 calorias.

5- Atrasa o envelhecimento

Entre as vitaminas que o amaranto contém, destaca-se o seu conteúdo em vitamina C, um dos melhores antioxidantes naturais que existem para evitar os danos que os radicais livres podem causar ao organismo e, assim, impedir o envelhecimento celular. Devido à sua propriedade antioxidante, o amaranto é um dos melhores alimentos para a pele, pois estimula a produção de colágeno e permite que a pele retenha sua elasticidade por muito mais tempo, atrasando o aparecimento de rugas.

6- Bom para melhorar a saúde arterial

Graças à sua composição em gorduras ômega 6 essenciais, o amaranto é um excelente alimento para reduzir os valores alterados do colesterol ruim no sangue. Essas gorduras boas, juntamente com o alto teor de fibras do amaranto, permitem melhorar a circulação sanguínea, reduzindo a gordura acumulada no corpo e, assim, beneficiando a saúde arterial.

7- Diurético natural

Para melhorar a situação, outra das propriedades do amaranto é que ele tem um efeito diurético, o que ajuda a impedir a retenção de líquidos no corpo e melhora os vasos sanguíneos. O efeito diurético também estimula o bom funcionamento dos rins, permitindo que eles ajudem a liberar toxinas pela urina.

Propriedades e benefícios do sal do Himalaia

Das montanhas do Himalaia, a cordilheira do continente asiático que abrange Nepal, Butão, China e Índia, um de seus produtos mais preciosos chega até nós: o sal. O uso desta variante se espalhou por todo o mundo graças ao seu valor nutricional e seus múltiplos benefícios que minimizam os efeitos negativos do sal no nosso corpo. O sal do Himalaia, também conhecido como ouro branco, é considerado o mais puro, pois é livre de agentes contaminantes.
Você quer saber tudo sobre esse tipo de sal? Portanto, preste atenção nas seguintes linhas nas quais explicamos as propriedades e os benefícios do sal do Himalaia.

Saiba tudo o que este “ouro branco” pode fazer por você!

Propriedades e benefícios do sal do Himalaia

Por muitos anos, o sal do Himalaia tem sido um produto precioso por sua pureza e composição. É o sal mais puro e mais benéfico da Terra , pois é livre de agentes contaminantes e toxinas e, além disso, contém os 84 elementos naturais que podemos encontrar em nossos corpos, e é por isso que é tão benéfico para a saúde humana.

Do seu valor nutricional, vale ressaltar sua riqueza em minerais e oligoelementos, como cálcio, potássio, iodo, zinco, flúor, magnésio ou ferro, ao qual deve sua cor rosa.

Como destacamos, o sal do Himalaia tem inúmeros benefícios que nos ajudarão a manter nosso corpo regulado, equilibrado e prevenido:

O sal atua como um regulador da água do corpo.
É essencial para a regulação arterial, em conjunto com a água.
É uma antiestamina natural, perfeito para descongestionar.
Ele nos impede de sinusite, muco, gengivas, dor de garganta ou asma, entre outras doenças respiratórias, onde seus benefícios são muito importantes.
Equilibra os níveis de açúcar no sangue e reduz os sinais de envelhecimento.
Equilibra a acidez excessiva das células, ou seja, o pH, especialmente os do cérebro.

Tem um grande efeito na saúde vascular, pois melhora a circulação e evita o aparecimento de varizes.

Graças a ser rico em magnésio, impede-nos de sofrer cãibras musculares.
Seu desempenho hipnótico faz dele um ótimo produto para regular e melhorar o sono.

Gera energia elétrica em nossas células.
Permite que os alimentos sejam absorvidos pelo trato intestinal.
Melhora a nossa resistência óssea, graças aos seus componentes naturais.

Sal do Himalaia vs. sal comum, sal marinho e sal grosso

A principal diferença entre o sal do Himalaia e o sal comum, ou seja, o que geralmente consumimos em casa, é sua pureza. Embora o sal da cozinha tenha sido purificado com agentes químicos para seu uso, o sal do Himalaia é coletado naturalmente e não possui nenhum tratamento químico específico, pois é livre de agentes contaminantes. O sal comum acaba sendo um produto químico artificial, o cloreto de sódio, que nosso corpo não reconhece como nutriente e que, consumido em excesso, pode reduzir nossa saúde, pois não oferece benefícios. No entanto, o sal comum é usado na culinária, bem como em alimentos processados, como conservas, enlatados ou lanches.

Por outro lado, o sal refinado é mais difícil de eliminar; portanto, seu corpo precisa de 23 vezes a quantidade de água celular normal para poder o neutralizar. A perda excessiva dessa água corporal se traduz em celulite , pedras nos rins, reumatismo, artrite ou gota , entre outras doenças.

No entanto, o consumo de sal refinado é de 90% no mundo, uma vez que é usado diretamente para fins industriais.

O sal da conhecida cordilheira asiática é muito mais natural e, portanto, muito mais saudável. Sua estrutura cristalina é perfeita e também não contém poluentes do meio ambiente. É extraído e lavado à mão, o que ajuda a manter sua pureza.

Além da salubridade do sal do Himalaia, existem outras alternativas que muitos optam por não consumir. Estamos falando de sal marinho ou sal grosso, que embora sejam mais puros que o sal de mesa tratado quimicamente, podem conter muitos agentes nocivos devido ao envenenamento e poluição de mares e oceanos cheios de mercúrio, resíduos, óleo, etc…

Em suma, o sal é essencial para a vida, graças aos minerais que nos fornece, por isso é importante deixar de lado o sal refinado e apostar em sais puros e naturais que não têm tanto impacto negativo sobre a saúde.

Se você deseja que seu corpo funcione corretamente, opte pelo consumo de sal do Himalaia , vendido em fitoterápicos ou em lojas naturais.

Usos do sal do Himalaia

Embora geralmente não seja muito comum, o sal do Himalaia é perfeito para uso como condimento na cozinha. Graças à sua pureza, esse tipo de sal ajudará a tornar seus pratos mais saudáveis ​​e deliciosos. Mas este não é o único uso que você pode dar a este ouro branco:

Banho de sal do Himalaia

Este sal asiático é amplamente utilizado para um banho, porque os benefícios que ele terá na pele são incríveis. Ele tem o poder de aliviar dores reumáticas ao tratar problemas de pele. Um bom banho com este ouro branco o ajudará a revitalizar e relaxar a pele enquanto renova sua energia e carrega as baterias, tudo graças ao seu alto conteúdo mineral.

Prepare um banho relaxante à base deste sal uma vez por mês e mergulhe por 30 minutos para observar todos os seus efeitos. Com água quente e 200 gramas de ouro branco, você poderá abrir os poros e deixar que as propriedades deste produto penetrem na pele e no corpo. É uma mistura curativa.

Descongestionante natural

Se o sal do Himalaia se destaca por alguma coisa, é pelo seu poder descongestionante e pelo efeito positivo que ele tem no sistema respiratório. Portanto, se você sofre de alergias, sinusite ou asma, está congestionado e acha difícil respirar com facilidade ou sentir a garganta inchada, esse remédio é ideal para você.

Propomos preparar uma solução baseada na dissolução de 9 gramas de sal do Himalaia em um litro de água morna. Com esta mistura, você pode lavar o rosto ou gargarejar e logo sentirá um grande alívio. Teste-o!

Contra acne

Este sal asiático, além de rico em minerais e perfeito para o cuidado da pele, pois possui uma ação esfoliante e desintoxicante que pode ajudar a reativar a saúde da pele e eliminar todas as suas impurezas.

Recomendamos que você prepare um remédio muito eficaz para tratar a acne ou esfoliar a pele:

10 gr de sal do Himalaia, 15 ml de água e algumas gotas de rosa mosqueta (perfeitas para a cura) e você terá seu remédio eficaz para eliminar a acne. Misture todos os ingredientes até obter uma massa grossa e depois molhe uma bola de algodão com ela. Passe o algodão sobre o rosto para fazer uma limpeza profunda, esfoliar a pele e permitir que ela absorva as propriedades e qualidades desse remédio. Deixe agir por 10 minutos antes de enxaguar o rosto com água fresca. Se você fizer isso por três dias seguidos, verá como isso melhorará sua aparência e sua saúde da pele.

Os benefícios do Feno-grego para nosso corpo

O feno-grego, também conhecido cientificamente pelo nome de Trigonella foenum graecum, é uma semente ou leguminosa de origem mediterrânea frequentemente usada na gastronomia indiana, embora também seja considerada muito popular na culinária de outras regiões do Oriente Médio. Essas sementes são extraídas da planta conhecida como feno-grego, da qual outras partes, como suas folhas, também são usadas para fazer farinhas ou, também, para serem usadas como condimento ou tempero.

Este alimento, além de ser um excelente ingrediente culinário, também se destaca por ser um excelente remédio natural para cuidados pessoais e para combater alguns problemas de saúde.

É por isso que, neste artigo explicamos tudo sobre as propriedades e benefícios do feno-grego.

Composição nutricional do feno-grego

O feno-grego é uma semente amplamente utilizada, tanto na gastronomia quanto na fitoterapia, devido à sua riqueza nos seguintes nutrientes:

Este grão tem um alto teor de fibras solúveis, como mucilagem e proteínas, especialmente em um aminoácido chamado 4-hidroxiisoleucina, que contém propriedades reguladoras do colesterol.

É rico em colina e vitaminas do complexo B , que conferem principalmente propriedades energéticas às sementes. Também tem uma grande contribuição das vitaminas A e C.

Tem um bom conteúdo em saponinas esteroides, um nutriente com propriedades benéficas para a menopausa.

Também é rico em flavonoides, que se destacam por suas excelentes propriedades antioxidantes.

Finalmente, o feno – grego possui vários minerais, como cálcio, fósforo, manganês, zinco, selênio, ferro e magnésio.

Propriedades e benefícios do feno-grego para a saúde

Graças aos nutrientes explicados na seção anterior, esta semente traz muitos benefícios à saúde graças às suas propriedades. Especificamente, estas são as propriedades e os benefícios do feno – grego:

Essa leguminosa possui propriedades hipoglicêmicas que nos ajudam a reduzir os níveis de açúcar no sangue, tornando-a ideal para pessoas com diabetes tipo I e II , sempre com doses controladas por um médico.

Sua riqueza em aminoácidos 4-hidroxiisoleucina fornece propriedades hepáticas que reduzem os níveis de colesterol LDL e aumentam o colesterol HDL no sangue. Consequentemente, evita doenças cardiovasculares e a formação de pedras nos rins.

Também é ideal para o tratamento de problemas digestivos, como azia e úlceras digestivas, pois possui propriedades emolientes e anti-secretoras que fazem com que essa semente atue como um protetor gástrico.

Sua rica fibra solúvel fornece propriedades laxantes, ideais para casos de constipação.

Também possui propriedades restauradoras, razão pela qual é usado como complemento alimentar em casos de anorexia e anemia.

Esta semente é utilizada por atletas, pois é rica em proteínas, colina, fósforo e flavonoides, o que lhe confere propriedades que promovem o desenvolvimento da massa muscular. Além disso, também possui propriedades estimulantes e energéticas, ideais para esportes.

O feno-grego é ideal para mulheres com menopausa e períodos dolorosos, pois é rico em saponinas estrogênicas, uma substância semelhante aos hormônios femininos. Esta substância também fornece propriedades estimulantes, que são usadas para aumentar o tamanho do busto.

Finalmente, suas propriedades anti-inflamatórias o tornam um bom remédio tópico para tratar diferentes problemas, como hemorroidas, doenças da pele, celulite e dores nas articulações.

Como consumir feno-grego – dose diária

O feno-grego é uma semente que pode ser preparada e consumida de várias maneiras. Abaixo explicamos os mais utilizados:

Farinha de feno-grego: é feita através da mistura de grãos triturados com água e é consumida principalmente como tempero alimentar. A dose diária não pode exceder 25 gramas por dia.

Infusão de feno-grego ou chá: para tomá-lo desta maneira, você pode encontrá-lo em qualquer fitoterapeuta na forma de sacos de 80 gramas dessa semente. A dose diária é de 1 a 3 infusões e é sempre aconselhável consultar o médico antes de começar a tomá-las.

Cápsulas de extrato seco de sementes: Em geral, as cápsulas geralmente contêm 2 mg desta planta. Se você tomar feno-grego dessa maneira, é recomendável tomar uma cápsula antes de cada refeição e a dose mais adequada será no máximo 3 cápsulas por dia.

Também pode ser preparado para uso externo, na forma de gesso, cataplasma ou banho.

Contra-indicações do feno-grego

Este alimento não pode ser consumido ou utilizado nos casos em que existem contra-indicações como as seguintes:

Pessoas com alergia a leguminosas: seu consumo pode gerar sintomas como rinite, asma, tosse, chiado no peito e lacrimejamento.

Grávidas: não deve ser consumida sob nenhuma circunstância, pois essa leguminosa é rica em substâncias estrogênicas, o que poderia causar um aborto espontâneo.

Contraceptivos: se você estiver seguindo um tratamento contraceptivo, também não é recomendado, pois pode interferir em seus efeitos devido à riqueza de substâncias estrogênicas.

Alguns medicamentos: o consumo desta semente também não é recomendado se você estiver tomando medicamentos como insulina, antiagregantes plaquetários ou anticoagulantes e antidiabéticos orais.

Os benefícios de tomar óleo de coco com o estômago vazio

O óleo de coco é um produto amplamente utilizado para a beleza em cosméticos por suas propriedades, embora também seja usado em alimentos, pois também possui vários benefícios para a saúde. E existem até mesmo pessoas que o utilizam para perder peso e controlar o peso, além de limpar o corpo através do jejum.

Esta última é uma prática muito comum nos países asiáticos, embora deva sempre ser feita com cautela e não por muito tempo.

Neste post, explicamos os benefícios do óleo de coco com o estômago vazio e as principais chaves para tomá-lo, para que seu corpo aproveite todas as suas propriedades.

Benefícios de tomar óleo de coco com o estômago vazio

O óleo de coco tem muitas propriedades para o corpo, que se multiplicam quando ingeridas com o estômago vazio e seguem uma dieta na qual açúcares e carboidratos não são ingeridos ou suas quantidades são baixas. Eles também são observados quando este produto é usado em jejuns. Os principais benefícios do óleo de coco com o estômago vazio e ao consumi-lo rápido são:

Ajuda a controlar a fome: o óleo de coco contém gorduras naturais e saudáveis ​​em quantidades ideais, que ajudam a controlar a fome ou o apetite, pois controlam o nível de açúcar no sangue para que não apareçam oscilações e picos de glicose, que são aquelas que incentivam a alimentação. Por esse motivo, os diabéticos devem ter cuidado ao tomá-lo.

Ajuda a perder peso: essas mesmas gorduras naturais no óleo de coco são responsáveis ​​por fazer o corpo queimar as gorduras que acumulou. O processo é realizado porque, quando não há variações no nível de açúcar, ele tende a comer menos; portanto, o corpo precisa usar as gorduras acumuladas porque não temos açúcar ou carboidratos. Assim, o óleo de coco ajuda a perder peso quando tomado de manhã porque causa a perda de gorduras, ajudando a manter o corpo em um estado de cetose, se você seguir uma dieta cetogênica. Ou seja, se reduzirmos muito ou totalmente a ingestão de carboidratos e gorduras, porque se continuarmos ingerindo esses nutrientes, não perderemos peso da mesma forma, ou dependendo da quantidade, não perdemos peso e esse efeito do óleo de coco não é percebido.

Melhora o sistema imunológico: o óleo de coco contém ácido láurico, que ajuda a fortalecer o sistema imunológico das pessoas porque é antibacteriano e antifúngico. De fato, é amplamente utilizado como enxaguante bucal para prevenir e tratar cáries e eliminar fungos nas unhas.

Reduz o colesterol ruim: vários estudos, como o realizado pela University Sains Malaysia, também mostraram que o óleo de coco ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue porque suas gorduras são saudáveis. A chave é que essas gorduras não obstruem a circulação do sangue nem formam depósitos para que a circulação do sangue não seja prejudicada.

Cuida do estômago: o óleo de coco não gera azia ou refluxo porque é facilmente digerível. Além disso, pode até ajudar na digestão e aliviar os sintomas de azia e outros problemas estomacais.

Reduz o estresse: também foi comprovado que o óleo de coco tem um efeito calmante, em parte por não causar variações nos níveis de açúcar no organismo, ajudando assim a combater o estresse e a ansiedade.

Dicas para jejuar com óleo de coco

Para obter os benefícios do óleo de coco com o estômago vazio, é importante seguir uma série de dicas para fazê-lo corretamente.

Isso porque existem pessoas que o tomam com as refeições, mas isso não é realmente bom, e é claro que os benefícios são obtidos com outros alimentos, mas eles não são tão benéficos quanto se isso fosse feito com o estômago vazio.

O jejum com óleo de coco é quando consumimos este produto ao longo de um dia, mas o jejum pode ser feito por até três dias para evitar problemas de saúde. E, para isso, deve ser consumido assim:

O óleo de coco deve ser consumido 3 vezes ao dia, tomando uma colher de sopa pela manhã, outra ao meio-dia e outra à noite. No entanto, dependendo das pessoas, essa ingestão pode ser aumentada se você estiver com muita fome ou se notar fraqueza. De qualquer forma, não é recomendável abusar, pois isso pode levar ao excesso de peso. Segundo vários médicos especialistas, a quantidade diária recomendada é de 30 ml.

Infusões: no jejum com óleo de coco, só é permitido beber algumas infusões ou café, mas devem ser tomados sem açúcar. Também não é possível adicionar adoçante, mesmo que seja mais natural como a estévia. Você pode tomar esses chás de ervas sozinho ou adicionar uma pequena quantidade desse óleo.

Água: Obviamente, a água é permitida em jejum com óleo de coco. É permitido o quanto você quiser. Não há limite.

Erros mais comuns ao tomar óleo de coco com o estômago vazio

Ao tomar o óleo de coco com o estômago vazio ou em jejum, muitas vezes são cometidos vários erros, que tornam esses benefícios danos ao corpo. Siga estas dicas para evitar erros ao tomar o óleo de coco com o estômago vazio ou em jejum intermitente apenas com este alimento.

Quantidade: tomar muito óleo de coco. Embora as gorduras sejam benéficas, elas ainda são gordas e têm calorias. Portanto, não é recomendável abusar, pois pode levar ao excesso de peso. Segundo vários médicos especialistas, a quantidade diária recomendada é de 30 ml, embora possa ser estendida no caso de jejum para as três doses e não consumir mais nada durante o dia.

Tempo: se o óleo de coco é tomado todos os dias com o estômago vazio, mas sem jejum, não há problema e seu consumo pode ser feito continuamente. No entanto, se o que é feito é rápido, é importante saber que não é conveniente exceder 72 horas de jejum para que o corpo não tenha problemas.

Este período é mais do que suficiente para purificar e limpar o corpo, perder alguns quilos ao realizar um evento especial ou controlar o estresse. Se esse jejum for prolongado, você pode se sentir mal ao perceber dor de cabeça, desequilíbrio e fraqueza, tontura, náusea, hipotensão e até perda de consciência.

Comida: Ao tomar o óleo de coco com o estômago vazio, é importante não seguir uma dieta rica em carboidratos e açúcares, pois seus efeitos benéficos não serão percebidos. Além disso, se um jejum foi seguido, o que é consumido nos dias seguintes também é essencial, uma vez que os carboidratos devem ser introduzidos gradualmente e em pequenas quantidades para evitar reações prejudiciais.

Diabéticos: uma pessoa diabética deve ter cuidado ao tomar óleo de coco. E, embora ajude a controlar os níveis de açúcar, pode haver quedas ou alguma alteração – especialmente se você também toma medicamentos ou insulina -, o que pode ser prejudicial. Você deve sempre consultar seu médico antes de tomá-lo.

Lembre-se de que sempre, antes de consumir qualquer produto ou jejum, é aconselhável consultar seu médico para ver se será realmente benéfico para você ou pode ser prejudicial. Nunca tome essas decisões por conta própria ou porque funcionou bem para alguém que você conhece.

Como combater os sintomas das gripes e resfriados de maneira eficaz em casa

Quando as temperaturas baixam, e o outono e o inverno chegam, os resfriados vem “de brinde”.

Dor no corpo, febre, coriza e dor de cabeça, são os principais sintomas. A maioria das pessoas irá ter essas doenças ao longo da vida, o que não impede que elas tenham dúvidas, tais como: como curar a gripe de forma rápida? Como pude ficar doente de um dia para o outro? E quais remédios devo tomar?

Os remédios caseiros, tais como infusões, sucos com vitamina C e outros alimentos, também geram dúvidas de preparação e de quando ingerir.

A duração da gripe e do resfriado é distinta, assim como ambas as moléstias: a gripe apresenta sintomas próprios, como: dor muscular, dor de garganta, infecção de garganta ou inflamação da mesma, o que acarreta em febres.

Ao contrário do que o senso comum prega, não se deve ingerir antibióticos parava gripe, já que eles agem sob o vírus e não sobre as demais bactérias, que são as suas causadoras.

E infelizmente, não é possível curar a gripe de um dia pro outro, em apenas 24 horas, já que ela dura em média de 05 a 10 dias, e o resfriado no máximo uma semana.

Apresentaremos aqui alguns remédios caseiros, que irão ajudar a lidar com os sintomas, e recuperar sua energia, vigor e saúde:

Enxagues e lavagens de água salgada

Essas lavagens abaixam o muco dos resfriados, facilitando sua expulsão. Você pode usar água do mar, solução salina ou fazer seu próprio enxágue caseiro dissolvendo uma colher de sopa de sal em um litro de água. Para usá-lo corretamente, incline a cabeça para trás, tampe uma narina e inspire profundamente pela outra enquanto aplica o enxágue. Repita a operação no outro orifício.

Vapor

As inalações de vapor com um ingrediente balsâmico o ajudarão a relaxar, respirar mais fácil e eliminar agentes infecciosos. Você só precisa ferver a água em uma panela e adicionar eucalipto ou louro. Cubra a panela com uma toalha e passe sobre a cabeça. Inale os vapores do recipiente até que a água esteja fria.

Gengibre

A raiz do gengibre é benéfica na cura rápida da gripe e do resfriado, bem como no alívio das dores musculares causadas por ela. Rale um pouco de raiz de gengibre fresco e adicione-a ao seu chá ou infusão, se quiser, você também pode adicionar um pouco de suco de limão.
Saiba mais sobre isso em nosso artigo Como usar gengibre para resfriado, pois também é muito útil reduzir a tosse que geralmente permanece como resíduo após resfriados.

Xarope de cebola

Devido às suas propriedades analgésicas e expectorantes, tomar este xarope de cebola pode ajudar a reduzir o frio nasal. É muito simples: ferva um litro de água e adicione uma cebola cortada em pedaços. Quando o caldo estiver cortado ao meio, adicione o suco de um limão e uma colher de sopa de mel. Tome um copo da mistura resultante a cada 3 horas e você notará melhorias.

Sopa de frango

Um clássico que nunca falha, basta escolher sua receita favorita e tomar um copo no almoço ou no jantar. Recomendamos adicionar um pouco de cebola e alho para descongestionar o trato respiratório e servir muito quente.

Café da manhã sem laticínios: se você deseja curar a gripe rapidamente, evite laticínios enquanto estiver doente, pois eles podem piorar a congestão nasal e engrossar a fleuma.
Dieta rica em zinco: consumir esses alimentos durante o processo da gripe fortalece o sistema imunológico e ajuda a aliviar os sintomas. Os alimentos mais ricos em zinco são: carne vermelha, fígado, avelãs, frango, peru, chocolate amargo, queijo ou ovos.
Tome um banho quente: a fumaça do chuveiro ajuda a reduzir a congestão nasal e expulsar o muco. Tomar um banho antes de dormir também o ajudará a relaxar e adormecer.

Use lenços descartáveis: banir lenços de pano de sua vida, pois eles são um foco de vírus que você tocará constantemente. Dirija-se aos tecidos e não os reutilize repetidamente ao longo do dia. Isso ajudará você a que os vírus não permaneçam no ambiente. Livre-se deles depois de usá-los.

Beba bastante água: uma das recomendações, que também é sempre benéfica para o seu corpo, é aumentar a ingestão de líquidos durante o processo de gripe, pois ajuda a manter-se hidratado, eliminar toxinas e expelir muco.
Exercite-se levemente: você pode não gostar muito, mas é apenas uma curta caminhada de cerca de 15 ou 20 minutos que será benéfico e ajudará a se livrar da gripe rapidamente. Dando uma curta caminhada, você terá mais energia, aumentará suas defesas e seu sistema imunológico.

Gargarejo: é o remédio típico da avó que aliviará a inflamação da garganta. Você pode gargarejar camomila, limão, sálvia, tomilho. Faça uma infusão com qualquer um deles e adicione um pouco de mel.

Lave lençóis e toalhas: assim como lenços, lençóis e toalhas podem se tornar fontes de vírus. Lave-os constantemente até o frio acabar, você se recuperará mais rápido e evitará ficar doente de novo.

Caso esteja doente, procure uma UBS/UPA, posto de saúde, pronto socorro ou um médico da família, para ser atendido. Esse texto possui apenas caráter informativo.

Benefícios da couve para nosso corpo e nossa saúde

Se você chegou até aqui é porque certamente ouviu muito sobre a couve como um alimento poderoso e cheio de benefícios. Mas… o que exatamente significa isso?

A couve tornou-se famosa nos últimos anos entre aqueles que adoram os vegetais que entregam grandes benefícios para a nossa saúde e os motivos são mais do que evidentes. Isso porque, certamente, suas várias propriedades tornam essa alternativa a opção ideal para satisfazer nosso apetite e fornecer vitaminas, tudo com poucas calorias.

Mas se você está interessado no assunto, continue lendo, porque neste post, explicamos os benefícios da couve.

1- Muito benéfica e com poucas calorias

Nos últimos anos, tem sido apresentada por várias celebridades em suas dietas, como as celebridades americanas, o que tornou este alimento bastante popular entre aqueles que desejam um corpo mais saudável, mas cortando calorias. E a couve cumpre com mastria este papel.

2- Fonte de vitamina C

A couve é a mesma família do brócolis e da couve-flor, e como sabemos, estes vegetais fornecem uma importante fibra e vitamina C , fornecendo 10 vezes mais deste nutriente do que o espinafre, que a torna um alimento rico em antioxidantes, ideal para prevenir o envelhecimento precoce das células e a formação de radicais livres, o que favorece a prevenção do câncer.

A contribuição da vitamina C também ajuda a fortalecer o sistema imunológico, razão pela qual é considerado um alimento ideal para evitar o enfraquecimento das defesas e a presença de doenças virais e bacterianas.

3- Rica em cálcio

Um dos benefícios mais importantes da couve é sua alta contribuição de cálcio, oferecendo mais desse mineral por caloria do que um copo de leite. Isso torna uma excelente opção para fortalecer os ossos e prevenir condições como osteoporose ou problemas ósseos.

4- Fonte de ferro

A couve é uma excelente escolha para os vegetarianos que procuram para garantir um bom nível de ferro no sangue, sendo um dos alimentos com maior ingestão de ferro que ajuda a prevenir doenças como a anemia, a favorecer a produção de células vermelhas do sangue e manter energia ao longo do dia, pois esse mineral permite que a hemoglobina transporte oxigênio para todas as células do corpo, incluindo o cérebro.

5- Boa para os nossos olhos

Devido ao seu alto conteúdo de vitamina A , a couve é ideal para garantir a saúde ocular, prevenindo problemas de visão como glaucoma ou catarata e garantindo a saúde ocular.

Esse nutriente também favorece a saúde dos ossos e dentes e o crescimento e reparo das células, o que nos ajuda a ter uma pele, cabelos e unhas mais fortes e saudáveis.

6- Regula o trânsito intestinal

Devido ao seu alto teor de fibras, outro dos benefícios da couve é a capacidade de regular o trânsito intestinal e promover a digestão, melhorando assim a absorção de nutrientes. É também um alimento totalmente sem gordura e com uma ingestão calórica muito baixa, com apenas 39 calorias por xícara.

Sua contribuição de fibra também ajuda a diminuir a absorção de gordura e açúcar, facilitando sua expulsão do corpo, tornando-a um alimento ideal para reduzir o colesterol alto e os níveis de glicose no sangue.

7- Muito versátil no consumo

Você pode consumir couve crua em saladas, sendo esta uma das maneiras mais populares, comê-la cozida ou cozida no vapor, adicioná-la aos ensopados e sopas e também em um poderoso suco verde. E isso não é tudo, porque as opções para comê-la são tão numerosas que só podemos convidar você para incorporá-la à sua dieta e aproveitar todos os seus benefícios.

É possível comer bem, perdendo peso e sem passar fome?

Adote uma vida saudável!

Se você quiser apostar em hábitos alimentares saudáveis, comece a mudar sua dieta e reduzir o consumo de açúcares e gorduras, que apenas nos fornecem calorias e dificilmente contêm nutrientes. Ma essas mudanças na dieta não precisam produzir uma sensação maior de fome, porque você substituirá os produtos com calorias vazias por outros que fornecerão componentes interessantes, como fibras, vitaminas, etc.

De qualquer forma, se você tem um pouco de vergonha de mudar sua dieta por medo de ficar com fome, neste artigo vamos ajudá-lo a alcançar seu objetivo.

Continue lendo e você descobrirá como comer bem sem passar fome com uma série de dicas e recomendações que mostrarão como você pode criar seu plano alimentar e desfrutar de um corpo 100% saudável.

Coma devagar para assimilar bem os alimentos

Para comer bem sem passar fome, a primeira coisa que precisamos fazer é comer mais devagar. Por quê? Porque o nosso estômago leva cerca de 20 minutos para enviar a mensagem ao cérebro de que já está saciado e, portanto, se comermos rápido demais, provavelmente comeremos mais comida do que realmente precisamos para acalmar o apetite.

É importante mastigar bem a comida e prolongar as refeições e jantares por cerca de 20 ou 30 minutos para garantir que você esteja fornecendo ao corpo a comida de que precisa, nem mais, nem menos!

Além disso, com alimentos bem triturados, ajudaremos nosso sistema digestivo a processar melhor os nutrientes no trato intestinal.

Divida o seu dia em 5 ou 6 refeições

Outro dos truques para poder comer bem sem passar fome é que você come mais vezes durante o dia, mas em quantidades mais controladas e aposte em lanches saudáveis.

Existem pessoas que acreditam que é melhor comer 3 vezes ao dia, mas a verdade é que é totalmente contraproducente: o mais recomendado é que você consuma alimentos em 5 ou 6 horas diferentes do dia e, assim, obterá benefícios como os seguintes:

Saciará o apetite entre as refeições: se você fizer um lanche saudável no meio da manhã, no meio da tarde ou antes de dormir, poderá adicionar energia extra ao seu corpo e, além disso, acalmará a fome. Com isso, você também conseguirá alcançar as principais refeições do dia com fome mais controlada e, portanto, evitar a compulsão alimentar.

Acelerando o metabolismo: Outra razão pela qual é recomendável comer várias vezes ao dia se você deseja perder peso é ativar o trabalho do metabolismo, fazendo com que seu corpo consuma mais calorias durante o dia.

Obviamente, para se manter saudável, evite comer doces ou salgadinhos entre as refeições e, na sua falta, opte por alimentos mais saudáveis, como, por exemplo, frutas da estação, iogurte desnatado, um punhado de frutas secas, um pequeno lanche saudável, etc.

Sempre tente comer em casa

É claro que, se queremos comer de maneira saudável, não há nada melhor do que cozinhar nossas próprias receitas, porque, dessa maneira, controlamos as quantidades que usamos de óleo, sal, métodos de cozimento etc. É por esse motivo que é recomendável que, para uma alimentação saudável, você sempre tente comer comida caseira e evite sempre ir a restaurantes.

Se você come no trabalho, pode preparar marmitas com alimentos saudáveis e ajudará a cuidar de si mesmo todos os dias da semana.

Se você almoçar ou jantar com amigos, recomendamos que, para uma alimentação o mais saudável possível, tente sempre pedir receitas feitas no forno ou grelhadas e peça pratos sem molhos; Dessa forma, você poderá evitar uma contribuição extra de gorduras e calorias em seus pratos.

Inclua legumes em todas as suas refeições para satisfazer seu apetite

Um dos melhores truques que ajudarão você a se alimentar de forma saudável sem passar fome é incluir legumes em todas as suas refeições e até mesmo nos lanches entre as refeições!

Embora pareça muito complicado, a verdade é que, com essa prática simples, você satisfará seu apetite e, além disso, encherá seu corpo de vitaminas e minerais no mar saudável para passar o dia.

Os vegetais são muito ricos em fibras e, portanto, contribuem para saciar a fome naturalmente, além de purificar o corpo, melhorando o trânsito intestinal. Por esse motivo, coma uma porção de vegetais em todas as suas receitas e você notará como sua fome é acalmada sem ter que consumir grandes quantidades de comida.

Abaixo, daremos um exemplo para que você entenda como incluir vegetais em todas as refeições:

Café da manhã: Sanduíche de atum com alface, tomate e pepino
Meio da manhã: suco de frutas e vegetais
Almoço: Lentilhas com legumes
Lanche: 2 cenouras ou uma batida de vegetais
Jantar: Grão de bico com espinafre

Evite farinha branca e açúcar

Se você deseja comer bem, evite alimentos que ofereçam “calorias vazias” , ou seja, produtos com uma ingestão nutricional muito baixa e que, no entanto, estejam cheios de calorias. Esses alimentos são, sobretudo, farinhas açucaradas e brancas que, devido ao componente viciante do açúcar, farão com que você queira continuar comendo em vez de saciar o apetite.

As farinhas brancas passaram por um processo de refino industrial durante o qual perderam a maioria de seus nutrientes e são misturadas com açúcares; Por esse motivo, é altamente recomendável que você pare de consumir pães brancos ou massas e, na sua falta, opte pela versão integral que é muito mais nutritiva e, também, muito rica em fibras, o que satisfará sua fome.

Consuma carboidratos para evitar a fome

E, finalmente, é essencial comer bem e não passar fome, pois os carboidratos fazem parte de sua dieta .

Muitas pessoas consideram esse grupo de alimentos um inimigo da vida saudável, mas é uma crença totalmente falsa. Os carboidratos são nossa principal fonte de energia e, além disso, são muito saciantes (principalmente quando adotamos a versão integral, como já apontamos).

Por esse motivo, é recomendável começar o dia com uma porção significativa de carboidratos e, durante a primeira metade do dia, esses alimentos também fazem parte de nossa dieta: você pode acompanhar sua refeição com 40 gramas de pão para obter uma sensação mais rápida de saciedade.

Mas é claro: à noite, é melhor não comê-los, porque nosso corpo não precisa dessa injeção de energia e, se os consumirmos, eles acabarão se acumulando como gordura saturada.

Motivos para consumir coco

O coco é uma fruta ainda bastante desconhecida para algumas pessoas, mas você deve saber que pode tirar muito proveito dessa fruta, melhorando por dentro e por fora, em sua pele.

O coco é uma fruta muito rica e com a qual diferentes receitas podem ser feitas, mas também é apreciado em outras áreas da vida, como artesanato ou medicina.

Neste artigo queremos focar nos benefícios de comer coco, pois se à primeira vista você não o conheceu, deve saber que o coco tem muitos nutrientes e propriedades benéficas para o nosso corpo.

Você quer conhecer todos os segredos desta fruta? Então continue lendo.

1- Muito rico em minerais e vitaminas

Nos países tropicais (como o nosso), onde existem muitos coqueiros, o coco é amplamente consumido porque suas propriedades são bem conhecidas. Os principais benefícios estão em sua semente, que contém vitaminas, minerais e oligoelementos que ajudam nosso corpo a funcionar corretamente. Além disso, fornece cálcio, magnésio, fósforo, ferro, sódio, selênio, iodo, zinco, flúor e manganês.

2- Ajudam a nos hidratarmos

Você deve levar em consideração que os benefícios do coco são mais consumidos com seu consumo ocasional. Uma de suas características é o alto teor de água, além de frutas como melão ou melancia. Com isso, ajudamos nosso corpo a não ficar desidratado, tornando-o um bom lanche para atletas que perdem sais minerais mais rapidamente.

Além de hidratante, é remineralizante, antioxidante, energético e regulador da pressão arterial, por isso é perfeito para quando nos exercitamos continuamente!

3- Bom para o coração

Outro dos benefícios de comer coco é encontrado na água de coco, o líquido que sai da fruta quando é imaturo. Essa água é muito boa para o coração, pois é pobre em açúcares e gorduras e rica em minerais e oligoelementos. Beber regularmente nos ajuda a reduzir a pressão sanguínea e diminuir os triglicerídeos, ou seja, o colesterol ruim.

4- Ajuda na perda de peso

Um efeito colateral do coco é que ele nos ajuda a perder peso. E por quais motivos?

Bem, porque o que essa fruta tropical realmente faz é regular a tireoide; de fato, estudos científicos dizem que melhora seu desempenho em 20%. E você já sabe, com uma tireoide funcionando perfeitamente, regular o peso é muito mais fácil.

5- Ajuda a nos desintoxicar

Se o que você quer é desintoxicar o corpo e limpar seu sistema digestivo, o coco também será seu aliado. É considerado um poderoso antibacteriano e antifúngico, por isso limpa profundamente o sistema digestivo, que às vezes maltratamos ao comer muito ou mal. Além disso, o óleo de coco pode nos ajudar a combater infecções. Por isso, se você sentir desconforto digestivo, aproveite e tome um coco.

6- Bom para diabéticos

Para os diabéticos também há boas notícias, assim como para quem ainda não tem essa doença mas deseja controlar o açúcar no sangue. O coco é excelente para controlar esse aspecto do nosso corpo, bem como para combater a obesidade.

7- Diurético

Outro dos benefícios de comer coco é encontrado no leite deste alimento, que é muito diurético e, portanto, ideal para combater a retenção de líquidos, graças ao seu alto teor de fibras. Esta propriedade também ajuda as pessoas que sofrem de constipação.

Benefícios do leite de aveia para nossa saúde

O leite de aveia é um dos melhores substitutos para o leite de vaca, sendo uma opção requintada e deliciosa para o substituir completamente, o que traz muitos benefícios para sua saúde; E se você tem intolerância à lactose, pode ser sua alternativa ideal.

Este leite é o resultado de aveia integral, óleo de girassol não refinado e sal marinho.

Hoje explicamos quais são os benefícios do leite de aveia para a sua saúde para que você avalie a possibilidade de começar a tomá-lo em sua dieta.

Propriedades e benefícios do leite de aveia para a saúde

Começamos este artigo sobre quais são os benefícios do leite de aveia para falar sobre todas as propriedades que ele traz para a saúde e, portanto, nos ajuda a desfrutar de um corpo mais saudável.

Rico em fibras: o leite de aveia é rico em fibras, o que é muito saudável para eliminar o colesterol e tratar doenças cardiovasculares. Além disso, por possuir beta-glucana, favorece a flora intestinal positiva e ajuda as pessoas que sofrem de constipação ou outro tipo de distúrbio intestinal.

Rico em vitamina B: o leite de aveia, por possuir um alto índice de vitamina B, é ideal para reduzir o estresse e acalmar os nervos. Se você sofre de ansiedade, tome um bom copo desta bebida.

Ele limpa o corpo: além disso, outro dos benefícios do leite de aveia é que ele consegue eliminar o acúmulo de toxinas no corpo. Portanto, podemos desfrutar de um corpo mais limpo e em perfeitas condições. Isso nos permitirá ter uma melhor digestão e, em geral, nos sentirmos em boa saúde.

Controle os níveis de açúcar: o leite de aveia é ideal para controlar o açúcar no sangue e garantir que nosso corpo esteja perfeitamente equilibrado e saudável.

Rico em aminoácidos essenciais: essas substâncias nos ajudam a otimizar o funcionamento do nosso corpo e, portanto, impedem que as células sofram envelhecimento prematuro.

3 benefícios do leite de aveia para perda de peso

Se você quer perder peso, precisa saber que o leite de aveia é um bom aliado para alcançá-lo. De fato, é possível perder peso com aveia, pois é um cereal muito rico em fibras e com benefícios perfeitos para o controle de peso. E esses benefícios também são aqueles que incorporamos ao nosso corpo se tomarmos aveia na forma de leite.

Aqui descobrimos os 3 benefícios do leite para perder peso e, assim, entendemos por que é uma boa bebida para incluir em nosso dia a dia:

Efeito saciante: a aveia é rica em fibras. Este elemento, ao entrar no estômago, incha e ocupa mais espaço. Isso faz você se sentir mais cheio e mais satisfeito sem comer demais. Portanto, é 100% recomendado comer alimentos ricos em fibras quando você quer perder peso sem passar fome.

Reduz a absorção de gorduras: outra das propriedades do leite de aveia para perder peso é que, a fibra que ele nos fornece, ajuda a reduzir a absorção de gorduras. Isso faz com que nosso corpo use essas gorduras como fonte de energia e, portanto, elas não permanecem armazenadas no corpo.

Acelera o metabolismo: a aveia também é rica em mucilagem, um componente que atua em nosso corpo, acelerando o metabolismo naturalmente. Isso permite, sem fazer mais atividade, nosso corpo a queimar mais calorias.

Se o seu médico limitou a ingestão de leite de vaca para perder peso, pode ser um bom momento para começar a tomar leite de aveia, pois é ideal para dietas para perda de peso, pois seus açúcares lentos melhoram o funcionamento da atividade do pâncreas e a tireoide. Além disso, ajudará a acalmar a ansiedade que geralmente é sofrida durante uma dieta de baixa caloria.

Benefícios do leite de aveia para crianças

E para finalizar este artigo sobre os benefícios do leite de aveia, falaremos agora sobre seu uso em crianças, pois alas também podem se beneficiar notavelmente dos benefícios e propriedades deste leite vegetal, pois é um produto rico em nutrientes essenciais.

De fato, o leite de aveia nos fornece 36% de cálcio (enquanto o leite de vaca nos fornece 28%). Além disso, também contém vitamina A em grandes doses, além de exceder a contribuição do leite de vaca. Esses dois nutrientes são essenciais para o processo de crescimento das crianças.

É uma opção recomendada porque é uma bebida com baixo teor de gordura: fornece apenas 2,5 gramas por 100 ml, enquanto o leite de vaca inteiro fornece 8 gramas. Portanto, é uma boa ideia, caso você queira evitar o excesso de peso na infância.

Leite de aveia para bebês

Para os bebês, o leite de aveia é frequentemente recomendado se o bebê é intolerante à lactose. Mas, lembre-se de que a aveia não é adequada para pessoas com doença celíaca. Portanto, você deve ter muito cuidado antes de dar ao seu filho.

É muito rico em antioxidantes, de modo que fortalecerá o sistema imunológico da criança. Além disso, por ser rico em fibras, evita a constipação do bebê e melhora o trânsito intestinal.

De qualquer forma, recomendamos que você consulte o seu pediatra antes de fazer qualquer alteração significativa na dieta do seu bebê.

As vitaminas e os benefícios dos morangos para nossa saúde

Esta fruta cientificamente chamada de Fragaria vesca , F.viridis ou F. moschata , tem uma forma triangular que é acompanhada de sua cor vermelha com pequenos pontos. Sem dúvida, é muito popular devido ao seu cheiro intenso e um sabor que é muito apreciado pelos seres humanos.

É um alimento que é muito benéfico para a saúde, graças às suas inúmeras propriedades; E se você quiser saber mais, convidamos você para ler este artigo para aprender quais são as propriedades dos morangos para a saúde.

Cultivo de morango

Como fruta, podemos dizer que o morango tem a característica de ter um perfume apreciado e um sabor de grande doçura. Pertence à família Rosaceae, sendo uma planta perene, onde cerca de 90% das raízes estão nos primeiros 15 cm do solo. A parte comestível é caracterizada por ter sua superfície coberta por uma infinidade de pontos nas cores preta e amarela.

Embora o morango cresça em uma superfície plana a alturas superiores a 1.000 metros, ele precisa de condições ambientais específicas. Podemos dizer que as melhores áreas para cultivar são as de clima temperado, com verões curtos caracterizados por períodos quentes e invernos com temperaturas baixas. As insolações no verão fazem com que as folhas caiam prematuramente e que deformam os frutos, os deixando escuros, pequenos e com pouca consistência.

No momento da floração, o morango precisa de temperaturas temperadas e uniformes. As oscilações térmicas entre as horas diurnas e noturnas, bem como as chuvas, são um obstáculo ao seu crescimento. É por isso que o morango gosta mais de solos soltos, com pH neutro ou subácido, fresco, mas com boa drenagem e profundidade superior a 50 cm e ricos em substâncias orgânicas.

Devemos saber que o morango não aprecia solos muito pesados, calcários ou salinos, sendo os frutos bastante sensíveis ao mofo cinza.

A resistência dos morangos às doenças é uma das preocupações mais importantes na produção. Alguns dos insetos mais perigosos para os morangos são pulgões que causam ondulações nas folhas e nos frutos.

Propriedades do morango para a saúde

O morango tem importantes propriedades diuréticas e anti-reumáticas: tomar 3 ou 4 xícaras por dia de uma infusão de raízes e folhas nos ajudará a combater o ácido úrico, artrite ou gota. Podemos usá-lo como planta medicinal e possui as seguintes propriedades:

Anti-inflamatório: Tomar uma infusão de suas folhas traz grandes benefícios para todas as inflamações que surgem no intestino. Se você cozinhar as raízes, também poderá ajudar a reduzir as inflamações artríticas.

Anticolesterol: Por ter uma boa porcentagem de ácido ascórbico, lecitina e pectina em seus frutos, é ideal para diminuir os níveis de colesterol no sangue.

Laxante: Pode ser usado como um laxante natural.

Remédio anti-rugas : As folhas esmagadas e aplicadas na pele são um ótimo remédio para combater rugas.

Mineralizadores: É muito rico em vitamina C, com propriedades altamente antianêmicas e restauradoras para o nosso corpo. Eles são muito adequados para o crescimento.

Adstringente: se você beber três ou quatro xícaras por dia cozinhando suas folhas, poderá combater efetivamente a diarreia, além de poder curar feridas na boca.

Benefícios para a saúde do morango

Entre os destaques dessas frutas podemos comentar abundância em maior percentual do que em outros citrinos de vitamina C. Costuma-se dizer que uma pessoa adulta precisa de cerca de 60 miligramas de vitamina C diariamente e 100 gramas de morangos são suficientes para satisfazer o que nosso corpo precisa.

Além disso, o morango possui uma excelente ação antioxidante, igual às antocianinas ou vitamina E que também estão presentes. O principal efeito dos antioxidantes não é outro senão bloquear os efeitos nocivos dos radicais livres.
Nossa respiração com a presença de oxigênio é essencial para a vida de nossas células, mas como resultado disso, são produzidas moléculas chamadas radicais livres que geralmente causam efeitos negativos à saúde ao longo de nossas vidas devido à capacidade de alterar nosso DNA, proteínas e lipídios. Em nosso corpo, temos células que são renovadas continuamente, como as da pele ou do intestino, mas existem outras que não são, como as células do fígado.

A passagem do tempo significa que os radicais livres podem produzir alterações genéticas, que podem favorecer o desenvolvimento de doenças como o câncer ou diminuir as funções orgânicas, algo característico do processo de envelhecimento. Existem situações que aumentam a produção de radicais livres, como exercícios físicos intensos, poluição no ambiente, tabaco, infecções, estresse ou dietas ricas em gorduras, além de se bronzear demais.

Opiniões sobre a relação entre antioxidantes e doenças cardiovasculares são bem fundamentadas. Hoje sabemos que a chave é a modificação do chamado “colesterol ruim” (LDL-c), que tem um papel importante, tanto no início quanto no desenvolvimento da aterosclerose.

Os antioxidantes têm a capacidade de bloquear os radicais livres que alteram o chamado colesterol ruim, ajudando a reduzir o risco cardiovascular e o derrame. Baixos níveis de antioxidantes serão um fator de risco para certos tipos de câncer e doenças com efeitos degenerativos.

Como consumir morangos

A principal forma é o seu uso na gastronomia, sendo que o morango é uma fruta especialmente recomendada em regimes alimentares, devido à sua baixa concentração de carboidratos.

Eles podem ser consumidos sozinhos ou misturados com açúcar, açúcar e vinho, açúcar e creme, sorvetes, geleias, suco de laranja e sua presença também é muito apreciada em doces, bolos ou pastelaria em geral, onde suas cores vivas dão, sem dúvida, um toque colorido e servem como um excelente enfeite de comida. Você também pode fazer uma bebida alcoólica chamada licor de morango.

Suas folhas tenras podem ser retiradas, embora não seja muito frequente como vegetal. As folhas devem ser colhidas quando a planta florescer e as raízes quando estiverem prestes a secar. As frutas, bem maduras, devem ter uma cor rosa intensa. Devemos mantê-los à sombra e em locais bem protegidos do calor e da umidade do ambiente.

As vitaminas e minerais dos morangos

Eles são essenciais para o nosso corpo e, no caso particular da vitamina C, também têm a capacidade de promover a absorção de ferro em nossos alimentos, melhorando nossa capacidade de resistir a infecções, além de prevenir a anemia por deficiência de ferro. Existem situações vitais em que é necessária uma quantidade maior de vitamina C, como:

Lactação
Fumar
Uso de certos medicamentos
Estresse
Redução de defesas
Esporte intenso
Câncer
Doenças inflamatórias crônicas

Nesse tipo de caso, o consumo de morangos é altamente recomendado, assim como muitas outras frutas ricas em vitamina C. O ácido fólico, uma vitamina essencial na gestação, é abundante em morangos. Ele atua na divisão celular e multiplicação que ocorrem nos primeiros meses de gestação, sendo o consumo necessário para evitar espinha bífida em gestantes, o que é uma alteração no desenvolvimento normal do sistema nervoso fetal.

Entre os minerais, deve-se notar que os morangos têm uma quantidade alta de potássio e baixo teor de sódio, o que é altamente recomendado para todas as pessoas que têm pressão alta ou doenças do coração e vasos sanguíneos. Seu consumo deve ser levado em consideração por todas as pessoas com insuficiência renal e que precisam tomar dietas especiais nesse mineral.

Aqueles que tomam diuréticos que eliminam o potássio e as pessoas que sofrem de bulimia devem consumir essas frutas. Isso porque o vômito auto-induzido resulta em grandes perdas desse mineral.

Morango, uma fruta ideal para perda de peso

A composição dos morangos faz com que eles tenham um excelente efeito diurético, sem dúvida benéfico no caso de hiperuricemia ou gota, bem como em pedras nos rins, pressão alta ou em várias doenças associadas à retenção de líquidos. No caso de cálculos renais devido a cálculos de oxalato, eles não são recomendados devido ao seu teor de ácido oxálico.

Os morangos são uma ótima fonte de fibras, um nutriente que tem um excelente efeito protetor em nosso corpo; a razão é o mecanismo de sequestro de substâncias potencialmente perigosas. A fibra desempenha uma função que poderíamos chamar de “prisão”, aprisionando vários compostos, como ácidos biliares ou colesterol, que são excretados junto com as fezes, beneficiando pessoas com hipercolesterolemia ou cálculos biliares.

Podemos acrescentar que o trânsito intestinal é acelerado, reduzindo o tempo em que essas substâncias prejudiciais à saúde estão em contato com o tecido intestinal, o que ajuda a prevenir ou melhorar a constipação e minimiza o risco de câncer de cólon. O alto teor de salicilato dos morangos é parcialmente responsável pelas reações cutâneas que podem causar (urticária) e isso ocorre principalmente a todas as pessoas que sofrem de alergia ao ácido acetilsalicílico.

Benefícios e vitaminas das nozes

As nozes são um alimento muito benéfico para a saúde, se ingeridas com moderação, pois apresentam alta ingestão calórica. As nozes, em particular, oferecem uma série de vantagens, como seu efeito antioxidante ou ajudam a melhorar a memória. Portanto, recomenda-se a incorporação de nozes em qualquer dieta equilibrada e, assim, aproveitar todas as propriedades das nozes.

Benefícios para a saúde e propriedades das nozes

As nozes fornecem uma grande quantidade de fibras, carboidratos e proteínas, além de serem uma fonte de vitaminas (A, B1, B6 e E) e minerais como potássio, fósforo e ferro…

No entanto, as nozes, como outras nozes, também fornecem uma grande quantidade de calorias , portanto, este alimento não pode ser abusado. Ele sempre será benéfico em pequenas quantidades.

Da mesma forma, esse alimento se destaca por seus óleos vegetais polinsaturados que ajudarão a prevenir doenças cardiovasculares e, por sua vez, ajudarão a reduzir o colesterol naturalmente. Isso porque as nozes são um alimento muito rico em ômega 3 ou ácido linolênico.

As nozes também têm propriedades antioxidantes, ou seja, ajudam a manter as células jovens e previnem o envelhecimento. Também é uma boa maneira de combater os radicais livres, que são a causa de várias doenças graves, como o câncer.

Por outro lado, afirma-se que o alto teor de polifenóis das nozes ajuda a memória; portanto, o consumo desses frutos secos nos ajudará no dia a dia, mas também previne doenças como demência senil ou Alzheimer precoce.

Também digna de nota é a contribuição do cálcio das nozes, portanto elas ajudam a fortalecer os ossos e, assim, previnem o aparecimento de doenças ósseas, como a osteoporose. Por esse mesmo motivo, seu consumo é recomendado para mulheres em menopausa ou pós-menopausa, pois nessa fase os ossos enfraquecem.

Lembre-se de que é necessário comer nozes com moderação, pois sua ingestão calórica é notável e, caso contrário, elas podem contribuir para o excesso de peso. Da mesma forma, é recomendável comprar nozes com casca e abri-las exatamente quando você as consumir, preservando todas as propriedades benéficas da noz.

Contra-indicações para as nozes

Agora que você conhece as propriedades das nozes e seus múltiplos benefícios, também é interessante conhecer o outro lado da moeda. Uma vez que, como em todos os aspectos da alimentação, as nozes podem ser contra-indicadas para pessoas com um perfil ou características específicas.

Bebês ou crianças: crianças menores de 3 anos não devem comer nozes porque são uma fruta densa e difícil de mastigar que pode sufocá-las.
Alergia: as nozes são uma das nozes que produzem mais alergias e, portanto, é essencial que você faça um teste de alergia antes de comê-las para garantir que não se sentirá mal.

Diarreia ou problemas estomacais: comer nozes excessivamente pode causar alterações no sistema gastrointestinal, por isso é importante não exagerar e, acima de tudo, detectar como seu corpo se sente.

Pedras nos rins: Pessoas com essa condição não devem consumir nozes, porque esta fruta é muito rica em oxalatos.

Hipertensos: as pessoas com pressão alta devem regular o consumo de nozes, porque são ricas em sódio.

As nozes engordam?

Sim, as nozes engordam. De fato, as nozes são geralmente ingredientes com muito calorias e, portanto, podem nos engordar. Mas somente se comemos em excesso, caso contrário, eles são alimentos muito benéficos para a saúde.

As nozes são ricas em gorduras saudáveis, um tipo de gordura necessária para o funcionamento do nosso corpo. Portanto, enriquecer uma salada com 3 ou 4 nozes é um hábito muito saudável e também perfeito para perder peso. Isso porque ajudarão você a encher o seu prato com nutrientes essenciais e, além disso, eles satisfarão seu apetite de maneira saudável.

Benefícios do bambu para a nossa saúde

Você já experimentou bambu? Esta planta de origem oriental é cada vez mais difundida em todo o mundo, mas não apenas por ser uma das plantas mais decorativas que podem ser encontradas, mas também para consumo como alimento e cosmético. Além disso, ela pode nos ajudar a prevenir e tratar problemas de ossos, pele e coração, além de nos ajudar a perder peso.

Deseja conhecer as principais propriedades do bambu para a saúde ? Continue lendo este artigo, no qual detalhamos todas elas e explicamos como você pode aproveitá-lo.

Componentes nutricionais e propriedades do bambu

Esta planta cientificamente conhecida como Bambusoideae é um alimento que você deseja incluir em sua dieta a partir de agora por suas inúmeras propriedades. Em sua composição nutricional, destaca-se o alto nível de fibras e minerais, o que faz desta uma grande fonte de nutrientes, especialmente necessários para combater desordens ósseas e cuidar da derme em profundidade. Na composição nutricional do bambu , destacamos os seguintes nutrientes:

Fibras
Proteínas
Vitaminas A, B6 y E
Silício ou sílica
Potássio
Fósforo
Sódio
Ferro
Magnésio
Manganês
Cobre
Ácido fólico
Flavonóides
Lignanos o polifenois

Graças à sua composição, esta planta, abundante na Índia e na China, oferece grandes benefícios. Entre as propriedades do bambu para a saúde, deve-se destacar que é antibacteriana, antifúngica, antiviral, remineralizante e acredita-se que ele atue como anticâncer, graças ao seu alto teor de antioxidantes. Além disso, possui muito poucas calorias e é muito pobre em gordura, o que a torna um ótimo aliado para quem procura perder peso de maneira saudável.

Bambu para perda de peso

Esta planta favorece a digestão, ajuda a resolver a constipação e cuida da saúde intestinal, ajudando a regular a eliminação de toxinas e gorduras acumuladas. Tudo isso graças ao seu alto teor de fibra alimentar, pois a cada 100 gramas dessa cana encontramos 8 gramas de fibra.

Além disso, o Bambusoideae fornece poucas calorias, açúcares e carboidratos. Especificamente, 100 gramas desta planta têm apenas 13 kcal, 2,4 gramas de açúcar e 0,48 grama de gorduras. Além disso, é um alimento que nos ajuda a sentir saciedade. Portanto, incluí-lo em uma dieta para perder peso ajudará a tornar mais fácil o processo.

Cuide dos ossos e articulações com bambu

Tanto as vitaminas quanto as proteínas e ácidos que esse vegetal contém fornecem grandes efeitos no tratamento de ossos e articulações, mas a grande quantidade de minerais que ele contém são os que realmente trabalham para proteger e regenerar essas partes do corpo.

Especificamente, o silício ou sílica estimula a síntese de colágeno para regenerar e fortalecer naturalmente a cartilagem e os tecidos conjuntivos nas articulações e nos ossos. Portanto, é ideal para prevenir e aliviar doenças articulares e ósseas, como artrite e osteoporose, além de ajudar a tratar a descalcificação óssea.

Propriedades do bambu para cabelos e pele

Certamente você já viu produtos para lavar, cuidar e tratar os cabelos que contêm extrato de bambu, pois este produto fornece nutrição, hidratação, força e brilho aos cabelos. Mas você também pode usá-lo em máscaras caseiras de cabelo de bambu, sendo uma opção muito mais natural. Você só precisa comprá-lo já cortado, o que eles costumam vender como alimento, e liquefazê-lo junto com outros ingredientes nutricionais, como azeite ou abacate, e use essa mistura duas vezes por semana para obter um cabelo saudável e brilhante.

Além disso, o bambu nos permite cuidar profundamente da nossa pele e prevenir o envelhecimento precoce. As vitaminas, minerais e ácidos que ele contém atuam para promover a produção natural de colágeno, ajudando a pele a curar e regenerar mais facilmente, ou pequenas imperfeições a desaparecer, impedindo que elas fiquem mais marcadas.

Também possui propriedades anti-inflamatórias e calmantes, razão pela qual na medicina tradicional é amplamente utilizado para aliviar as condições da pele e os problemas musculares. Por esse motivo, é comumente usado neste tipo de medicamento natural para tratar doenças como eczema, psoríase e pele seca.

Atualmente, já existem produtos cosméticos com o extrato dessa planta como ingrediente principal. Você pode encontrar de tudo, desde cremes, géis, sabonetes e loções até esfoliantes e até tratamentos com carvão de bambu ativado.

Cuida do seu coração e levanta suas defesas

Graças a todos os componentes mencionados e, principalmente, às fibras e vitaminas, esta planta oriental ajuda a reduzir a gordura no sangue, prevenir e tratar a arteriosclerose e regular o colesterol.

Além disso, graças às suas propriedades antifúngicas, antibacterianas, antivirais e anticâncer, é considerado um bom alimento para aumentar as defesas, prevenindo inúmeras doenças virais, bacterianas e fúngicas, além de prevenir alguns tipos de câncer e ajudar a reduzir sua progressão em alguns tipos, nos estágios primários, graças também à sua capacidade antioxidante.

Bambu para aliviar os sintomas da menopausa

Com um alto teor de vários minerais, esta planta é considerada um ótimo alimento remineralizante, algo necessário durante a menopausa para cuidar da saúde dos ossos e de vários órgãos do corpo. Essa capacidade, juntamente com suas propriedades anti-inflamatórias e a ação dos flavonóides, faz com que seja uma planta perfeita para tratar e reduzir os sintomas da menopausa e fortalecer o organismo, fornecendo substâncias que reduzem gradualmente a produção natural.

Assim, consumir bambu na pré – menopausa e na menopausa ajudará você a enfrentar melhor as alterações sofridas nesta fase e a prevenir doenças que resultam da baixa produção de colágeno e outras substâncias nos ossos e na pele.

Como consumir bambu

O Bambusoideae pode ser consumido de várias maneiras diferentes, dependendo se você precisa de seus componentes e propriedades de forma mais concentrada, por exemplo, para tratar problemas de saúde que já apareceram ou de forma mais natural para consumi-lo como ingrediente em seus pratos para melhorar sua saúde e prevenir problemas futuros.

Assim, o bambu pode ser consumido das seguintes maneiras:

Cozido

Na verdade, em todo o mundo é consumido principalmente em fatias e brotos tenros, grelhados ou cozidos, embora sejam comidos na maior parte cozidos porque seu sabor é bastante amargo e esse modo de cozinhar o reduz. É muito comum encontrá-lo como acompanhamento e em saladas. Embora existam também receitas nas quais é usado como ingrediente principal e, além disso, geralmente é acompanhado com um pouco de molho.

Extrato de bambu em cápsulas

Também é comum consumir a substância ou exsudado extraído dos caules e nós das palhetas femininas. Este exsudato é conhecido como tabashir de bambu, bamboosil ou lágrimas de bambu e pode ser tomado principalmente em cápsulas. As propriedades das cápsulas de bambu são as mesmas encontradas em outras partes da planta, mas seus componentes são muito mais concentrados do que em brotos ou fatias. Portanto, tomá-lo em cápsulas é indicado para quem procura uma boa prevenção ou melhora de um problema principalmente ósseo, nas articulações ou na pele, pois são as áreas em que atua com mais facilidade.

Suco de bambu

Além disso, outra maneira usual de tomá-lo em países asiáticos é em suco ou sumo e é conhecido pelo nome de Zhu li. Este é extraído das hastes verdes quando queimadas e tem um sabor doce e geralmente é resfriado. Além de fornecer todas as propriedades desta planta, é uma bebida muito refrescante e é especialmente recomendada para aliviar problemas como tosse com catarro.

Assim, você pode optar por adicioná-lo a alguns pratos ou tomar as cápsulas e, nesse caso, terá que seguir as instruções na embalagem do produto. De qualquer forma, é necessário que você consulte seu médico para ver se este é um alimento adequado para você e qual é a melhor maneira de tomá-lo no seu caso.

Contra-indicações do bambu

Quase não existem contra-indicações para o bambu em cápsulas, extrato ou consumido como alimento e, no momento, ele ainda está sendo investigado. Mas estes são os casos em que é recomendável não tomá-lo ou reduzir muito seu consumo:

As pessoas que estão em tratamento para azia não devem consumir bambu por um longo tempo. Isso ocorre porque, devido ao seu conteúdo em silício orgânico, que interage com o medicamento, ele pode acabar produzindo pedras nos rins. Isto é muito importante, especialmente se o silício é consumido como suplemento alimentar e não é orgânico.

As cápsulas de extrato de bambu, onde os componentes estão concentrados, não são a melhor opção para mulheres grávidas, lactentes e crianças com menos de 12 anos de idade. Nesses casos, é melhor consumir bambu naturalmente.

Para que serve a salsa em jejum?

A salsa é uma planta herbácea que é uma das mais conhecidas e utilizadas na culinária, principalmente no Mediterrâneo há mais de 2.000 anos, sendo usado para cozinhar, mas também para fins curativos ou medicinais por curandeiros antigos e, inclusive, também por feiticeiros e pessoas que se acreditava curar através de plantas.

Mas longe do misticismo, é verdade que a salsa tem muitas vitaminas e ferro. De fato, é uma das espécies em que essas contribuições ao corpo estão mais concentradas. Uma razão pela qual muitas pessoas decidem tomá-lo regularmente.

Mas para que serve a salsa com o estômago vazio? Principalmente, é usada para nos ajudar a perder peso, embora não seja o único benefício.

Hoje nós explicaremos todas as suas propriedades e benefícios, além de indicar como é tomado para ajudá-lo a perder peso ou se beneficiar de toda a sua contribuição de vitaminas e minerais.

A salsa é uma planta herbácea rica em vitaminas A, C e K, além de ter a quantidade diária necessária de cálcio, ácido fólico e ferro que todos devem ingerir e que são melhor assimilados pelo organismo quando a salsa é ingerida. jejum.

Devido a esta composição nutricional, a salsa tem grandes propriedades e benefícios para a nossa saúde:

Ativa o sistema imunológico: a salsa ajuda a fortalecer e fortalecer o sistema imunológico devido ao seu teor de vitamina C.

Antioxidante: Esta planta herbácea também contém beta-caroteno, que é um poderoso antioxidante, que ajuda a lidar com os radicais livres e, consequentemente, a parar os efeitos do envelhecimento na pele e outras consequências, como o câncer de pele.

Diurético: a salsa favorece a função renal correta, sendo de grande ajuda para evitar a retenção de líquidos e eliminar toxinas. Consequentemente, facilita a perda de peso. Além disso, ajuda a quebrar as pedras nos rins contendo oxalatos e evitando infecções urinárias.

Anti-inflamatório: as propriedades anti-inflamatórias também fazem parte da lista de benefícios da salsa em jejum, para ajudar a evitar a inflamação das articulações e, consequentemente, a dor a elas associada. Da mesma forma, é benéfico em casos de reumatismo.

Energizante e tônico: a salsa fornece energia, especialmente para pessoas com anemia devido ao seu alto teor de ferro. Portanto, é um remédio para pessoas que costumam se sentir muito cansadas.

Antitumor: vários estudos realizados com mamíferos em laboratório mostraram que a salsa inibe o crescimento de tumores.

Regulador da glicose: a salsa também contém mirecetina, que reduz o risco de diabetes tipo 2 e ajuda a regular a glicose no sangue.

Digestivo: A salsa em jejum também é benéfica para melhorar o sistema digestivo. Por exemplo, protege das inflamações gastrointestinais. Além disso, favorece o trânsito intestinal correto, pois possui um leve efeito laxante.

Como tomar salsa com o estômago vazio

Ao falar sobre como tomar salsa com o estômago vazio, pode-se dizer que existem várias formas que você pode fazer isso, embora, em geral, as mais comuns sejam infusões como chá, batidas ou temperos e refeições e alimentos com esta planta. Todas essas opções mantêm os benefícios de saúde da salsa:

Chá de salsa em jejum

A melhor maneira de tomar salsa para emagrecer o abdômen é o chá ou a infusão desta planta. Sua preparação é simples:

Deixe ferver uma quantidade de água equivalente à de um copo.
Quando ferver, adicione algumas folhas de salsa.
Retire a panela do fogo na primeira fervura após adicionar as folhas.
Deixe repousar pelo menos dez minutos com a panela coberta.
Coe a infusão e está pronta para beber.

Embora esta seja a melhor maneira de consumir a salsa para emagrecer o abdômen, a verdade é que existe outra maneira que é muito mais concentrada. Para isso deve combiná-lo com limão. Especificamente, você deve preparar um suco de salsa com limão para perder peso, o que é feito adicionando à infusão o suco natural deste citrino.

Se você bebe chá de salsa ou suco de salsa de limão para perda de peso ou outros benefícios à saúde, é recomendável que você beba uma xícara com o estômago vazio. É importante que você não adicione açúcar ou adoçantes se quiser perder peso. Na boca é um pouco amargo, mas vale a pena ver os resultados.

Batida de salsa em jejum

A salsa para afinar o abdômen também pode ser tomada na forma de uma batida. Por exemplo, uma opção é combiná-la com outros alimentos que também são indicados para perda de peso, como aipo e pepino, e que também são diuréticos e com pouca gordura. A preparação é simples:

Lave bem todos os ingredientes
Misture cada uma no liquidificador, começando com o pepino e depois o aipo
Adicione algumas folhas de salsa e misture novamente até obter uma mistura homogênea

E você já tem esse suco pronto para poder tomar salsa com o estômago vazio antes do almoço, sendo conveniente não tomar mais de um copo por dia.

Salsa nas refeições como condimento

Este alimento pode ser adicionado a diferentes refeições para ser consumido diariamente. Por exemplo, você pode preparar molhos, fazer tortilhas, sopas etc. As possibilidades são numerosas.

Contra-indicações de tomar salsa com o estômago vazio

Apesar dos benefícios para a saúde da salsa, também deve-se saber que ela possui algumas contra – indicações:

Gravidez: não é bom tomá-la durante a gravidez, porque a salsa ativa a circulação sanguínea e pode ter um efeito estimulante no útero.
Menstruação: nos dias da menstruação, você deve evitar tomar salsa justamente por causa dessa ativação da circulação, principalmente se você tiver muito sangramento.
Problemas renais: pessoas com insuficiência renal devem evitá-la devido ao seu efeito diurético.

Alimentos diuréticos para perder peso e eliminar líquidos

A retenção de líquidos é uma condição que nos faz sentir mais inchados e até ganhar peso. É produzido por um acúmulo de líquido em algumas áreas do corpo e, além de um ganho de volume, causa sintomas como ganho de peso, casca de laranja e diminuição da urina. Assim, é importante revisar a dieta e fazer as alterações necessárias para combater essa condição e livrar-se desses líquidos acumulados do corpo. E para isso existem alguns alimentos que têm as propriedades de purificar e desintoxicar o corpo naturalmente, de modo que seu consumo pode ser de grande ajuda.

Além disso, devido à baixa ingestão calórica e à composição, são excelentes para promover a perda de peso. Continue lendo este artigo e descubra quais são os melhores alimentos diuréticos para perder peso e eliminar líquidos.

Benefícios dos alimentos diuréticos

Alimentos diuréticos são aqueles que ajudam a eliminar o excesso de água do corpo e, portanto, também todas as toxinas que se acumulam e são prejudiciais à saúde do corpo. Quando esse tipo de alimento é consumido, a função dos rins é estimulada, órgãos encarregados de filtrar o sangue e expelir substâncias tóxicas do corpo pela urina.

Ao purificar o corpo e eliminar todas as toxinas, são impedidas condições como retenção de líquidos, celulite, ganho de peso, pressão alta, indigestão, entre outras.

O abacaxi

Entre os alimentos diuréticos para perder peso e eliminar líquidos do corpo, destaca-se o abacaxi. Esta fruta refrescante contém substâncias como asparagina e bromelina que facilitam a expulsão de líquidos acumulados no corpo, o que é excelente para evitar inchaço e outros sintomas causados ​​pela retenção de líquidos.

Além disso, o abacaxi é uma fruta ideal para perder peso mais rapidamente porque é muito baixa em calorias, sacia, elimina toxinas e promove a saúde do sistema digestivo, melhorando o processo de digestão.

A melancia

A melancia é outra das frutas diuréticas que podem ajudar você a perder peso e purificar seu corpo de forma eficaz. É composta principalmente de água e, portanto, é um ótimo diurético e limpador natural que ajuda a combater e prevenir a retenção de líquidos e celulite. Ainda é rica em arginina, uma substância que permite queimar mais gordura.

Ao mesmo tempo, é embalada com antioxidantes que protegem o corpo da ação prejudicial dos radicais livres, tornando-se uma excelente opção para a saúde geral do corpo.

O mamão

O mamão também é composto principalmente de água e uma de suas principais propriedades é que ajuda a eliminar os líquidos retidos no corpo. Também é muito rico em fibras e uma enzima chamada papaína, que permite acelerar a digestão dos alimentos que você come e combater a azia.

Por outro lado, seu conteúdo em vitaminas A, B1, B2 e C, juntamente com seus níveis de fibra, o tornam um dos alimentos diuréticos e laxantes mais eficazes e, por esse motivo, é bom no tratamento da constipação.

Aipo

O aipo é um vegetal que possui 90% de água e fornece muito poucas calorias quando consumido, motivo pelo qual pode ser considerado um dos melhores alimentos diuréticos para desinflar e perder volume. Estimula a produção de urina e favorece os movimentos intestinais, permitindo assim a eliminação de líquidos e toxinas.

Além do exposto, reduz o apetite, melhora a digestão e contribui para a queima de gordura. Uma das melhores receitas com aipo para perder peso que você pode preparar é uma infusão baseada neste vegetal.

A alcachofra

Alcachofra é um vegetal perfeito para perder peso e purificar o corpo ao mesmo tempo. É muito rico em potássio e isso aumenta a produção de urina, impedindo a retenção de líquidos no organismo. Contém muita fibra, por isso regula o trânsito intestinal, é saciante e evita o acúmulo de gorduras.

Além disso, possui um componente chamado cynarin, que acelera o metabolismo e melhora a digestão, fazendo com que quantidades maiores de gordura sejam queimadas.

A salsa

Um condimento popular como a salsa também é um dos grandes diuréticos naturais. Isso se deve principalmente ao seu conteúdo em apiol e potássio, que permitem eliminar líquidos e toxinas e promover a saúde dos rins.

Outras das propriedades de emagrecimento mais interessantes da salsa são que melhora o trânsito intestinal, ajuda a eliminar gases, reduz o apetite, diminui os níveis elevados de colesterol e favorece o processo de queima de gordura.

O limão

Entre as frutas cítricas diuréticas , destaca-se o limão , pois também é um bom aliado para perder peso mais rapidamente e beneficiar a saúde do organismo. Quando consumido, elimina toxinas acumuladas e aumenta a produção de urina, ajudando a expelir mais líquidos. Além disso, seu conteúdo em potássio, magnésio e vitamina C permite estimular o funcionamento dos rins.

Também é muito saciante, melhora a digestão e acelera o metabolismo, conseguindo maior queima de gordura.

O pepino

Por fim, incluímos o pepino como um dos melhores alimentos para eliminar líquidos, graças ao fato de conter muita água, enxofre e silício. Esses dois últimos componentes são excelentes para estimular a função renal e remover o ácido úrico, reduzindo assim as chances de retenção de líquidos.

Também ajuda a acalmar a fome, fornecendo muito poucas calorias ao ingeri-lo, além de reduzir a inflamação abdominal e ajuda a combater a constipação.

As melhores infusões diuréticas para perda de peso

Além dos alimentos diuréticos para perder peso e eliminar líquidos anteriores, também existem plantas medicinais que têm a propriedade de purificar e desintoxicar o corpo de uma maneira muito eficaz. Abaixo, mostramos quais são as infusões diuréticas mais destacadas:

Infusão de gengibre
Chá verde
Dente de leão
Funcho
Chá vermelho
Infusão de canela
Louro
Bétula

Alimentos para cuidar dos seus rins e bexiga

Os rins e a bexiga são dois órgãos mais importantes em nosso corpo, não apenas por sua função no sistema urinário, mas também no sistema linfático, pois ajudam o fígado a eliminar toxinas e resíduos.

Existem muitos fatores que podem piorar ou danificar nossos rins, mas um deles, e ao qual menos prestamos atenção é a dieta; os alimentos e bebidas que ingerimos podem danificar nossos rins sem perceber. Álcool, café, bebidas extremamente açucaradas ou gaseificadas ou sal são muito irritantes e fazem com que os rins trabalhem muito mais do que o normal.

Dar uma trégua aos nossos rins e descansar desses alimentos de vez em quando seria o ideal. No entanto, existem muitos outros alimentos que são benéficos. E para ajudá-lo nisso, hoje mostramos a você dez bons alimentos para os rins e bexiga.

Mirtilos

Os mirtilos são os frutos mais conhecidos como desintoxicantes dos rins, que também ajudam a limpar a bexiga. Suas propriedades fortalecem os rins e previnem infecções, impedindo o desenvolvimento de bactérias. Além disso, eles eliminam os depósitos de cálcio, o que é muito favorável para evitar a formação de pedras nos rins.

É melhor consumi-los com o estômago vazio, preparando um suco de mirtilo sem adicionar açúcar, o que irá torná-lo mais saudável. Além disso, fará seu corpo receber líquido, também necessário para o funcionamento urinário adequado. Mas se você preferir, também pode consumi-los sozinhos.

Beterraba

A beterraba tem muitas propriedades diuréticas e desintoxicantes e ajuda a melhorar a saúde dos rins e do sistema urinário. É rica em potássio e os alimentos com este mineral são altamente recomendados para fortalecer e limpar os rins, fígado ou até a vesícula biliar.

Outros alimentos ricos em potássio são aipo, cenoura ou a salsinha que veremos a seguir. Também temos o espinafre.

Você pode usar todos esses ingredientes para preparar um suco e tomá-lo no café da manhã. Se você não quiser adicionar tantos ingredientes, também é altamente recomendável o suco de cenoura e beterraba.

Você também pode consumir beterraba em saladas ou outras preparações.

Cenoura

Outro bom alimento para a bexiga e os rins são as cenouras. Este vegetal é rico em potássio, o que o torna um alimento muito saudável para o sistema urinário e especialmente para os rins. A cenoura purifica o sangue e ajuda os rins a funcionar corretamente.

Um suco de cenoura pela manhã pode ser um bom acompanhamento para o café da manhã. Você pode adicionar outros vegetais ou frutas para dar um sabor melhor.

Aipo

O aipo é outro vegetal rico em potássio, além de ser um diurético. Você pode usá-lo em saladas ou em cremes de vegetais. Uma boa base para um creme de legumes pode ser aipo, cenoura e batata. As batatas também ajudam a prevenir pedras nos rins e fortalecer os rins.

Você também pode deixar o creme como está, se não quiser adicionar mais vegetais. Mas lembre-se de não adicionar muito sal, o que piorará o funcionamento dos rins. Você pode decorá-lo com um pouco de salsa picada por cima, o que irá dar um toque ao prato e também adicionar outro alimento benéfico para os rins.

Melancia

A melancia é um alimento ideal para fortalecer os rins, além de combater algumas doenças urinárias. É composta principalmente de água, o que a torna um poderoso antioxidante. Além disso, contém potássio e ajuda a prevenir algumas condições como cistite, cálculos renais, uretrite ou até retenção de líquidos.

Abacaxi

O abacaxi é um alimento poderosamente diurético que ajuda muito o sistema urinário e a limpeza da bexiga. É rico em enzimas vitamina C, potássio e bromelina que ajudam a prevenir e combater infecções. Além disso, reduz o risco de pedras nos rins.

Salsinha

A salsa crua ou infundida ajuda a limpar os rins. Você pode fazer uma infusão com um monte de salsa cozida e coada. Se você deixar o resultado na geladeira, tomará uma ótima bebida para limpar os rins e também eliminar todo o sal. Obviamente, você deve consumi-la em cinco dias.

Morangos

Os morangos são antioxidantes e ajudam a proteger as células e a prevenir a oxidação. Portanto, eles ajudam a limpar os rins e promovem a eliminação de resíduos do corpo.

Nós tendemos a consumir morangos com açúcar ou batidos que contêm grandes quantidades de adoçantes. Alimentos doces sobrecarregam os rins e os deterioram. Portanto, é melhor consumir os morangos sozinhos ou, se preferir, fazer um suco com outras frutas, como melancia ou abacaxi. Você pode até adicionar um pouco de banana, uma vez que também é rica em potássio.

Espinafre

Hoje, o espinafre é muito popular, especialmente em sucos e batidas da manhã, e também são bons alimentos para os rins e a bexiga. Tire vantagem de beber um suco que contém espinafre pela manhã, pois eles são desintoxicantes e ajudam a limpar os rins. Se preferir, pode misturá-los à salada. Obviamente, você deve consumi-los crus e não cozidos, pois dessa forma eles não ajudam a desintoxicar.

Feijão azuki

Nem tudo são frutas e vegetais, pois também existem vegetais que ajudam a cuidar dos nossos rins. Essas leguminosas são típicas do Japão, embora possamos encontrá-las no supermercado sob o nome de soja vermelha ou em fitoterápicos. São pequenos grãos avermelhados que têm propriedades terapêuticas para distúrbios renais.

Você pode adicioná-los em saladas, mas também triturados em algumas sobremesas. Talvez o nome “anko” lhe seja mais familiar, mas este é o nome do resultado do esmagamento desses grãos.

Beba água para limpar os rins e a bexiga

E como complemento aos alimentos benéficos para os rins e a bexiga acima, devemos recomendar água, porque, embora seja muito comum, na maioria das vezes não consumimos o necessário. Nosso corpo é água em grande parte percentual, por isso precisamos mantê-lo hidratado. Além disso, é essencial urinar e, dessa forma, eliminamos toxinas e resíduos. Serve para purificar o corpo, além de nos fornecer muita energia.

Portanto, para cuidar dos rins e da bexiga, é essencial beber a quantidade de água necessária por dia. E embora se fale sobre 2 litros por dia, não precisa ser exato. O importante é beber de vez em quando e manter-se hidratado, mesmo que não tenhamos sede, pois o corpo notará isso com o tempo. Não espere para ter sede.

Os benefícios da mandioca para nossa saúde

A mandioca pode parecer um alimento simples, mas na verdade é uma poderosa aliada de nossa saúde.

A mandioca é um tubérculo muito semelhante à batata proveniente da América, Ásia e África. Uma das variedades mais conhecidas é a mandioca doce, da qual é obtida a tapioca. Esta possui muitos benefícios nutricionais e fornece muita energia, contendo muitos carboidratos complexos. Além disso, é um alimento muito completo e saudável por sua alta porcentagem de vitaminas e minerais.

Neste artigo simples e direto, mostramos quais são os benefícios da mandioca.

1- Ajuda na perda de peso

A mandioca é rica em amido e tubérculos, também rica em carboidratos, o que a torna um alimento muito completo, fornecendo muita energia ao organismo. É um alimento perfeito para perder peso, pois seu conteúdo calórico é muito baixo e também possui uma grande quantidade de proteínas. Se você consumir mandioca em sua dieta regular, verá como o nível de colesterol no sangue diminuirá.

2- Rica em fibras

A mandioca possui um alto teor de fibras, ideal para a dieta, pois ajuda a diminuir o nível de triglicerídeos , assim o corpo funciona perfeitamente. Além disso, é muito benéfico para o bom funcionamento do sistema nervoso, pois reduz a ansiedade.

3- Rica em vitamina K

A mandioca tem um alto índice de vitamina K, que ajuda a construir massa óssea, pode combater a osteoporose e é usada para tratar a doença de Alzheimer em alguns pacientes.

4- Rica em minerais benéficos

A mandioca também possui minerais como zinco, cobre e magnésio, que fornecem energia ao corpo. É uma fonte extraordinária de potássio, que ajuda a produzir fluidos celulares e regula o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea. Também é recomendada para o tratamento de outros tipos de distúrbios, como gripe, conjuntivite e até é útil no tratamento de enxaquecas.

5- Ajuda na prática de exercícios

A mandioca é um alimento altamente recomendado para atletas e naqueles momentos em que você tem muita exaustão física e mental. Portanto, a mandioca é muito boa para qualquer idade, sendo perfeita para o crescimento de crianças e o desenvolvimento de adolescentes. É uma raiz muito bem digerida e seu consumo ajuda a resolver distúrbios digestivos como a azia, colite ou gastrite nervosa. É altamente recomendada para pessoas que sofrem de doença celíaca porque não contém glúten em sua composição.

6- Como preparar

Os benefícios de saúde da mandioca são muitos, por isso recomendamos que você comece a incluí-la em sua dieta. Recomendamos que, para consumir este tubérculo, lave as raízes e descasque-as para remover qualquer resíduo. Depois, você pode cortar a raiz em pedaços pequenos e depois ralá-los. Você terá que deixá-lo descansar para fermentar, espremer, jogar o líquido e finalmente cozinhar.

Além desta forma, você também pode cozinhar a mesma descascada e cortada ao meio em uma panela com água.

Por fim, você poderá optar por preparar alguns dos diversos pratos possíveis com a mandioca, como o popular “escondidinho”, torta de mandioca, maionese de mandioca ou simplesmente adicionando este tubérculo cozido em suas refeições diárias.

Os benefícios das beterrabas

A beterraba é uma raiz geralmente consumida em saladas, com um sabor muito particular e um poder refrescante muito apreciado, especialmente nos meses de verão.

Mas além disso, você deve saber que esse vegetal tem muitos benefícios para a saúde do corpo e é altamente recomendado, por exemplo, no caso de anemia, doenças cardiovasculares, níveis elevados de colesterol, entre outros.
Continue lendo este artigo se quiser descobrir todos os benefícios das beterrabas e, assim, tirar proveito de suas propriedades mais destacadas.

1- É antioxidante

Os alimentos antioxidantes são essenciais para uma dieta saudável, principalmente por sua ação contra a formação de radicais livres no organismo, responsáveis ​​pela oxidação e envelhecimento das células e pelo desenvolvimento de diversas doenças, entre as quais o câncer. E você deve saber que a beterraba está cheia de antioxidantes, como flavonoides e antocianinas, que ajudam a diminuir o risco de certos tipos de câncer, especialmente o câncer de cólon e doenças degenerativas.

2- Boas para o colesterol

Quando você tem altos níveis de colesterol ou triglicerídeos no sangue, pode encontrar um bom aliado na beterraba para reduzi-los. Seu conteúdo em fibras solúveis e antioxidantes favorece que os níveis de açúcar e colesterol permaneçam controlados e também foi apontado que elas possuem a capacidade de aumentar o bom colesterol no organismo. Tudo isso protege a saúde contra doenças cardiovasculares e cerebrovasculares.

3- Boas para digestão

O consumo de beterraba também beneficia a saúde digestiva, pois contém fibras e vitamina B favorece os movimentos intestinais, tornando o processo de digestão ideal. Também é um bom remédio natural para estimular o apetite e tratar a constipação, uma condição que pode aparecer principalmente devido à falta de fibras na dieta diária.

4- Ajudam na formação do feto

Entre os benefícios mais marcantes da beterraba, descobrimos que, por ser muito rica em ferro e ácido fólico, é excelente para pacientes que sofrem de anemia e, principalmente, para mulheres grávidas, porque durante a gravidez é necessária uma quantidade maior de ferro para produzir hemoglobina e garantir que a quantidade necessária de oxigênio chegue às células. Por sua vez, o ácido fólico é essencial para prevenir distúrbios congênitos do feto e que o bebê nasça com problemas de saúde ou malformações.

5- Ajudam a eliminar toxinas de seu corpo

A beterraba contém uma alta porcentagem de água e possui propriedades purificadoras muito poderosas, pois estimula a função hepática, intestinal e renal. Portanto, comer beterraba é uma ótima opção para eliminar toxinas e expulsar os líquidos acumulados e, entre outras coisas, promover a perda de peso e combater condições como retenção de líquidos.

6- Fazem bem para a saúde e para sua pele

Além de tudo isso, outros benefícios da beterraba são aqueles relacionados ao fortalecimento do sistema imunológico e da saúde da pele, pois contém vitaminas essenciais que protegem o corpo contra vírus e doenças, além de prevenir inflamações da pele e condições como acne, ajudando os tecidos da pele danificados a se repararem mais rapidamente.

Diante de todos estes benefícios, que tal incluir a beterraba em sua dieta? Seu corpo e saúde agradecem.

Como fortalecer seu sistema imunológico em casa

Você se sente cansado? Você fica doente frequentemente? Então é possível que suas defesas estejam baixas.

O sistema imunológico é o mecanismo de defesa natural do corpo que nos protege contra infecções causadas por agentes invasores. Mas às vezes, esse escudo defensivo é enfraquecido por diferentes circunstâncias, tornando-nos mais vulneráveis. E como consequência, podemos nos sentir mais cansados e testemunhar uma série de sintomas. É então que precisamos fortalecer o sistema imunológico para elevar as defesas e recuperar nossa capacidade normal de combater as possíveis condições que nos aguardam.

É por isso que hoje nós explicamos os melhores “remédios caseiros” para aumentar suas defesas naturais.

O sistema imunológico

O sistema imunológico é constituído por células, proteínas, tecidos e órgãos e nos protege contra a ameaça de agentes externos que prejudicam nossa saúde.

Quando nossas defesas estão altas, essa função é realizada corretamente. No entanto, nosso corpo não é perfeito e às vezes pode falhar. É então que estamos mais vulneráveis a danos causados ​​por vírus e bactérias que penetram nos organismos, dando origem ao aparecimento de diferentes condições, como gripe ou resfriado.

As células mais conhecidas pertencentes ao sistema imunológico são glóbulos brancos ou leucócitos. Essas células defensivas são armazenadas em diferentes partes do corpo, com maior presença na medula óssea, baço e timo. Quando qualquer agente externo entra no corpo, os glóbulos brancos são secretados através dos gânglios linfáticos. Existem dois tipos de glóbulos brancos ou leucócitos:

Fagócitos – Células que circulam no sangue e capturam microrganismos e outros restos orgânicos.

Linfócitos – Células que compõem 30% do total no sangue periférico. Eles são os principais responsáveis ​​pela imunidade, por isso têm memória. Eles se lembram dos invasores anteriores que já invadiram nosso corpo, facilitando a tarefa de destruí-los.

No caso de ter defesas baixas, essas ações não são executadas normalmente. É por isso que podemos tentar aumentar as defesas através de alguns remédios caseiros.

Uma boa dieta para elevar as defesas do sistema imunológico

Nossa dieta define em grande parte o estado do nosso corpo. Embora seja verdade que existem outros fatores que influenciam, como a atividade física, não há dúvida de que uma dieta correta é básica para ajudar a elevar as defesas e desfrutar de um bom sistema imunológico. Anote:

Alimentos ricos em antioxidantes

Esse grupo de alimentos é composto de vitaminas, minerais e outros nutrientes capazes de lidar com os radicais livres. Esses grupos de átomos são prejudiciais quando se acumulam em grandes quantidades. Por esse motivo, é importante incorporar alimentos antioxidantes na dieta: vitamina C e E, beta-caroteno e selênio.

Alimentos ricos em carboidratos

Eles são os alimentos que fazem parte da pirâmide alimentar, essenciais para fornecer energia e sensação vital ao nosso corpo. Da mesma forma, eles também contribuem para a criação de glóbulos vermelhos, que, como explicamos anteriormente, são essenciais para elevar as defesas. Esses alimentos são pães e cereais, arroz integral, macarrão e legumes.

Alimentos ricos em gorduras insaturadas

Eles não devem ser confundidos com os ricos em gordura saturada. A incorporação de produtos com gorduras saudáveis, isto é, insaturadas, fornece ácidos monoinsaturados e polinsaturados. Eles têm efeitos positivos quando consumidos moderadamente e também reduzem os níveis de colesterol ruim. Alguns dos produtos que podemos incorporar na dieta para aumentar as defesas que melhoram o sistema imunológico são salmão, abacate, nozes e frango.

Alimentos ricos em proteína

As proteínas são nutrientes vitais para que o sistema imunológico desfrute de uma boa saúde. Esses nutrientes devem ser renovados periodicamente, para que uma deficiência de vitaminas não possa piorar o estado de nossas defesas. Além disso, a proteína é o componente mais importante dos glóbulos brancos. Podemos encontrá-la em carnes, peixes, aves, laticínios e ovos.

Durma nas horas certas

A falta de sono enfraquece o sistema imunológico e reduz o número de defesas. Quando não temos um sono reparador ou não dormimos horas suficientes, a contagem de glóbulos brancos experimenta uma perda de ritmo. Durante o sono, ocorrem uma série de processos e mudanças em nosso corpo, que garantem que nosso corpo funcione adequadamente durante o dia. Dormir mal afeta o sistema imunológico; portanto, um dos remédios caseiros mais fáceis para aumentar as defesas é dormir pelas horas necessárias.

Faça exercício físico

Comer e dormir bem são dois dos remédios mais importantes para elevar as defesas e fortalecer o sistema imunológico. No entanto, exercitar nosso corpo fisicamente é outra das condições para desfrutar de boas defesas. Não é necessário realizar exercícios extenuantes, mas fazer cerca de 30 minutos de exercício moderado diariamente. O esporte aumenta as defesas do corpo e estimula a mobilidade dos glóbulos brancos. Além disso, tem muitos outros benefícios para o nosso corpo: aumenta a produção de endorfinas , eliminamos toxinas e cuidamos de nossas articulações, ossos e músculos.

Própolis para fortalecer as nossas defesas naturais

Este produto pode ser incluído na seção anterior, onde os alimentos foram discutidos. No entanto, os benefícios da própolis podem ser usados ​​especificamente como remédio caseiro para aumentar as defesas. Esta substância produzida pelas abelhas possui inúmeras propriedades : anti-inflamatória, antiviral, antibacteriana, cicatrizante, analgésica e imunoestimuladora. Seus componentes aumentam as defesas do nosso corpo e fortalecem o sistema imunológico.

O própolis pode ser usado como acompanhamento das refeições e, com apenas algumas colheres de sopa, poderemos elevar as defesas. Incluí-lo em nossa dieta nos protegerá contra infecções e outros problemas.

Por que eu pego resfriado com tanta facilidade?

Estar constantemente resfriado pode ser sinal de que outras coisas não estão bem em seu corpo. Vejamos quais são.

Às vezes temos um resfriado e parece que ele nos pega e não nos deixa escapar. Mas, por que isso acontece?

Para ser 100% saudável, é importante ter um forte sistema imunológico capaz de superar qualquer agressão externa, como vírus ou bactérias que causam doenças. Mas também existem muitas causas para resfriados frequentes e, neste artigo, vamos descobrir as mais comuns para que você possa mudar seus hábitos e alcançar uma saúde do ferro.

Continue lendo e você descobrirá por que sempre pega resfriado. Além disso, daremos algumas dicas para que você aprenda a evitar essa condição e viva muito melhor.

Ter um resfriado pode ser sintoma de outra doença

Entre as causas do resfriado frequente, devemos especificar que, às vezes, essa condição aparece devido a outra doença importante que interfere no nível de nossas defesas, tornando-nos mais predispostos a ataques de agentes externos. A seguir, indicaremos as situações que podem levar uma pessoa a ter um resfriado:

Padecer de anemia

A anemia é uma das doenças que podem produzir um resfriado como sintoma. A razão é que as pessoas com essa condição têm uma deficiência de glóbulos vermelhos, algo que pode advir de uma dieta pobre em ferro ou de outros fatores. Assim, com uma diminuição dos glóbulos vermelhos, experimentamos uma diminuição das defesas que podem nos tornar mais sensíveis à agressão de infecções externas.

Ter diabetes

Se você tem diabetes, é possível que sofra de danos nos rins (conhecido como nefropatia diabética). Isso ocorre devido a níveis alterados de glicose. Isso pode produzir uma queda nas defesas, bem como uma sensação de frio por todo o corpo, que pode torná-lo mais aberto a se infectar com vírus ou bactérias externas.

Você sofre de hipotireoidismo

Ter uma tireoide hipoativa também pode ser um dos motivos que respondem à sua pergunta “Por que estou sempre resfriado? ” Essa doença pode afetar o sistema imunológico, diminuindo as defesas e facilitando em muito o ataque de um agente infeccioso.

Alterações no hipotálamo

É a glândula responsável pela regulação da temperatura corporal; portanto, se sofrermos alterações nela, o risco de resfriado aumentará.

Infeções fungais

A Candida habita nosso corpo, um fungo que, se alterado, pode produzir uma infecção fúngica, causando sintomas como prurido, alteração da aparência da pele, desconforto etc. Essa irregularidade afeta nosso sistema imunológico e, portanto, é comum uma pessoa com candidíase também ter um resfriado.

Hábitos de vida pouco saudáveis

Outro motivo que pode responder à pergunta sobre porque sempre temos resfriados é que não seguimos hábitos saudáveis ​​e, portanto, não temos uma saúde forte e preparada para nos defender de qualquer agente infeccioso que possa comprometer nossas defesas.

Estar abaixo do seu peso

Quanto menos gordura corporal você tiver, menos proteção teremos para combater as quedas de temperatura, já que nosso corpo consome mais calorias quando está frio para tentar equilibrar essa mudança. Uma pessoa magra perde o calor do corpo mais rapidamente e, portanto, tem mais possibilidades de adoecer.

Viver com excesso de estresse e ansiedade

Levar uma vida estressada também pode afetar o bom funcionamento do nosso sistema imunológico. Ao atacar o sistema nervoso, alteramos nosso biorritmo e podemos começar a experimentar condições como resfriados.

Alimentos pouco saudáveis ​​e nutritivos

“Nós somos o que comemos” é uma das frases mais precisas que existem. Graças à comida, introduzimos em nosso corpo uma série de vitaminas e minerais que nos ajudam a nutrir nosso corpo e fazê-lo funcionar corretamente. Por esse motivo, se você ingere uma dieta pouco nutritiva, não está cuidando da sua saúde e, portanto, é normal sofrer de doenças como resfriados.

Dicas para prevenir resfriados

Agora que você já conhece algumas das causas de resfriados frequentes e, para evitá-las, é importante levar em consideração algumas dicas que ajudarão a fortalecer suas defesas e poder estar mais protegido contra o ataque de infecções externas, como bactérias ou vírus.

É importante, como já apontamos, seguir uma dieta nutritiva cheia de vitaminas e minerais que nos ajudará a manter nossas defesas em perfeitas condições. As vitaminas A, E, B e C são essenciais para o nosso sistema imunológico funcionar a toda velocidade e, por esse motivo, você deve introduzir esses alimentos em sua dieta diariamente. Entre os alimentos ricos nessas vitaminas, destacamos:

Frutas vermelhas (cerejas, morangos, mirtilos, etc.)
Vegetais verdes (espinafre, brócolis, acelga, etc.)
Frutas cítricas (laranjas, tangerinas, toranjas, etc.)

Além disso, é importante que você se prepare para evitar o contágio de uma pessoa resfriada; para isso, lave as mãos várias vezes ao dia, principalmente depois de entrar em contato com pessoas ou em locais públicos. Também é recomendável que os espaços em que muitas pessoas moram (escritórios, casas etc.) sejam ventilados para que os vírus que possam ter se acumulado saiam.

Como combinar vitaminas e minerais para perder peso

Seguir uma dieta de perda de peso coloca em risco o equilíbrio nutricional do seu corpo. Isso porque é raro que a ingestão total necessária de vitaminas e minerais todos os dias seja coberta pela dieta e muito menos quando as calorias são cortadas.

A nutrição é um problema quando as pessoas restringem suas dietas, de modo que é recomendável que quem consome apenas 1.200 calorias por dia complemente sua dieta com multivitaminas e minerais que fornecem 100% das necessidades diárias.

Como organizar vitaminas e minerais em sua dieta para emagrecer:

1- Examine sua dieta para encontrar minerais e vitaminas que podem estar faltando. O corpo precisa de mais de 40 nutrientes na forma de vitaminas e minerais, gorduras, proteínas e carboidratos. Certos alimentos fornecem certos minerais, então você deve saber o que está consumindo. Grãos integrais, na forma de pão, macarrão e cereais, são uma fonte importante de vitaminas e minerais, como ácido fólico, magnésio, zinco e ferro.

2- Frequentemente, quando estamos em uma dieta, os carboidratos ricos em amido são reduzidos, se não completamente cortados. Isso resulta em baixos níveis de vitaminas e minerais, sendo que cada um deles é responsável por certas funções biológicas. Por exemplo, a falta de zinco deprime o sistema imunológico. Níveis baixos de zinco também levam a unhas fracas, cabelos secos e perda de cabelo e pele ruim, o que pode levar à baixa auto-estima. Por sua vez, isso pode levar à ansiedade do açúcar e todo o trabalho duro realizado pode ser perdido em questão de minutos. Tente manter um equilíbrio em sua dieta.

3- Compreenda o papel que os minerais desempenham no auxílio à perda de peso. O cromo desempenha um papel essencial, pois aumenta a sensibilidade do corpo à insulina. Essa sensibilidade promove a perda de peso e, por sua vez, a parte complementar do cromo, o picolinato de cromo, ajuda a construir os músculos do corpo magro, que queima calorias. O que torna a eficácia do cromo cada vez mais credível é que os resultados que vemos em humanos são muito bem documentados em estudos com animais. A maioria das pessoas consome apenas 25% da RDA para cromo.

A coenzima Q10 é um composto essencial na quebra de gordura, o magnésio é usado para tratar cãibras que podem atormentar as pessoas que tentam perder peso e também parece controlar os desejos doces. A carnitina ajuda a transportar gorduras para a corrente sanguínea para queimar.

4- Consuma as vitaminas corretas para ajudar na sua perda de peso. A vitamina B2 (riboflavina) e B6 (piridoxina) são boas para manter o metabolismo e garantir a função tireoidiana normal, assim como a vitamina B3 (niacina). A vitamina B3 também ajuda com o fator de tolerância à glicose (GTF), que é liberado quando o açúcar no sangue aumenta. A vitamina B5 (ácido pantotênico) ajuda a utilizar a gordura e tem um papel importante na produção de energia. A vitamina C é uma boa vitamina completa e ajuda na conversão correta de glicose em energia.

OBS: Note que estas dicas são apenas sugestões. Sobre mudanças drásticas em sua alimentação e suplementação, deve consultar um nutricionista de sua confiança.

Alimentos para cuidar de suas articulações

As articulações são o ponto de conexão entre os ossos, a cartilagem e o tecido ósseo e é responsável por facilitar os movimentos do corpo. Esses pontos podem ser danificados por lesões ou doenças como bursite ou artrite.

Por estes motivos, não apenas devemos protegê-los de qualquer golpe ou trabalho forçado, pois eles não são substituíveis, mas também podemos fazê-lo mantendo uma boa postura quando nos inclinamos ou sentamos e, acima de tudo, cuidamos de nossa dieta.

E para ajudá-lo com isso, preparamos esta lista de alimentos para cuidar das suas alimentações.

Frutas comuns

Frutas são alimentos que não devem faltar em nossa dieta diária e, mais ainda, se queremos cuidar das articulações. Sua grande contribuição de vitaminas e antioxidantes é um elemento importante no combate ao envelhecimento precoce, além de manter a hidratação do corpo e possuírem um efeito anti-inflamatório que impede a retenção de líquidos, um dos elementos que pode causar dor nas articulações. A vitamina C que as frutas possuem ajuda a manter a produção de colágeno, essencial para a manutenção da cartilagem e articulações.

Além disso, eles ajudam o sistema digestivo e evitam a constipação. Também não fornecem gorduras, o que é ideal para evitar o excesso de peso, mas devem ser consumidas em quantidades moderadas, pois contém frutose, açúcar das frutas e pode ser contraproducente se você estiver em uma dieta para perder peso. As melhores frutas para as articulações são: frutas vermelhas como framboesas, amoras, mirtilos, morangos, cerejas e frutas cítricas, graças à sua vitamina C.

Especiarias

Além de preservar e dar sabor às refeições, as especiarias também fazem parte de bons alimentos comuns. As mais recomendadas são:

Açafrão: tem uma cor mostarda muito característica e um cheiro poderoso. É um dos remédios naturais mais recomendados para tratar a artrite, aliviando os sintomas e a inflamação. Também beneficia a digestão e evita gases.

Gengibre: talvez seja uma das plantas medicinais com mais usos e cuidados com as articulações, de modo que não poderia faltar. Possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, tanto para evitar problemas articulares quanto para tratá-los, se você já tiver uma doença.

Vitaminas e minerais

Segundo alguns estudos, pessoas, especialmente mulheres, que consomem mais vitamina D, têm menor probabilidade de sofrer de artrite. Esta vitamina tem a função de fixar cálcio nos ossos e permite a formação de tecido ósseo. No entanto, a ingestão de alimentos ricos em vitamina D não é suficiente para atender à demanda do nosso organismo, por isso será necessário combiná-lo com a exposição ao sol, com proteção adequada, pois sintetiza o cálcio proveniente dos vegetais e laticínios.

Encontre vitamina D nos seguintes alimentos:

Lácteos desnatados.
Salmão, cavala e atum.
Brócolis, couve chinesa, couve.
Amêndoas, gergelim, sementes de girassol, nozes.

Por outro lado, temos os minerais que possuem os bons alimentos para as articulações:

O enxofre é necessário para a formação de colágeno no corpo, que é uma parte fundamental das articulações e outros ligamentos. A falta desse mineral pode levar à lenta reparação articular. Encontre enxofre em alimentos como cebola, alho, alho-poró, salsa, repolho e espinafre.

O magnésio é outro mineral fundamental, pois além de manter nossos ossos saudáveis, é capaz de estimular a calcitonina, um hormônio que regula o cálcio no sangue. Encontre este mineral nas sementes, gergelim, nozes, espinafre, rúcula, acelga e brócolis, em aveia, arroz integral, grão de bico, ervilha e quinoa.

Alimentos que danificam as articulações

Existem também alguns alimentos que é preferível evitar, especialmente se você sofre de alguma doença ou doença nas articulações. Os alimentos que danificam as articulações são:

Laticínios e derivados: facilitam a retenção de líquidos, o que gera dor nas articulações.

Alimentos ricos em purinas: a decomposição desse elemento é o que forma o ácido úrico que, se for em excesso, produz problemas articulares e musculares. Alimentos ricos incluem frutos do mar, peixes como sardinha, salmão e anchovas, carne de bovino ou bovina, embutidos, grão de bico, lentilha e feijão.

Alimentos ricos em gorduras saturadas : acumulam-se nas artérias e dificultam o fluxo sanguíneo e, portanto, a absorção de nutrientes. Evite frituras, junk food, doces e carnes gordurosas.

Bebidas alcoólicas e refrigerantes : não possuem contribuição nutricional, sendo totalmente dispensáveis, além de favorecer a obesidade e os problemas cardiovasculares.

Outras recomendações

Evite a obesidade.
Mantenha uma postura correta ao dobrar ou sentar.
Evite carregar objetos muito pesados, caso precise carregá-los, use as articulações mais fortes.
Mantenha-se hidratado.
Não use a mesma posição por muito tempo.
Use ferramentas de assistência, como alças longas ou abridores de latas ou outros objetos.

Alimentos para combater a fadiga

É normal nos sentirmos cansados ​​quando descansamos pouco, mas se, apesar de descansarmos bem, nos sentimos cansados ​​a maior parte do dia ou com muita frequência, é provável que seja devido a várias causas, incluindo estresse, tensão, má alimentação ou problemas de saúde como anemia ou diabetes.

Mas antes de tudo, você deve saber que existem certos alimentos que podem ajudá-lo, para que você possa se livrar dessa sensação irritante de cansaço. Deve-se observar que nem todos os alimentos fornecem a mesma quantidade de energia, nem cumprem as mesmas funções no corpo, e é por isso que é tão importante saber escolher os que melhor se adaptam a nós o tempo todo.
Então, esta é uma pequena lista dos melhores alimentos que darão um empurrão no seu corpo, fazendo você se sentir melhor e mais forte.

Alimentos para fadiga muscular

Farinha de aveia: o alto teor de fibra alimentar da aveia nos ajuda a ficar satisfeitos por mais tempo, evitando excessos durante o dia, o que pode levar ao ganho de peso, lentidão e fadiga. Além disso, a aveia contém vitamina B1, a vitamina conhecida por combater a fadiga.

Nozes, como castanha de caju, amêndoas, avelãs e nozes – Essas nozes contêm uma grande quantidade de ácidos graxos ômega-3, conhecidos por combater os sintomas da depressão. Eles também contêm minerais como magnésio, potássio, fósforo, cálcio, ferro, zinco e selênio, que são antioxidantes, proteínas e fibras que ajudam a regular o trânsito intestinal e melhorar os músculos.

Carboidratos: carboidratos como arroz, macarrão, batata, pão, legumes e a maioria dos cereais nos fornecem a energia necessária para o bom funcionamento físico e mental de nosso corpo.

Laranjas e pimentões: O alto teor de vitamina C desses dois alimentos nos dá uma injeção de energia. Isso ocorre porque essa vitamina maravilhosa ajuda a reduzir o cortisol, o hormônio responsável pelo estresse e pela baixa energia. Apenas uma xícara de laranjas fatiadas ou pimentão vermelho atende ao dobro da cota diária necessária de vitamina C!

Iogurte: se nosso sistema digestivo não funcionar bem, nos sentiremos cansados, é aí que entra o iogurte. As bactérias do iogurte fazem o trabalho fabuloso de regular a digestão. O resultado: você terá mais energia, que dura mais tempo, porque o iogurte possui mais proteínas que os carboidratos. Tente beber iogurte todos os dias e sentirá alívio da fadiga crônica, em uma semana ou mais.

Vegetais de folhas verdes: sua baixa ingestão calórica e seu alto teor de vitaminas conferem a esses alimentos grande valor energético. É importante dar ênfase especial ao espinafre, pois possui alto valor nutricional; Sua riqueza em vitaminas e alto teor de ferro fazem deste alimento um ótimo aliado para carregar as baterias do nosso corpo.

Alimentos para fadiga mental

Carne magra : a carne magra é chamada de carne com menos gordura. Carne suína e bovina, frango sem pele e peru são uma importante fonte de proteína. Além disso, elas têm uma alta quantidade de vitamina B12, o que ajuda a combater a depressão e o cansaço.

Chocolate puro: uma porção diária de chocolate puro pode aumentar nossa energia e nosso humor graças à cafeína e teobromina, excelentes estimulantes que o chocolate possui.

Conclusões sobre alimentação e fadiga

Para finalizar, é importante esclarecer que também existem alimentos que nos fazem desperdiçar nossa energia valiosa. Nosso corpo, para eliminar as toxinas que esses alimentos têm, precisa gastar muito mais energia, e é por isso que devemos tentar evitá-las. Esses alimentos incluem salsichas e carnes defumadas, alimentos enlatados, frituras, doces e balas, doces industriais e laticínios integrais.

Os benefícios da alface

Salada é um dos alimentos mais comuns na dieta mediterrânea. É uma boa maneira de acompanhar alguns pratos ou consumi-lo como prato principal. A alface tem propriedades medicinais que já eram usadas na Idade Média, como antioxidantes e fornece um grande número de vitaminas e minerais muito saudáveis.

Por esse motivo, neste artigo revisaremos a origem e a história e veremos as propriedades da alface e os tipos que podemos encontrar no mercado.

Origem e história da alface

A alface é um cultivo que a humanidade domesticou há muito tempo, de modo que a origem exata da alface não é bem definida. Há autores que afirmam que é proveniente da Índia, enquanto outros defendem regiões temperadas da Europa, Ásia e América do Norte.

A imprecisão que os botânicos têm sobre a origem da alface é devida à presença de Lactura scariola L. em muitas áreas do mundo.

Se os especialistas não concordaram, é porque essa espécie foi encontrada em estado selvagem na maioria das zonas temperadas do mundo. Lactuca scariola L. é um dos ancestrais comprovados das variedades atuais de alface. Isto porque as variedades de alface atualmente cultivadas são uma mistura entre diferentes espécies.

Sendo encontrada em estado selvagem em todo o mundo, é difícil determinar a origem exata da alface. O cultivo de alface remonta a 2500 anos. Era uma espécie de planta conhecida pelos persas, gregos e romanos. As primeiras alfaces das quais há referência são as de folhas soltas, embora também se saiba que as planas já eram conhecidas na Europa no século XVI. A teoria mais aceita indica que a alface foi domesticada no Oriente Médio a partir da espécie Lactuca serriola L. , e logo alcançou uma diversidade extraordinária. Os romanos deram muita importância ao seu cultivo, tanto que até hoje prevalece a chamado alface romana, de grande importância, embora não seja a espécie mais difundida.

Curiosamente, durante a Idade Média, o consumo de alface diminuiu consideravelmente. Naquela época, acreditava-se que, se ingerida em grandes quantidades ou com muita frequência, poderia prejudicar a visão; pelo menos é a explicação dada.

Os Estados Unidos não conheciam o cultivo de alface até o ano de 1494, quando Cristóvão Colombo o introduziu.

A palavra alface vem do latim lactuca, que por sua vez deriva de lac ou lactis, cuja tradução é leite ou laticínios.

Vale ressaltar que a alface é uma planta herbácea anual, típica de regiões semi-temperadas e cultivada em todo o mundo. Existem vários tipos que podem ser divididos em: romano, plano e folhas soltas. Existem muitas vantagens em cultivar esta espécie, como por exemplo, devido ao seu curto ciclo de crescimento e seu fácil manuseio.

Propriedades da alface

Diurética

A alface é um excelente diurético, ou seja, favorece a eliminação de líquidos. Isso se traduz em uma boa maneira de acabar com o acúmulo de líquidos e expulsar as toxinas que se acumulam no corpo. Além disso, essas propriedades medicinais da alface podem ser eficazes para estimular a eliminação da urina pelos rins nos casos de cálculos renais, insuficiência renal e cistite. Além disso, seus efeitos antioxidantes combatem os radicais livres no organismo.

As propriedades diuréticas da alface podem ajudar a perder peso, desde que uma dieta adequada seja realizada para esse fim e acompanhada de hábitos de vida saudáveis.

Vitaminas

Este vegetal verde contém vitaminas A, B, C, E e K e beta-carotenos. A vitamina K tem um papel primário no metabolismo ósseo, modificação de proteínas e coagulação sanguínea. Esta vitamina é composta de vitamina K1 e vitamina K2 e permite que o corpo tenha quantidades adequadas de cálcio nos ossos. Desta forma, é eficaz na prevenção da arteriosclerose. Por esse motivo, poderíamos dizer que a salada tem propriedades positivas para fortalecer os ossos. Por outro lado, a vitamina C é um antioxidante natural necessário para melhorar a imunidade contra agentes infecciosos. Além disso, a vitamina C pode melhorar a saúde da pele, pois impede a formação de rugas por estimular a produção de colágeno.

Minerais

Outros aspectos que caracterizam a alface, dotando-a de propriedades medicinais, são a concentração de minerais. Este vegetal é rico em enxofre, cobre, cobalto, cálcio, magnésio, zircônio e potássio. O ferro é o mineral por excelência responsável por intervir na formação de glóbulos vermelhos e na prevenção da anemia.

Betacaroteno

Outro componente que devemos destacar na salada é o beta-caroteno. É um antioxidante muito positivo para a saúde ocular. Este antioxidante pode impedir o envelhecimento prematuro da retina, para que você possa desfrutar de uma boa saúde ocular por mais tempo.

Tipos de alface

Atualmente, podemos encontrar diferentes tipos de alface no mercado, dentre os quais destacamos os seguintes:

Alface romana

É um dos tipos de alface mais antigos e mais consumidos, também conhecido como “orelha de burro”. É caracterizado por uma cabeça alongada e folhas grandes e grossas com uma costela central.

Alface iceberg

Outro dos tipos mais consumidos de alface. Podemos diferenciá-la porque tem uma forma muito redonda, com as folhas presas uma em cima da outra, como cebolas. No entanto, é uma das alfaces menos nutritivas que podemos encontrar atualmente.

Alface batávia

Cresce em climas úmidos e temperados e é curvada, com uma haste longa, cujo topo é aberto, apreciando as diferentes tonalidades. É uma das saladas mais saborosas que podemos encontrar entre todas as variedades disponíveis.

Quais são os nutrientes dos cogumelos?

Os cogumelos são um dos ingredientes mais populares para dar sabor a pratos e guarnições ou molhos elaborados. Mas você sabe quais são seus benefícios? Apesar de ser um dos alimentos mais comuns na culinária ocidental, principalmente, muitos de nós desconhecem suas propriedades medicinais que são muito benéficas para o nosso corpo.

Se você é um amante desta espécie dos cogumelos e gostaria de saber o que eles nos trazem, não perca este artigo sobre quais são os benefícios dos cogumelos .

1- Potássio

Os cogumelos são constituídos por uma grande quantidade de água e potássio, fato que beneficia consideravelmente a expulsão de líquidos, evitando a retenção. É também um poderoso limpador natural, tornando-o ideal para todos aqueles que desejam perder os quilos extras ou manter uma dieta saudável.

2- Antioxidantes

As propriedades antioxidantes do cogumelo o tornam um alimento ideal para eliminar o excesso de toxinas e radicais livres do corpo. Dessa maneira, ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e relacionadas à pressão arterial, como hipertensão.

3- Fibras

Os cogumelos são uma ótima fonte de fibras, razão pela qual possuem propriedades digestivas que favorecem o bom funcionamento de todo o sistema digestivo. Desta forma, podemos levá-los para combater a constipação e problemas relacionados.

4- Bons para colesterol alto

Sendo um alimento com baixo teor de gordura, antioxidante, purificador e digestivo, o cogumelo é um produto natural altamente recomendado para o tratamento do colesterol alto. Da mesma forma, todas essas propriedades também beneficiam a prevenção de doenças degenerativas.

5- São bons para prevenir a oxidação

Os cogumelos contêm uma grande quantidade de ergotioneína , um aminoácido natural de origem vegetal que fornece altos níveis de energia às mitocôndrias celulares, aumentando a produção de CO2 e diminuindo a criação de ácido lático. Dessa forma, os cogumelos são altamente benéficos para o fígado e, principalmente, para os glóbulos vermelhos, pois são protegidos pela hemoglobina, a proteína que leva a cor vermelha ao sangue, contra a oxidação.

6- Bons contra infecções

Estudos científicos estudaram os efeitos dos cogumelos contra infecções e determinaram que favorece o sistema imunológico, oferecendo maior resistência a esse tipo de patologia. Da mesma forma, também foi demonstrado que eles têm propriedades anticâncer que permitem prevenir o aparecimento de alguns tipos de câncer, como câncer de próstata ou mama, além de impedir seu desenvolvimento e crescimento.

7- Ricos em vitaminas D e B

Finalmente, outro benefício dos cogumelos é que eles são ricos em vitaminas D e B, essenciais para o bom funcionamento do sistema nervoso. Também é conhecida sua grande contribuição de zinco e selênio.

Diante deste grande número de benefícios para a nossa saúde, podemos ver que a introdução de cogumelos em nossa dieta diária é algo extremamente benéfico e nem sempre é algo difícil, dado o grande número de pratos que podem ser elaborados com ele.

Além disso, as variedades cujo consumo é mais disseminado, podem ser obtidas com relativa facilidade em qualquer supermercado, feira de produtos naturais ou até mesmo colhidos no campo.

Mas lembre-se de que você não deve consumir cogumelos silvestres sem antes verificar se eles não são tóxicos.

10 alimentos para ser mais feliz

Você sabia que existem certos alimentos que o deixam mais feliz e melhoram seu humor? Mas não é que eles possuam propriedades mágicas, porém existem alguns que ativam certas substâncias que estimulam ou inibem nossos estados emocionais conhecidos como neurotransmissores. O responsável por aumentar nossos níveis de felicidade é chamado serotonina e é um neurotransmissor que, além de melhorar nosso humor, também nos ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade e facilita um descanso melhor.

Você se sente triste às vezes? Você já sabe que uma das razões pelas quais às vezes pode se sentir desanimado é porque não está consumindo alimentos que promovem a produção de serotonina. Por esse motivo, no artigo a seguir falamos sobre 10 alimentos que o fazem feliz . Consuma-os diariamente e melhore o seu humor!

As bananas

Nesta lista de alimentos que nos fazem feliz, colocamos as bananas em primeiro lugar. Isso porque esta fruta consegue aumentar os níveis de serotonina e, portanto, nos ajuda a melhorar nosso humor devido aos seguintes nutrientes:

Contém um alto teor de vitaminas A, C, B6 e K , que ajudam a aumentar a produção de triptofano, um aminoácido essencial relacionado à felicidade e à depressão. Além disso, essas vitaminas ajudam a sintetizar e metabolizar a serotonina e a dopamina em nosso corpo.

Também é rica em fibras e glicose natural. Portanto, sua ingestão diária nos ajuda a ter mais energia ao longo do dia.

Ovos

Os ovos também estão na lista de alimentos que aumentam nossos níveis de serotonina e, portanto, a felicidade. Embora ainda exista a crença de que o consumo desse alimento aumenta os níveis de colesterol, a verdade é que alguns estudos científicos mostraram que um consumo equilibrado de ovos nos ajuda a aumentar apenas o colesterol HDL , ou seja, o que é considerado bom.

Dito isto, os ovos nos fazem melhorar nosso humor devido à sua riqueza em proteínas e vitaminas (especialmente em B6), pois favorecem a produção de triptofano.

Chocolate escuro

Sim, o mito de que o chocolate te faz mais feliz é verdade. No entanto, devemos tentar incluir o chocolate escuro em nosso menu diário, pois ele não contém açúcar e é o mais puro de toda a gama.

O chocolate escuro é especialmente rico em triptofano e magnésio, que ativa diferentes neurotransmissores que melhoram o humor de uma pessoa , como serotonina e dopamina. Além disso, também aumenta os níveis de exorfina, um neurotransmissor que atua como um analgésico natural, pois reduz a sensação de dor.

Finalmente, o chocolate escuro contém açúcares e carboidratos naturais, por isso também nos ajuda a ter mais energia durante o dia e, portanto, nos sentir menos maçantes.

A aveia

A aveia é um cereal que se tornou muito popular devido aos seus múltiplos benefícios para o corpo, dentre os quais podemos encontrar suas propriedades digestivas e emagrecedoras devido à sua rica fibra solúvel. Incluímos este cereal nesta lista de alimentos por sua riqueza em carboidratos complexos. Graças a esse nutriente, a aveia tem três benefícios relacionados à felicidade e humor:

Os carboidratos complexos ou “inteligentes”, diferentemente dos simples, fornecem energia e são processados mais lentamente, para que essa sensação possa durar o dia todo.

Ele também fornece um efeito calmante, de modo que consumir aveia nos sentimos mais calmos e menos estressados.
Os carboidratos facilitam a produção de triptofano e, consequentemente, ajudam a aumentar os níveis de serotonina em nosso corpo.

O abacaxi

O abacaxi é uma fruta tropical com muitas propriedades de saúde. Além de ser um alimento com propriedades diuréticas e anti-inflamatórias, a riqueza de nutrientes como vitaminas (C, B1 e B6), antioxidantes e minerais (magnésio, ferro e potássio) fazem do abacaxi um dos alimentos que nos fazem sentir emocionalmente melhor:

Sua riqueza em vitamina C favorece a concentração e aumenta a nossa motivação.
Seu conteúdo de bromelina, além de fornecer propriedades anti-inflamatórias, também aumenta os níveis de triptofano, o que reduz a sensação de estresse e ansiedade.

E finalmente, sua riqueza em vitaminas faz com que o abacaxi nos ajude a aumentar a produção de melatonina, o hormônio responsável pelo sono.

Mexilhões

Mexilhões são moluscos que também devemos consumir com frequência, se queremos ser mais felizes, pois além de ser um alimento de poucas calorias e baixo teor de gordura, os mexilhões foram incluídos nesta lista devido aos seguintes nutrientes:

Possui um alto teor de vitamina B12 , que fortalece o cérebro a nível celular e, consequentemente, ajuda a nos sentirmos muito mais ativos.
Eles também são ricos em minerais como iodo e proteína, por isso possuem propriedades que regulam a glândula tireoide. Graças a isso, os mexilhões melhoram nosso humor e, por sua vez, nos ajudam a manter um peso mais equilibrado.

Finalmente, os mexilhões têm um bom suprimento de zinco e selênio, dois minerais que aumentam a quantidade de triptofano e, portanto, elevam os níveis dos transmissores neutros de felicidade.

O atum

Outro dos alimentos que nos faz felizes é o atum, que nos ajuda a nos sentirmos melhor graças à sua riqueza nutricional, já que possui um alto teor de vitaminas do complexo B, essenciais para regular o funcionamento do sistema nervoso.

Destaca-se também por sua grande contribuição em ácidos graxos saudáveis (especialmente no ômega 3) e em diferentes minerais, como potássio e fósforo, que favorecem a produção de serotonina e melhoram nossos níveis de energia.

O abacate

Esta fruta é ideal para incluir em nosso cardápio semanal, pois possui diferentes nutrientes que nos tornam mais felizes. Por um lado, possui uma grande fonte de minerais como magnésio e piridoxina, que são completamente necessários para a ativação dos neurotransmissores da felicidade.

Por outro lado, o abacate se destaca por sua contribuição em ácidos graxos poliinsaturados que aumentam nossos níveis de energia e concentração.

Açafrão

Outra comida que faz você feliz é açafrão. Açafrão é uma especiaria considerada um antidepressivo natural, já que sua riqueza em antioxidantes e seus ingredientes ativos apimentados favorecem a segregação de serotonina e endorfinas.

Além disso, graças a esses nutrientes, o açafrão também tem a capacidade de bloquear a atividade de uma enzima conhecida como monoamina oxidase, que está relacionada a distúrbios emocionais.

Levedura de cerveja

O último alimento que incluímos nesta lista é a levedura de cerveja. Esta espécie de farinha possui uma grande riqueza de vitaminas do grupo B, essenciais para o bom funcionamento do sistema nervoso.

Além disso, graças à sua contribuição em proteínas e minerais como magnésio e zinco, a levedura de cerveja estimula a produção de serotonina e tem um efeito relaxante.

Alimentos para reduzir a ansiedade

Mais de 10% das pessoas no mundo (uma porcentagem que aumenta a cada ano) sofrem de transtorno de ansiedade, geralmente como resultado de ataques de pânico ou estados nos quais, embora não tenham ataques de pânico, se sentem extremamente ansiosos e alerta o tempo todo (isso geralmente é conhecido como transtorno de ansiedade crônica). E antes de prosseguir, deixe-me dizer-lhe que, se você acha que tem um transtorno de ansiedade e não foi diagnosticado, provavelmente deve ser atendido por um profissional de saúde mental.

Se você já foi diagnosticado, pode ler o artigo, pois certamente pode ajudá-lo. Mas caso você não tenha ansiedade, saiba que esta dieta anti-ansiedade o ajudará a combater o estresse e também a evitar qualquer tipo de ansiedade que você possa ter no futuro.

Então, ela pode lhe ser muito útil, tanto agora quanto no futuro.

1- Essas dicas também servirão àquelas pessoas que não têm sono suficiente e geralmente se sentem constantemente tensas ou irritáveis, e embora pareça estranho, existe a possibilidade de que a resposta para esses sentimentos ruins seja tão simples quanto algo que está faltando em sua dieta.

2- Como já sabemos, meditação e ioga são conhecidas por ajudar a manter a calma, mas, embora muitos não o reconheçam, a verdade é que a nutrição também desempenha um papel importante; na verdade, muitos dos sintomas usuais do estresse são também associados a desequilíbrios nutricionais e uma grande quantidade de nutrientes necessários para a manutenção de um equilíbrio químico do cérebro e uma mente calma como magnésio, vitaminas do complexo B e gorduras ômega 3, para citar alguns.

Estes são aqueles que geralmente recomendam muitos psiquiatras que não são adeptos de tantas pílulas nos casos em que podem recomendar, além da medicação necessária e alimentos naturais para reduzir a ansiedade.

3- Um estudo entre milhares de mulheres australianas descobriu que aquelas com maior ingestão de magnésio, ácido fólico e zinco eram menos propensas a sofrer estresse. Isso ocorre porque esses nutrientes estimulam a produção de serotonina, que é um produto químico encontrado em nosso cérebro e é projetado para nos manter calmos e felizes. A deficiência de magnésio é muito comum e um fator bem conhecido que leva ao estresse e à ansiedade.

4- Se você sofre regularmente de dores de cabeça, insônia, constipação e cãibras musculares, o culpado pode ser simplesmente o baixo nível de magnésio no sangue. Vegetais verdes folhosos como brócolis e espinafre, nozes, sementes e abacate são uma ótima fonte de magnésio, além de ótimos alimentos.

Às vezes, com apenas um suplemento de magnésio você pode corrigir uma deficiência.

Folato e vitamina B são frequentemente prescritos em altas doses para depressão e ansiedade. Então, boas fontes naturais dessas substâncias podem ser vegetais de folhas verdes, ervilhas pretas, lentilhas e fígado bovino.

5- Você sabia que um corpo cansado combinado com uma mente hiperativa é um sinal de deficiência de zinco? Outros sintomas incluem falta de memória e uma capacidade reduzida de provar sabores.

Você adiciona demais açúcar e sal aos alimentos? Você pode ter baixas quantidades de zinco em seu corpo.

6- A fonte mais rica de zinco são as ostras, seguidas de carne vermelha e ovos. Uma dieta vegetariana, especialmente aqueles à base de grãos crus ou pães misturados com doces, café e alimentos processados, esgota o zinco do nosso corpo.

Tenha isso em mente: “Gorduras saudáveis” também são frequentemente recomendadas para prevenir a ansiedade. Estudos em animais e humanos mostram que dietas com pouca gordura podem aumentar a tensão, hostilidade e raiva, enquanto dietas saudáveis ​​com muita gordura são calmantes e podem melhorar o humor.

Boas gorduras incluem manteiga, azeite, óleo de abacate e óleo de coco. No entanto, os óleos vegetais, como soja, açafrão e canola, são inflamatórios e podem aumentar a ansiedade.

7- Alimentos ricos em ômega 3, como carnes de gado de pasto, laticínios, ovos de galinha “caipira” e peixes de profundidade são muito bons contra a ansiedade.

Os suplementos probióticos podem ser benéficos não apenas para a digestão, mas também como uma terapia eficaz para a ansiedade.

8- Nossos corpos são o lar de bilhões de bactérias. De fato, sabe-se que temos mais bactérias do que células em nosso corpo. Segundo um estudo da Proceedings da Academia Nacional de Ciências, esses organismos não apenas influenciam a digestão, mas também nosso humor.

Então, comer alimentos fermentados como iogurte, kefir e chucrute nutrem a digestão, ajudando-nos a relaxar e manter uma boa saúde mental. As fibras vegetais alimentam essas bactérias úteis.

Por outro lado, o açúcar de refrigerantes e doces alimenta o inimigo: as bactérias que produzem ansiedade não são saudáveis.

9- Lembre-se: A ansiedade não está apenas na sua cabeça, mas em todo o seu corpo . Então, algo que certamente parecia totalmente isolado para você, como os alimentos que come, pode fazer muito pelo seu humor.

Lembre-se e coloque-o em prática. Você certamente mudará de ideia.

Alimentos que nos ajudam a não envelhecer

Certamente, a frase “nós somos o que comemos” lhe parece familiar , porque, afinal, o que comemos ou o quanto cuidamos disso se reflete em nossa aparência.

Existem vários alimentos que ajudarão você a manter sua pele, corpo e cabeça totalmente em forma. Mas isso não significa que é necessário comer apenas esse tipo de alimento, pois praticar esportes é outra atividade que ajuda a prevenir o envelhecimento precoce.

Neste artigo, também fornecemos uma lista de alimentos que ajudam a não envelhecer.

Amoras

Esta fruta contém altos níveis de fibras, vitaminas e minerais. Também ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e diabetes, curar cistite, controlar resfriados e fortalecer as defesas.

Eles são uma fonte de antioxidantes que protegerão seu cérebro e pele.

Pistaches

Este fruto seco contém propriedades altamente nutritivas que os outros frutos não contêm: é o que mais contribui com fibras e energia para o corpo humano, razão pela qual é um dos alimentos que ajuda a evitar o envelhecimento.

Possui alto teor de minerais, proteínas, micronutrientes saudáveis, antioxidantes e vitaminas A e C que ajudam a prevenir “distúrbios vasculares”.

Iogurte grego

Ao contrário do resto dos iogurtes, este contém duas vezes mais proteína e metade de açúcar do que o normal.

Ao comprá-los, procure por aqueles que contêm probióticos, pois eles ajudarão a manter seu intestino saudável.

O maior problema que os iogurtes costumam causar é que eles contêm muita lactose, o que dificulta a digestão. Mas a boa notícia é que o iogurte grego contém muito menos lactose do que o iogurte normal.

Aveia

A aveia é um alimento muito completo e saudável que fornecerá energia e força para a sua vida diária, e você também poderá consumi-lo em qualquer época do ano.

Reduz os níveis de colesterol e também contém propriedades antioxidantes. Além disso, reduz a pressão sanguínea, melhora o sistema imunológico, regula o sangue, possui propriedades contra asma e doenças cardíacas e é benéfico para a pele.

Também é usado como uma alternativa para pessoas celíacas.

Espinafre

O espinafre é uma fonte de energia que contém nutrientes que darão verdadeira vitalidade à sua vida diária.

Este rico vegetal mostrou que é um alimento antienvelhecimento, pois contém luteína, que é um pigmento da família dos carotenoides e que tem efeitos muito bons na nossa saúde.

Milho

Especialistas da Universidade de Maryland dizem que o milho tem um componente que pode impedir o avanço do câncer, mas também contém muitas vitaminas que ajudam a manter a pele forte e suave.

Chocolate negro amargo

O chocolate amargo é saudável e possui muitas propriedades nas quais nunca teríamos pensado em retardar o envelhecimento.

Embora não seja bom incluir nenhum chocolate em sua dieta (nem o leite nem o chocolate branco são um exemplo), se o fizer, este deve ser preto e conter pelo menos 70% de cacau.

É aconselhável comer cerca de 15 gramas durante o dia.

Chá verde

Não importa como você o ingira, o chá verde é o melhor para ajudar você a parecer mais jovem.

Estudos chineses mostraram que beber 3 xícaras de chá verde por dia atrasa o processo de envelhecimento.

Melancia

A melancia também é uma solução natural: cuida do seu coração, ajuda a perder peso, fortalece a visão, aumenta a energia e mantém a juventude, pois é carregada de vitaminas que protegem a pele e reparam as células danificadas ao sol.

As vitaminas e benefícios das bananas para nosso corpo

O que as bananas fornecem de bom para nosso corpo? Os benefícios são maiores do que você imagina.

A banana é um tipo de fruta com várias propriedades benéficas para o nosso corpo. É rica em magnésio, potássio, ácido fólico, fibras, entre outros, o que a torna um alimento ideal para a nossa saúde.

Neste post, explicamos quais são as propriedades das bananas, que além de ser um alimento muito nutritivo, o ajudará em seus problemas digestivos e a manter-se saudável e ativo.

Então, leia este artigo com atenção e adicione a banana à sua dieta .

1- Pouca gordura

As bananas são pobres em gordura e proteína, portanto, você pode incluí-lo facilmente na sua rotina alimentar, pois não contém muitas calorias . No entanto, recomendamos que você coma quando a banana estiver verde, para garantir que a ingestão calórica seja menor.

2- Vitaminas A, C e E, além de antioxidantes

Por ser rica em vitaminas A, C e E , a banana contém uma grande quantidade de antioxidantes, tornando-a uma ótima fonte de energia natural que auxilia no rejuvenescimento da pele. Por todas essas razões, é ideal para atletas e crianças, pois aumentam sua resistência e energia diária.

3- Boa para gastrite

Por outro lado, se você sofre de gastrite ou problemas intestinais , a banana é uma boa comida. Lembre-se de que contém fibra e magnésio, o que a torna um ligeiro laxante. No entanto, recomendamos que, se você sofre de gastrite, consuma a banana madura. Por outro lado, se você sofre de ansiedade ou obesidade, recomenda-se comer a mesma verde, pois isso prolongará a sensação de saciedade.

4- Potássio e ácido fólico

Além de tudo isso, o potássio e ácido fólico nas bananas ajudarão a formar anticorpos para o sistema imunológico. E mais: a banana irá ajudá-lo a combater problemas de hipertensão.

5- Boas para o colesterol

As bananas também são boas para tratar o colesterol, estimular a digestão e até impedir a perda de cabelo.

6- As bananas ajudarão seu sistema nervoso

Se você tem depressão, distúrbios alimentares ou está muito nervoso, a banana será um alimento ideal para você. Graças ao seu alto teor de triptofano – uma proteína que o corpo converte em serotonina – a banana ajuda a prevenir o estresse, nervos e depressão.

7- Previnem ataques cardíacos

Por outro lado, as bananas ajudam a reduzir as chances de sofrer um ataque cardíaco ou sofrer de uma úlcera gástrica. Além disso, se você consumir diariamente, ajudará a desintoxicar seu corpo.

8- O alimento perfeito

Por todas essas propriedades e muitas outras mais detalhadas, a banana é um alimento perfeito para crianças e adultos, atletas e estudantes.

Como ponto essencial, podemos destacar sua grande versatilidade de preparo, pois podemos consumir a mesma “in natura”, desidratadas, flambadas, em doces, fritas, assadas, em vitaminas e sorvetes, em saladas de frutas e de praticamente todas as formas que você conseguir imaginar.

Com uma banana verde por dia, você pode aumentar sua memória e ficar mais forte e saudável. Então, não hesite e inclua esta fruta na sua rotina alimentar . Você notará os benefícios!

Benefícios e vitaminas do pimentão

Um vegetal com benefícios infinitos para o organismo humano: o pimentão.

Isso porque o consumo desse alimento é positivo para muitos e diversos aspectos da saúde, devido ao fato de fornecer uma grande quantidade de nutrientes, vitaminas e minerais. Podemos encontrá-los vermelhos, verdes ou amarelos, mas todos eles têm características positivas e nos beneficiarão.
Portanto, hoje explicamos quais são as propriedades do pimentão.

1- Origem

A pimenta é fruto de uma planta herbácea de mesmo nome que pertence à mesma família que o tomate e a berinjela. Atualmente, México, Peru e Bolívia são considerados o centro de origem da planta de pimenta. No entanto, de acordo com evidências arqueológicas, a pimenta pode ter sido cultivada por 6.000 anos no sudoeste do Equador. No século XVI, o cultivo de pimenta estava se espalhando por toda a Espanha, de onde mais tarde foi levado para a França e Itália, e depois por toda a Europa.

2- Vitamina C

Embora geralmente associemos várias frutas à vitamina C, a verdade é que a pimenta fornece uma quantidade significativa desse nutriente, que é tão importante para o corpo. Desta forma, consumir pimentas nos ajudará na absorção de ferro, cálcio, etc, além de manter nossas defesas no ponto.

3- Licopeno

Da mesma forma, é importante observar que os pimentões fornecem grandes doses de licopeno e beta-caroteno, ambos antioxidantes essenciais para manter as células jovens e prevenir o envelhecimento. Ao mesmo tempo, isso ajudará a proteger as células do câncer e de doenças degenerativas, combatendo os radicais livres.

4- Vitamina A

Entre as propriedades benéficas da pimenta, também vale destacar a ajuda à visão noturna, pois ela contém altos níveis de vitamina A. Esse nutriente mantém os olhos saudáveis, de modo que o consumo de pimentas evita doenças oculares.

5- Faz bem para a digestão

Ao contrário do que alguns acreditam quando os consideram indigestos, os pimentões trazem benefícios para o sistema digestivo. Isso porque esse vegetal, além de estimular o apetite, favorece a secreção de sucos gástricos e biliares. As propriedades anti-diarréicas e contra vômitos também foram demonstradas neles.

6- Fibras

Ao falar sobre as propriedades do pimentão, não podemos esquecer seu alto teor de fibras que ajudarão a regular o trânsito intestinal e, portanto, também a prevenir ou resolver problemas de constipação. Da mesma forma, é um alimento saciante, razão pela qual é recomendado em dietas para perder peso.

7- Potássio

Devido ao seu alto teor de potássio, mas com baixo teor de sódio, podemos afirmar que os pimentões também possuem propriedades diuréticas, ou seja, facilitam a eliminação de líquidos e impedem sua retenção no organismo.

Por tudo isso e muitos outros benefícios das pimentas, recomendamos que você as plante em casa para desfrutar ainda mais de seu sabor e propriedades.

Note que ao ter sua própria horta caseira, você estará tendo a certeza de consumir um produto natural e cuja a procedência você conhece, o que sem dúvida alguma aumentará a qualidade de seus pratos, de sua alimentação e por consequência, de sua vida.

Trataremos mais sobre as hortas caseiras ou comunitárias em post futuro.

Por que eu fico tão doente?

Por qual motivo eu fico facilmente doente?

Na vida, estamos expostos a muitos fatores que podem interferir constantemente em nossa saúde, fazendo com que ela seja afetada por longos períodos de tempo sem encontrar nenhuma causa aparente. Embora as doenças apareçam como uma resposta a um vírus ou infecção que afetou o corpo, muitas vezes também são uma consequência da maneira como estamos nos alimentando, do nível de estresse que gerenciamos ou da dificuldade de lidar com problemas emocionais.

A verdade é que existem muitas razões pelas quais uma pessoa pode se sentir constantemente com problemas de saúde e isso não precisa necessariamente ser um assunto sério. O ideal é identificar quais fatores podem estar afetando nosso sistema imunológico para atacar a raiz do problema e não a “doença”. Se você está cansado de se sentir mal e se pergunta todos os dias: ” por que estou tão doente “, é melhor ler atentamente este artigo para encontrar a resposta para sua pergunta e seus sintomas.

1- Controle o estresse

Se você não parar de se perguntar ” por que estou tão doente “, talvez seja necessário mudar sua pergunta para: “Estou estressado?”. O estresse tem um poder incalculável para afetar negativamente a saúde do corpo humano, não é em vão que é aconselhável controlar o estresse, aprender a lidar e impedir que ele nos domine.

O estresse não enfraquece o sistema imunológico, mas o deprime, tornando-o fraco para se defender contra qualquer vírus ou bactéria que deseje penetrar em nosso organismo e, além disso, dificulta a recuperação do nosso corpo de doenças, deixando-nos doentes por muito mais tempo do que o normal. Se você acha que o estresse pode ser a razão de ficar doente por tanto tempo, a melhor coisa a fazer é começar a se exercitar, porque o exercício ajuda a aumentar suas defesas e drenar o estresse.

2- Cuide da sua mente

Dizem que a mente está no controle de todo o corpo e acontece que muitas de nossas emoções derivam de nossos pensamentos. Por esse motivo, é comum que, quando uma pessoa passa por episódios de ansiedade ou depressão, ela também apresenta problemas de saúde. Isso porque as emoções afetam o funcionamento do corpo.

Há muitas pessoas que, quando estão ansiosas, apresentam “nervos no estômago”, intestino irritável, diarreia, dores de cabeça e até tontura. Nesses casos, é melhor aprender a controlar a ansiedade ou tratar a depressão, se aplicável, para impedir que as emoções continuem a causar um efeito contraproducente no resto do corpo e deixem de ser a razão pela qual você fica tão doente.

3- Sua dieta

A dieta pode ser outra resposta para essa pergunta frequente “por que fico tão doente”. Nós somos o que comemos , de modo que, quanto mais saudáveis ​​forem os alimentos com os quais nutrimos o corpo, mais saudáveis ​​serão.

Portanto, é recomendável ter uma dieta saudável, rica em minerais, vitaminas e proteínas, para que o sistema imunológico tenha todos os nutrientes necessários para se manter forte e combater vírus e bactérias que desejam atacá-lo.

Da mesma forma, quando temos uma dieta saudável, o processo de digestão e assimilação de nutrientes facilita o sistema gastrointestinal, o que permite melhorar a saúde do estômago, fígado e intestinos e desfrutar de excelentes valores sanguíneos.

Se ultimamente tudo que você come o adoece e passou meses com episódios de dor de estômago, a coisa mais recomendada, além de consultar um especialista, é melhorar sua dieta.

4- Fortaleça seu sistema imunológico

Quando o estresse, a temperatura, as emoções ou a dieta afetam o sistema imunológico, é melhor fortalecê-lo para evitar que um vírus inofensivo se torne uma doença por meses. Como podemos fortalecer o sistema imunológico? Muito fácil, aumentando o consumo de vitamina C, nos exercitando, comendo de forma saudável, consumindo vitamina A e descansando.

5- Durma bem

O sono profundo é extremamente importante para a saúde do corpo, pois durante os mesmos ocorrem processos químicos envolvidos em nosso bem-estar físico e emocional. Quando o sono é afetado, temos menos energia e nos sentimos mais fracos, permitindo que qualquer vírus que penetre no corpo e seja capaz de produzir um choque.

Dormir oito horas por dia é necessário para que o corpo e a mente se regenerem e funcionem corretamente; E se você teve episódios constantes de insônia recentemente, recomendamos praticar a meditação como uma técnica para complementar sua saúde e acalmar sua mente para induzi-la a um sono profundo.

6- Descanse

Você precisa descansar! Pode não perceber, mas se você não sofre de estresse ou ansiedade, come adequadamente e dorme as horas que seu corpo precisa para se sentir adequadamente, pode ser que seu corpo esteja cansado porque há anos você não para de trabalhar, caminhar e estar em constante movimento, sem sequer parar por um segundo para descansar.

Então, talvez seja hora de tirar as férias atrasadas, mesmo que seja para ficar em casa vendo a cidade pela sua janela. Muitas vezes, nosso corpo não se recupera de uma doença porque não temos o descanso necessário. E isso acontece porque assim que vemos a menor indicação de melhora, corremos para a rotina e acontece que isso só pode piorar nossa saúde.

Planeje a viagem que você tanto quer fazer, descubra sua cidade novamente, mas leve a sério a ideia de fazer uma pausa agora.

As melhores vitaminas para aumentar sua imunidade

Os leucócitos, conhecidos popularmente como glóbulos brancos, são células que fazem parte de nossa corrente sanguínea e servem para proteger nosso corpo de possíveis ataques e infecções que ele sofre, agindo como uma defesa contra agentes infecciosos.

Usamos o número de glóbulos brancos para determinar se o corpo sofre de alguma doença, pois uma contagem desequilibrada indica que há algo que não está funcionando bem no corpo e que as vitaminas são essenciais em sua produção. Portanto, também são essenciais para manter nossas defesas ativas.

Então, no seguinte artigo, explicaremos quais são as melhores vitaminas para aumentar a sua imunidade.

O que nos leva a ter uma imunidade baixa

O sistema imunológico é responsável por proteger nosso corpo contra doenças que podem causar as bactérias, vírus, parasitas ou fungos. Um sistema imunológico forte e eficaz nos garante manter uma boa saúde, qualidade de vida e evitar adoecer com frequência.

O sistema imunológico é composto de tecidos, células e elementos químicos em nosso corpo que agem juntos, cada um no seu nível, para impedir a entrada e proliferação desses vírus e bactérias. Os glóbulos brancos presentes em nosso sangue representam a figura principal dessa rede defensiva; quando não temos uma contagem adequada, nossas defesas diminuem bastante e estamos expostos a várias doenças; portanto, é essencial fornecer ao corpo os elementos necessários para fabricá-los.

Além de tomar vitaminas para aumentar as defesas, é necessário saber o que causa baixas defesas para alterá-las e agir globalmente:

Você quer saber por que está tão doente ? O estresse é um depressor do nosso sistema imunológico enfraquece e facilita não apenas a entrada de vírus ou bactérias em nosso corpo, mas também dificulta a recuperação de doenças.

Uma boa dieta é a base para manter as defesas altas.

Em seguida, explicaremos quais são as melhores vitaminas para aumentar as defesas e para que você possa revertê-las.

Quando dormimos, nosso corpo é reiniciado e recarregado. Um mau descanso colocará muitas facilidades para que qualquer elemento externo entre no corpo e o deixe doente.

Vitamina C

Ter os níveis certos de vitamina C ajuda nosso sistema imunológico a permanecer forte e a construir as defesas necessárias para manter possíveis doenças sob controle.

Além disso, a vitamina C é um excelente antioxidante, essencial para prevenir o envelhecimento de nossas células, além de proteger as membranas dos vasos sanguíneos. Suas funções como antioxidante o tornam um excelente remédio para evitar doenças degenerativas associadas à idade, como Alzheimer ou arteriosclerose, além de prevenir mutações celulares que levam ao câncer.

Além de ser uma das melhores vitaminas para aumentar as defesas, tomar vitamina C nos dá muitos outros benefícios em nosso corpo. Outro nome dessa vitamina, o ácido ascórbico, demonstrou reduzir a possibilidade de ataques cardíacos, fortalecendo as paredes internas para evitar sangramentos.

É certamente a vitamina mais conhecida e a que conhecemos mais profundamente. Isso ocorre porque não é produzida pelo organismo, mesmo sem deixar de ser essencial para o seu funcionamento, de modo que deve ter uma relevância especial em nossa dieta.

Vitamina A

A vitamina A é um grande aliado quando se trata de produzir glóbulos brancos, especialmente linfócitos, células responsáveis ​​por atacar elementos estranhos e células cancerígenas. A vitamina A é uma das melhores vitaminas para aumentar as defesas e combater infecções.

Mas, além da injeção externa em nosso sistema imunológico, a vitamina A, também conhecida como retinol, oferece vários benefícios para as diferentes funções do corpo. Certamente, sua propriedade mais conhecida é o benefício que ela nos oferece para a visão, pois ajuda na formação de células na retina que melhoram nossa visão.

Afeta também a pele, tornando-a mais saudável e sedosa, graças ao seu efeito antioxidante. De fato, a vitamina A está envolvida na formação de células da pele, além de outros tecidos da mucosa e do corpo, como ossos, dentes, cabelos e unhas.

De fato, aí reside sua importância na prevenção de doenças, pois, ao criar barreiras mucosas e teciduais, impede a passagem de microrganismos e bactérias.

Vitamina D

A principal fonte que temos para obter vitamina D é o sol. Esse fato faz com que existam realmente poucos casos de pessoas que não possuem essa vitamina, porque alguns minutos de exposição ao sol por dia já fornecem ao nosso corpo a quantidade necessária para cumprir suas funções.

A vitamina D certamente não afeta a capacidade de criar glóbulos brancos, no entanto, prolonga a sua vida útil fazendo com que levem mais tempo a desaparecer do corpo. Isso faz com que, embora não ajude na sua produção, cause um aumento dos glóbulos brancos, tornando-se uma das melhores vitaminas para aumentar as defesas.

Ácido fólico

Ao contrário da vitamina D, o ácido fólico ajuda na criação de glóbulos brancos, essencialmente neutrófilos. Por outro lado, a falta de ácido fólico pode levar a uma diminuição na contagem de glóbulos brancos, tornando nosso corpo alvo de infecções e bactérias.

Ácido fólico é o nome pelo qual conhecemos popularmente a vitamina B9 e é uma vitamina muito importante para o desenvolvimento adequado do nosso corpo. Uma quantidade adequada de ácido fólico está associada a um menor risco de doença cardíaca e alguns tipos de câncer, como câncer de pulmão e cólon.

E se há algo que relacionamos imediatamente à gravidez é o ácido fólico, isso porque essa vitamina ajuda na formação do feto e da placenta, impedindo o desenvolvimento de alguns defeitos e doenças no cérebro e na coluna do bebê.

8 vitaminas para ser mais produtivo ao estudar

Manter uma mente ativa, focada e aberta para assimilar o conhecimento requer energia. É por isso que é vital que os alunos e qualquer pessoa no processo de aprendizado tenham à sua disposição as ferramentas que lhes permitem alcançar isso.

Nesse sentido, há um grupo de vitaminas que podem ajudar a tornar mais eficientes os processos neurais e nervosos necessários para o estudo bem-sucedido. Essas vitaminas podem ser geradas pelo próprio corpo, encontradas em alimentos de origem animal ou vegetal, ou produzidas como suplementos.
Portanto, neste artigo, apresentamos uma lista de 8 vitaminas para estudar para todos aqueles que desejam ter o melhor desempenho e aproveitar o potencial desses componentes.

Vitaminas do grupo B para estudar concentrado

Do grupo de vitaminas para obter uma melhor concentração e capacidade de aprendizado, as vitaminas do complexo B estão no topo da lista por sua relevância na geração de química cerebral e na preservação e regeneração de seus tecidos:

Vitamina B1 ou tiamina

Ela transforma os alimentos em energia e é responsável pela absorção de glicose pelo cérebro, que é o que lhe dá energia para funcionar. Além disso, desempenha um papel importante na conexão entre neurônios. Levedura, gergelim e sementes de girassol, costeletas de porco e macadâmia contêm tiamina.

Vitamina B3 ou niacina

É responsável pela restauração do DNA, pelas células que possuem energia suficiente para funcionar adequadamente e pela produção de neurotransmissores. Carne, frango, alimentos integrais e pimentões são ricos em niacina.

Vitamina B6

Ajuda a produzir mielina, a substância que reveste as conexões neuronais. Além disso, metaboliza proteínas e contribui para a criação de neurotransmissores. Bacalhau, alho em pó, sálvia ou manjericão são alguns dos alimentos ricos em vitamina B6.

Vitamina B9 ou ácido fólico

Contribui para manter o sistema nervoso em ótimas condições, algo vital para o cérebro funcionar corretamente. O folato é a forma em que essa vitamina é encontrada nos alimentos, mas o corpo não a armazena.

Por outro lado, o ácido fólico é o folato na forma sintética, ou seja, o encontrado nos suplementos vitamínicos. Os alimentos que contêm folato incluem vegetais, legumes, bananas, aspargos e produtos fortificados (como a farinha de trigo branca no Brasil).

Vitamina B12 ou cobalamima

É a vitamina mais complexa conhecida até agora. Sua importância é que é um daqueles que ajuda a gerar novas células, a estimular o desenvolvimento do sistema nervoso e dos glóbulos vermelhos, além de gerar novos neurotransmissores. É uma vitamina essencial para o bom funcionamento do corpo, mas não é encontrada nos alimentos, apenas em nosso próprio corpo e nos alimentos de origem animal que o sintetizaram. Mexilhões, ostras, sardinha, cavala, salmão, cordeiro e ovos são uma fonte de vitamina B12.

Vitamina A ou retinol para estudar melhor

Outra das melhores vitaminas para estudar é a vitamina A ou retinol , importante para a boa saúde ocular, essencial para assimilar o conhecimento que envolve a leitura. Seu alto conteúdo de antioxidantes, conhecido como beta-carotenos, evita a degeneração do tecido celular e também é essencial para o desenvolvimento e reparo celular. Fígado, abóbora e vegetais de folhas verdes são os alimentos que contêm vitamina A .

Vitamina C para melhorar as conexões neurais

Por seu lado, a vitamina C ajuda a manter as conexões neurais essenciais para o funcionamento adequado do cérebro. Sendo um antioxidante , protege o corpo da oxidação causada pelos radicais livres; no entanto, essa vitamina essencial não é produzida pelo nosso organismo, por isso devemos obtê-la de alimentos ou suplementos alimentares. Goiaba, laranja e couve de Bruxelas são ricos em alimentos de vitamina C.

Vitamina E ou tocoferol para ajudar o sistema nervoso

Outra das vitaminas mais recomendadas para o estudo é a vitamina E ou tocoferol. É um antioxidante, interrompe o processo de decomposição celular e também contribui para a produção de glóbulos vermelhos e tecidos. É essencial para o funcionamento ideal do sistema nervoso. Portanto, seu consumo é essencial para a atividade cerebral. Gema de ovo, pinhões, amêndoas, damascos secos e sementes de girassol são alguns dos alimentos ricos em vitamina E.

Alimentos que fornecem energia para fortalecer seu organismo contra doenças

Muitas pessoas associam comida a prazer, mas a função mais importante é nos encher de energia e nutrientes que nosso corpo precisa para funcionar todos os dias. Por esse motivo, o aspecto mais vital de qualquer dieta saudável, seja para perder peso ou não, é consumir alimentos com calorias ricas e nutritivas. Dessa forma, não precisaremos comer demais para nos sentirmos saciados e prontos para enfrentar o dia.

Nosso corpo precisa de comida para poder desempenhar 100% de suas capacidades. E se você se sentir muito cansado ou sentir que não tem energia suficiente para se exercitar, estudar ou trabalhar, pode ser necessário incorporar ingredientes à sua dieta que aumentem imediatamente sua energia.

Neste artigo, recomendamos os melhores alimentos que fornecem energia.

Quais alimentos nos dão energia?

Como você sabe quais alimentos fornecem energia? Todos os alimentos, em maior ou menor grau, nos fornecem energia para manter todos os processos metabólicos ativos e fortalecer os sistemas do corpo. No entanto, muitos deles contêm calorias vazias que carecem de muitos dos nutrientes necessários para o corpo, por isso é importante manter uma dieta tão equilibrada quanto variada.

Em geral, os alimentos responsáveis ​​por nos fornecer mais energia têm proteínas, carboidratos, vitaminas e minerais vitais para o bom funcionamento do sangue, ossos e músculos, como ferro e potássio.

Para que os efeitos desses alimentos sejam maximizados, também é necessário reduzir o consumo de outros alimentos que prejudicam a vitalidade e as defesas, como açúcar, álcool ou cafeína.

Banana

As bananas fornecem uma grande quantidade de potássio, um mineral que ajuda a equilibrar a água do corpo e fortalecer os músculos. Além disso, o potássio é essencial para atender às suas necessidades vitais, fornecendo toda a energia que o corpo necessita ao longo do dia. É um dos melhores alimentos anti-fadiga, pois a exaustão está frequentemente ligada a baixos níveis de potássio.

Portanto, se você deseja incorporar alimentos que dão energia para treinar, um pedaço de banana por dia contribuirá para manter uma vida saudável e reabastecer o glicogênio perdido durante o exercício físico.

Nozes

Existem muitos alimentos energéticos, mas se você estiver procurando por um lanche verdadeiramente natural, as nozes são pequenas cápsulas de energia com alto teor de nutrientes. Elas fornecem:

Ácidos graxos importantes para o corpo.
Fonte de proteína.
Poder saciante e antioxidante.

Apesar de ser um produto com alto teor calórico, é um dos alimentos que fornece energia imediata. Mas dentre a multidão de nozes, recomendamos o consumo de nozes, castanha de caju, amêndoas e pistaches, pois contêm vitamina E, potássio, ferro e ômega-3.

Sementes de linhaça e girassol

As sementes de linhaça (um vegetal usado para obter óleo e farinha) e as sementes de girassol são ricas em ômega 6 e ômega 9. Além disso, contêm nutrientes que fornecem energia ao corpo, como vitamina B, ácido fólico e ferro.

Ao consumir um punhado destas sementes, você se sentirá menos cansado e consumirá alguns dos melhores alimentos que dão energia e vitalidade ao corpo .

Ovos

Um dos alimentos com mais proteína é o ovo. Consumir um dará a você 30% da quantidade necessária por dia desse macronutriente, responsável pelo transporte de nutrientes pelos vasos sanguíneos e pelo bom funcionamento dos músculos.

Portanto, recomendamos que você coma ovos devido à enorme versatilidade que oferece na cozinha (omeletes, ovos mexidos ou claras de ovos) e seu grande impacto na recuperação física após praticar esportes.

Aveia

Este alimento é rico em carboidratos complexos e contém fósforo, cálcio, ferro e lecitina. Portanto, a aveia é de digestão lenta, o que ajuda a fornecer mais energia ao longo do dia.

Além disso, seu conteúdo em fibras fornece um grande poder saciante que ajuda a comer menos e a perder peso. Também ajuda a diminuir o colesterol e equilibrar os níveis de glicose no corpo. Essas duas últimas propriedades são essenciais para manter a saúde do cérebro e do sistema nervoso; portanto, consumir aveia melhora a concentração e é um dos melhores alimentos que fornecem energia para estudar .

Espinafre

Espinafre são legumes altamente recomendados em dietas esportivas. Contendo altos níveis de potássio, ferro e magnésio, é um dos alimentos que dão energia para correr e se exercitar. Eles também são antioxidantes e fornecem vitaminas K e B, facilitando a digestão e o desempenho muscular ideal.

O espinafre é ideal para perder peso, pois contém muito poucas calorias, o que é mais um motivo para você introduzi-lo em sua dieta.

Figos

Este alimento fornece uma grande quantidade de carboidratos saudáveis que são rapidamente convertidos em energia. Ele também contém ácido fólico e cálcio, ou seja, nutrientes básicos para fortalecer os ossos. Consumir várias unidades facilitará o processo de recuperação dos músculos.

Chocolate puro

O consumo de chocolate é excelente para manter a energia física e mental, pois fornece ferro, magnésio, potássio e vitaminas A, B1, B2 e E. Além disso, ajuda a melhorar o humor e a motivação, mas só será saudável se você o comer puro. Se ele contém leite, você estará comendo gorduras vazias e muitos de seus benefícios desaparecerão.

Alimentos para conter dores e inflamações

Muitas vezes pensamos que a inflamação é uma coisa ruim que acontece conosco, mas esse não é o caso, uma vez que a inflamação é um mecanismo de defesa natural que nos ajuda a eliminar as toxinas acumuladas nos tecidos danificados para que não se espalhem por todo o corpo.

Você já notou que uma das primeiras coisas que acontecem quando danificamos uma parte do corpo é que imediatamente a área incha e uma vez que a inflamação surge, a acompanham dor, vermelhidão e aquecimento da referida área danificada?

Felizmente, nossa natureza nos oferece elementos para aliviar a dor e a inflamação que são tão irritantes. E uma dessas coisas são os alimentos que detalharemos a seguir, que, a propósito, são melhores para nós, pois não causam efeitos colaterais desagradáveis ​​comuns à maioria dos medicamentos indicados para dor e inflamação.

Alimentos para controlar a dor e inflamações

Mirtilos : Mirtilos têm excelentes propriedades anti-inflamatórias. As quantidades de compostos chamados proteínas de choque térmico (que diminuem com a idade) aumentam e, quando essas proteínas estão localizadas na área inflamada, reduzem a dor e os danos nos tecidos afetados.

Pimenta caiena e aipo

Pimenta caiena: A pimenta caiena diminui o aquecimento da área inflamada devido à capsaicina , um poderoso anti-inflamatório.

Aipo: As sementes de aipo têm compostos anti-inflamatórios, como a apigenina , uma substância com excelente ação anti-inflamatória. Adicione sementes de aipo às suas refeições e você verá os resultados magníficos.

Frutas e vegetais para aliviar a dor

Cerejas, framboesas e morangos: enquanto muitas pessoas recorrem à aspirina para sentir dor, estudos recentes descobriram que o extrato azedo de cereja ou as outras três frutas é dez vezes mais eficaz do que a aspirina no alívio da inflamação e a dor.

Vegetais verde-escuros: vegetais verdes escuros, como couve ou espinafre, têm altas quantidades de minerais alcalinos, como cálcio e magnésio, minerais que equilibram a química do corpo para facilitar a inflamação.

Peixe para combater a inflamação

Peixe: O óleo de peixe atua diretamente no sistema imunológico, reduzindo em 40 a 55% a liberação de citocinas , compostos conhecidos por destruir as articulações e causar inflamação.

Sementes de linho e gengibre

Sementes de linho e óleo de linho – As sementes de linho são ricas em óleos naturais que são convertidos em substâncias hormonais no corpo para reduzir substâncias inflamatórias. Adicione linhaça aos alimentos não quentes para obter seus benefícios anti-inflamatórios.

Gengibre

O gengibre possui um poderoso poder anti-inflamatório, sendo ideal para pessoas com problemas gastrointestinais. Pode ser consumido em pó, nas refeições ou no chá.

Nozes e açafrão

Açafrão: Açafrão tem curcumina, uma substância com ação anti-inflamatória e antioxidante, frequentemente usada para tratar a artrite.

Nozes: como as sementes de linhaça, as nozes contêm ácidos graxos ômega 3 abundantes, que reduzem a dor e a inflamação. Embora se deva notar que as mulheres são mais sensíveis que os homens ao efeito anti-inflamatório desse tipo de gordura.

Conclusões

Então agora você já sabe, têm uma grande variedade de alimentos que pode usar para aliviar a dor e a inflamação. Mas tenha cuidado, pois você deve sempre consultar seu médico, pois a inflamação pode comprometer de forma séria os tecidos afetados.

As propriedades e benefícios da manga

As frutas são ricas em vitaminas, nutrientes, fibras e demais substâncias que só trazem equilíbrio e benefícios ao nosso corpo. E tanto a manga verde quanto a madura, possuem: ferro, cobre, sódio, cálcio, fibras e as vitaminas A, B, C, D, E e K.
Entre seus benefícios a nossa saúde, estão:
Melhora a saúde dos olhos e a visão
Ajuda no processo de perda de peso e emagrecimento
Regula a flora intestinal e acelera o metabolismo
Fortalece os cabelos, as unhas e a pele
Fortalece os ossos.

Algumas da vitaminas presentes na manga e seus benefícios

Vitamina A

Essa vitamina, também conhecida como retinol, é proveniente de proteínas animais e carotenos,ou de proteínas vegetais, é necessária para o seu corpo diariamente. Isso protege a saúde da retina, ajuda contra o desenvolvimento de tecidos moles, ossos e dentes. Este nutriente, que é um ótimo antioxidante, também tem um impacto significativo na pele. Estes são os principais benefícios da vitamina A para o nosso corpo:

Fortalece o sistema imunológico, aumentando a produção de defesas e estimulando a resposta de anticorpos contra patógenos, que podem causar alguns danos ao organismo.
Essa vitamina tem um papel muito importante no nível celular, pois ajuda contra o crescimento e reparo das células capilares e ungueais, além de dentes e ossos, pele e visão. Isso faz com que seus ossos, dentes, unhas e cabelos permaneçam saudáveis ​​e fortes e cresçam adequadamente, além de promover uma boa saúde ocular e prevenir doenças como cegueira, glaucoma ou catarata.

Funciona como antioxidante, desintoxicando o corpo e protegendo as células.
Ao proteger a pele, você ajudará a prevenir problemas como herpes, psoríase, eczema, acne ou dermatite, ou a prevenir surtos se essas condições já forem sofridas.

Vitamina B

São fornecedoras de energia, e outros benefícios. As vitaminas B6, B9 e B12 se destacam nas mangas, mas também contém vitaminas B1, B2, B5, B6 e B7. Os principais benefícios das vitaminas B na manga são:
A vitamina B6 é geralmente útil para evitar náuseas e hipertensão, e também ajuda a diminuir a dor na TPM. Por isso, geralmente é indicado em mulheres grávidas devido aos grandes benefícios que proporciona durante esta fase.

Ajuda a melhorar a função digestiva. Ao promover o trânsito intestinal, produzir sucos gástricos, metabolizar melhor os alimentos e favorecer a secreção da bílis, produz que as digestões não são pesadas e melhor absorvem os nutrientes. Além disso, este grupo de vitaminas ajuda a desinflar o intestino.
Essas vitaminas são de especial importância para o cérebro. Ao ajudar a melhorar a cognição, contribui para um melhor funcionamento e conservação do cérebro, bem como de seus neurotransmissores. De fato, essas vitaminas também são recomendadas para melhorar estados deprimidos ou deprimidos.
Eles ajudam a ter uma visão melhor. Dessa forma, você pode evitar cataratas, miopia ou certas degenerações da visão.

Vitamina C

Certamente você já ouviu falar da vitamina C, e é um dos nutrientes mais conhecidos devido aos grandes benefícios que traz para o corpo. Durante anos, esta vitamina tem sido associada à prevenção e recuperação contra um resfriado, mas existem muitos outros benefícios que ela traz ao nosso corpo. Em resumo, estes são os principais benefícios da vitamina C da manga:

A vitamina C tem sido associada à produção de colágeno, ajudando a otimizar a cicatrização da pele, melhorar a firmeza da pele e prevenir o envelhecimento precoce.
Como a vitamina A, possui propriedades antioxidantes que protegem as células, ajudando a combater os radicais livres em seu corpo.

Aumenta as defesas do corpo, ajudando o sistema imunológico a combater doenças. Diz-se popularmente que ajuda a prevenir resfriados e ajuda muito mais.
Ajuda a facilitar a absorção de outras vitaminas e outros nutrientes.

Vitamina D

A vitamina D, conhecida como vitamina do sol, também traz grandes benefícios ao nosso corpo, semelhantes aos benefícios das vitaminas descritas acima. Podemos resumir que esses são os principais benefícios da vitamina D que nos ajudam a produzir naturalmente mangas e outros alimentos:

Fortalece o sistema imunológico, ajudando seu corpo a combater bactérias, vírus e outros patógenos.
Ajuda a absorver outras vitaminas e minerais, como fósforo e cálcio. Além disso, precisamente devido ao seu papel na absorção e fixação do cálcio, esta é uma das vitaminas da manga que ajuda a fortalecer os ossos.
Melhora o sistema nervoso. Os impulsos nervosos dependem de grande parte dessa vitamina; portanto, consumi-lo ajudará o sistema nervoso a funcionar melhor.
Mantém os níveis de pressão arterial em um estado ideal.

A vitamina D mantém a pele hidratada e saudável, por isso nos ajuda a ter uma pele radiante e saudável, o que pode manter perfeitamente a função de proteger nosso corpo.
Ajuda a manter o cabelo saudável e forte e evita que ele caia.

Vitamina E

A vitamina E desempenha funções semelhantes às das vitaminas A e C. É conhecida como a vitamina da vida e da juventude, porque é um poderoso antioxidante. Estes são os principais benefícios da vitamina E, que você pode encontrar em quantidade em frutas como as mangas.

Ajuda a combater infecções, graças às quais aumenta as defesas do seu corpo.
Promove a cura, da mesma maneira que a vitamina C.
Protege as membranas dos músculos, nervos e sistema cardiovascular. Também ajuda os glóbulos vermelhos a ter uma vida mais longa e saudável.
A vitamina E é essencial, pois as células interagem umas com as outras usando-a.
Alguns órgãos precisam dessa vitamina para funcionar adequadamente, é o caso do fígado, pulmões e coração, que tiram grande proveito das propriedades da vitamina E. Isso acontece porque essa vitamina diminui as toxinas e os radicais livres e evita problemas relacionados à pressão arterial.

Vitamina K

Muitas pessoas não levam em conta a importância da vitamina K para o corpo, e isso é que é uma vitamina que para muitos passa despercebida, mas é necessária para que o corpo funcione adequadamente. Estes são os benefícios da vitamina K, que podemos encontrar na manga:

Ajuda a proteger o coração, porque ajuda a coagular o sangue adequadamente, ajudando a prevenir sangramentos graves e a prevenir o endurecimento das artérias e paredes do coração, ajudando a manter o cálcio fora delas.

É uma boa vitamina para os ossos. É capaz de distribuir cálcio nos locais mais adequados, para que o corpo possa usá-lo da melhor maneira possível. A vitamina K, especialmente, ajuda a fixar o cálcio nos ossos e dentes.
Como uma ajuda à coagulação do sangue, como já mencionamos, ela ajuda as feridas a se curarem e se curarem mais rapidamente.
Minerais de manga e seus benefícios

E minerais que podemos encontrar? Além da fruta conter todas essas vitaminas, também possui uma grande quantidade de minerais, como ferro, cálcio, sódio e cobre, que atuam em benefício de nosso corpo. Em resumo, destacamos que os benefícios de saúde da manga, graças a esses minerais, são:

O ferro fornece energia, melhora a circulação sanguínea e a condição sanguínea, além de fortalecer seu sistema imunológico, aumentando suas defesas para que possam combater patógenos capazes de causar doenças em seu corpo.
O cálcio, como você certamente sabe, é principalmente necessário para manter ossos e dentes saudáveis ​​e fortes.
O sódio é usado para controlar os fluidos corporais e a pressão sanguínea.
O cobre é o principal responsável pela manutenção de cabelos saudáveis.

Passos simples para aumentar sua imunidade

Diariamente, vivemos expostos no meio ambiente, onde diversos germes, vírus e bactérias invisíveis a olho nu estão presentes.

A imunidade é o conjunto de defesas do organismo, formada pelos glóbulos brancos, vermelhos e por tecidos especiais, que defendem nosso corpo dos agentes infecciosos citados anteriormente, evitando ou atenuando as doenças que contraímos.

Quando a imunidade está desregulada ou está abaixo do esperado, os seguintes sintomas são: cansaço frequente, resfriados e gripes frequentes, viroses frequentes e outras infecções também frequentes.

Alimentos para aumentar suas defesas naturais

Neste caso, é necessário rever seu estilo de vida e seus hábitos alimentares. Alguns alimentos ajudam a aumentar as defesas naturais do corpo, tais como:

Gengibre: rico em propriedades antioxidantes e antibacterianas. Pode ser consumido em forma sólida ou com infusões, que tratam infecções de garganta, gripes, etc.

Alho: possui alicina, que estimula a produção de defesas naturais do corpo. Pode ser consumido em forma sólida, ou de infusões.

Iogurtes: possuem lactobacilos que ajudam no aumento do metabolismo, e da produção de glóbulos brancos e na estimulação da flora intestinal.

Frutas cítricas: ricas em fibras e em vitamina C, fortalecem as defesas corporais e a estimulam a flora intestinal.

Semente de Girassol: rica em antioxidantes

Geleia Real: rica em diversos nutrientes e em substâncias antioxidantes

Cenoura: rica em betacaroteno, a popular vitamina A.

O sono é uma parte importante desse processo. Um adulto deve dormir até 08 horas por noite, para acordar revigorado e descansado no dia seguinte. Caso esteja dormindo em demasia ou pouco, procure regular seu sono, e consulte um médico.

Praticar algum esporte, fazer exercícios físicos em academias ou ao ar livre, ajudam a gastar energia e aliviar os estresses da rotina diária é de trabalho. Investir em algum hobbie, como a leitura, artes plásticas ou tocar instrumentos também pode ajudar.

Hidratar-se bem e regularmente e o último passo dessa lista. O ideal é consumir 2L de água caso seja adulto, mas isso pode variar de acordo com as características biológicas de cada um e o local onde mora.

Apesar de todos os elementos citados anteriormente, a alimentação é o principal pilar de quem deseja aumentar a sua própria imunidade, com o maior consumo de vitaminas e nutrientes que tem essa propriedade.

Em tempos de pandemia de coronavírus, muito se busca saber em como estar preparado pra caso contraia-o. Mas pouco se sabe sobre suas mutações e suas ações no organismo humano, já que o vírus é novo e segue sendo conhecido e estudado pelos cientistas.

Médicos virologistas, endocrinologistas e de outras áreas, recomendam uma alimentação equilibrada, com a ingestão de várias vitaminas e nutrientes, para que não seja necessário usar suplementos alimentares por conta própria.

A flora intestinal também deve ser levada em conta nesta hora, já que lá vivem as bactérias “do bem”, os probióticos que fixam os nutrientes consumidos em si, e os excretam para o resto do corpo.

A Organização Mundial da Saúde recomenda o consumo diário de 400g de frutas, verduras e legumes, distribuídas nas três principais refeições do dia ou entre elas, embora essa quantidade possa variar de pessoa pra pessoa.

Vitaminas para cuidar de sua saúde

Vitamina C

Não é produzida pelo organismo humano, e atua como “bloqueadora” da ação dos vírus, quando esses conseguem entrar em nosso corpo.
É encontrada em frutas como morango, laranja, tangerina e em outros alimentos, como repolho e pimentão.

Carotenoides

Assim como a vitamina anterior, não é produzida pelo organismo humano. É encontrada em legumes como a cenoura e em frutas como manga, damasco e morango.

Vitamina E

Retardante da ação e da proliferação dos radicais livres e do envelhecimento celular.
É encontrada nas castanhas, amêndoas, nozes e em outros alimentos como gema do ovo e em outros grãos em geral.

Ácido Fólico

Produz e restaura as células do DNA.
É encontrado nos vegetais como couve, brócolis, agrião, espinafre e nos grãos, como grão de bico.

Zinco

Diminui a ocorrência de infecções no corpo, bloqueando seus sintomas.
É encontrado nas carnes branca, e vermelha, em frutos do mar como ostras, mariscos e caranguejos e no leite e seus derivados

Selênio

Antioxidante e fortalecedor das defesas naturais do organismo – glóbulos brancos e vermelhos. Mas atenção: é preciso consumir na quantidade ideal, pois a falta e o excesso são prejudiciais ao organismo.
É encontrado quase exclusivamente na castanha do Pará.

Sinais de que seu corpo está com falta de vitamina C

A vitamina C é um nutriente essencial, especialmente para mamíferos por ser usado pelo organismo para várias reações metabólicas em todos os animais e plantas. Esta vitamina é criada por quase todos os organismos, exceto os humanos que precisam consumir a mesma.

Um dos sintomas mais graves da deficiência de vitamina C é o escorbuto. Isso porque essa vitamina é necessária para o crescimento e desenvolvimento normais e é do tipo solúvel em água, ou seja, é eliminada pela urina, portanto é necessário um suprimento constante desse nutriente na dieta.

A vitamina C ajuda na capacidade de absorção do ferro, no crescimento e reparo do tecido conjuntivo, na fabricação de colágeno, no metabolismo das gorduras e na cicatrização de feridas.

Neste post, falaremos quais são os sintomas da falta de vitamina C para que você possa detectá-la em você ou em sua família e aumentar seu consumo, se necessário.

Sintomas de deficiência de vitamina C

A vitamina C é um forte antioxidante que reduz o risco de infecção, promove a absorção da utilização de ferro e cálcio. Então, quando há uma deficiência dessa vitamina em nossa dieta, ocorrem uma série de sintomas que se traduzem em distúrbios como:

Anemia

Desordem orgânica que faz com que o corpo não produza glóbulos vermelhos saudáveis ​​o suficiente. Os glóbulos vermelhos transportam oxigênio para os tecidos do corpo, para que possam desempenhar suas funções adequadamente.

Sangramento nas gengivas

As gengivas que sangram ocorrem quando você escova os dentes ou morde um alimento como uma maçã, por exemplo. Em casos extremos, elas podem sangrar espontaneamente.

Problemas no combate à infecções

Contrai vírus e infecções com muita frequência e que ficam complicados, como uma gripe que demora a sarar.

Cura lenta

A cicatrização de feridas é mais lenta que o normal e geralmente requer cuidados mais intensivos do que em outra pessoa.

Cabelos secos e fracos com pontas muito quebradiças

Outro sintoma é a saúde do cabelo. O cabelo geralmente é seco, quebra facilmente, tende a cair mais do que o normal e as pontas quebram regularmente.

Hematomas frequentes

Os hematomas são criados com muita frequência ao menor golpe e até aparecem sem que o paciente saiba qual foi sua causa.

Gengivite

É uma inflamação das gengivas que parecem muito vermelhas ou roxas, sangram, são sensíveis ao toque e tem tendência a ulcerar.

Sangramentos nasais

Outro sintoma da deficiência de vitamina C é o sangramento nasal frequente e frequentemente espontâneo.

Metabolismo lento

O corpo diminui a velocidade e pode levar à fadiga, depressão e ganho de peso sem motivo aparente.

Pele seca

A pele fica desidratada e áspera, com descamação e aparência ruim.

Dor articular

As articulações ficam inflamadas e doloridas, piorando o desempenho normal e muitas vezes exigindo que os anti-inflamatórios sejam tomados regularmente para mitigar a dor.

Esmalte dental fraco

Os dentes parecem mais finos, tendem a amarelar e tornam-se transparentes, mostrando seu desgaste. Maior sensibilidade porque a dentina é mais exposta a estímulos.

Escorbuto

É a manifestação mais grave de deficiência de vitamina C. Os sintomas são fraqueza geral, anemia, gengivite e sangramento da pele. Geralmente é frequente em adultos desnutridos, com uma deficiência muito alta de vitamina C.

A quantidade de vitamina C necessária depende da idade e do sexo. Além disso, outros fatores, como gravidez, doença e pós-operatório, podem exigir uma quantidade maior dessa vitamina.

A melhor maneira de obter as quantidades necessárias de vitamina C é consumindo uma dieta equilibrada que contenha uma variedade de alimentos. Os alimentos com maior ingestão de vitamina C são os seguintes:

Kakadu plum ou ameixa de Kakadu

O nome técnico é “Terminalia ferdinandiana”. É uma planta de origem australiana, cujo fruto contém a maior concentração de vitamina C descoberta até agora. Seu sabor, aparentemente, não é muito agradável, mas está começando a ser comercializado a preços exorbitantes, devido ao seu alto teor de vitamina C.

Camu camu

Arbusto pertencente à região amazônica do Peru, cuja fruta é a segunda em concentração de vitamina C depois da ameixa de Kakadu.

Goiaba

Frutas com excelentes propriedades antioxidantes e alto teor de vitamina C

Groselha preta

Baga com um sabor muito doce em sua maturação, cujo consumo fornece grandes doses de vitamina C

Pimenta

Baga picante amplamente utilizada na culinária mexicana que contém grandes quantidades de vitamina C

Salsinha

Ervas amplamente utilizadas como condimento ou decoração de pratos que contêm muita vitamina C

Kiwi

Contém mais vitamina C do que laranjas ou limões, além de fornecer elementos de proteção contra o câncer e que promovem o bom trânsito intestinal.

Brócolis

Vegetal com muitas propriedades, entre elas uma grande contribuição da vitamina C. Também lhe são atribuídas propriedades anti-câncer.

Laranja

Frutas a que são comumente atribuídas grandes doses de vitamina C. Elas as contém, mas em menor grau do que os alimentos mencionados acima.

Couve-flor

Vegetais que contêm vitamina C, vitaminas do grupo B, especialmente B5 e B6, ácido fólico e minerais.

Espinafre

Ele fornece vitamina C e vários antioxidantes, o que o torna um dos vegetais com maior poder vitamínico.

5 sucos naturais para aumentar sua imunidade

Manter nossas defesas naturais ativas e um sistema imunológico forte é essencial para garantir nossa saúde e seremos protegidos contra a presença de bactérias, vírus e outros germes. Isso porque um sistema imunológico saudável consegue combater os microrganismos patogênicos de forma mais eficiente, favorecendo a prevenção e uma rápida recuperação em caso de doença.

Uma excelente maneira de fazer isso é com as vitaminas e outros nutrientes das frutas e outros vegetais. E se você está se perguntando quais sucos são bons para aumentar sua imunidade, continue lendo este artigo para aprender 5 receitas de sucos para aumentar as defesas naturais, que são fáceis de fazer e deliciosas.

Suco de cenoura, maçã e aipo

Não há dúvida de que a gripe é um inimigo comum do nosso sistema imunológico, além de alguns tipos de herpes e outros vírus e, além disso, há uma variedade de germes e bactérias que podem nos afetar. É por isso que, entre os sucos para aumentar nossa imunidade que mostraremos a você, oferecemos esta excelente receita de um suco anti-gripe que fornece antioxidantes, vitaminas e antibióticos, e antivirais naturais, para que você mantenha a gripe longe.

Da mesma forma, também é um bom suco para aumentar as defesas durante a quimioterapia (se o médico não fez qualquer contra-indicação para qualquer um dos ingredientes indicados aqui). Tome nota desta receita de suco de cenoura, maçã e aipo:

Ingredientes

2 cenouras
1 maçã verde pequena
1/2 talo de aipo
1 colher de sopa de salsa picada fresca (opcional)
1/2 dente de alho (opcional)
Gotas de limão

Preparação

Lave e descasque as cenouras, lave a maçã, mas não a descasque, limpe o aipo e corte o limão.
Pique os pedaços em partes pequenas e misture todos os ingredientes no liquidificador ou processador de alimentos, se você quiser um suco mais líquido, adicione um pouco de água.

Alho e salsa são opcionais, pois fornecem excelentes propriedades anti-sépticas, antibacterianas e antivirais, mas alteram o sabor do suco. Se você quiser adicioná-los, agora é a hora. Em seguida, reprocesse a mistura. Mas se você não quiser incluí-los, recomendamos que você os consuma em outros pratos para incluí-los em sua dieta e aumentar suas defesas.

Para um resultado mais líquido, você pode coar o suco antes de beber, mas recomendamos consumi-lo todos juntos, pois tudo tem seus benefícios e existem fibras e outros nutrientes que estão apenas na pele ou nas polpas.

Suco para aumentar a imunidade com espinafre e aipo

Continuamos com esta lista de sucos para fortalecer o sistema imunológico e recomendamos a preparação de um delicioso suco de espinafre e aipo, pois são dois alimentos ricos em vitaminas, ferro e outros nutrientes que atuam como antioxidantes, antivirais e antibacterianos.

Ingredientes

Várias folhas de espinafre
1/2 talo de aipo com folhas
1 copo de água

Preparação

Lave o talo de espinafre e aipo e pique-os.
Adicione os pedaços no liquidificador e adicione o copo de água.
Processe tudo até obter uma mistura homogênea e você terá seu suco verde pronto para aumentar suas defesas.
Esta é uma das receitas mais fáceis de batidas para aumentar suas defesas, mas você pode adicionar mais alguns ingredientes. E se deseja mantê-lo como um suco verde, pode adicionar maçã verde ou kiwi, mas se quiser aumentar os ingredientes antivirais e imunológicos, também pode adicionar laranjas, limão e cenoura ou até gengibre.

Suco de beterraba, aipo e pepino para aumentar a imunidade

Você sente que fica muito doente ultimamente? Nesse caso, é importante revisar sua dieta e adicionar alguns alimentos para aumentar suas defesas ou glóbulos brancos, mas você também pode adicionar esse suco perfeito à sua rotina diária para estimular seu sistema imunológico e fortalecer-se.

Se preparar este suco de beterraba, aipo e pepino, receberá uma grande contribuição de vitaminas e nutrientes que serão ótimos para seu corpo.

Ingredientes

1/2 beterraba
1/2 talo de aipo
1/2 pepino
1 cenoura
1 colher de sopa de salsa (opcional)

Preparação

Lave e corte os ingredientes em pedaços bem pequenos, facilitando a batida.
Adicione-os ao liquidificador ou processador de alimentos e moa bem até obter uma mistura homogênea.
Se a água do pepino for muito grossa para o seu gosto, adicione meio copo de água para deixar o suco mais líquido.

Suco de kiwi e gengibre para aumentar suas defesas

Se você gosta de escolher remédios caseiros para aumentar suas defesas naturais, a fim de evitar algumas condições, lembre-se de que os alimentos ricos em vitamina C não devem faltar na sua dieta diária, pois esse nutriente é essencial para manter um sistema imunológico saudável e pronto para lutar. todos os tipos de doenças, incluindo a gripe. Neste sentido, essa opção que oferecemos de suco com kiwi, gengibre e limão é um dos melhores para aumentar suas defesas de forma refrescante:

Ingredientes

1/3 de um copo de infusão de gengibre
2 kiwis
Gotas de limão

Preparação

Faça a infusão com a raiz de gengibre. Lembre-se de que você pode preparar bastante e guardá-lo na geladeira para usá-lo por vários dias.
Encha 1/3 de um copo de gengibre.
No liquidificador ou processador de alimentos, adicione os pedaços de kiwi previamente descascados e cortados.
Misture o suco dessas frutas com o gengibre e adicione algumas gotas de limão para torná-lo mais refrescante e também tirar proveito das propriedades desse citrino.

Suco de abacaxi, laranja e uva para aumentar a sua imunidade

Para finalizar, este é outro dos melhores sucos para elevar suas defesas naturais.

Os antioxidantes são responsáveis ​​por realizar tarefas importantes, como prevenir o envelhecimento prematuro das células, combater a ação dos radicais livres. E é por isso que consumir alimentos ricos em antioxidantes é tão importante e, com este suco de abacaxi, laranja e uva para aumentar suas defesas, você receberá uma excelente contribuição.

Ingredientes

2 fatias de abacaxi fresco
1 laranja grande
2 punhados de uvas roxas ou verdes

Preparação

Prepare o suco de laranja.
Descasque o abacaxi, corte as duas fatias e corte-as em pedaços.
Se as uvas tiverem sementes, é melhor removê-las. Você não precisa descascar as uvas, mas precisa remover as sementes maiores. Outra opção é comprar as variedades sem sementes.

Despeje o suco de laranja no liquidificador ou processador, adicione o abacaxi e as uvas, misture tudo até obter uma mistura uniforme e desfrute deste suco de frutas delicioso e nutritivo para aumentar suas defesas.

Benefícios da cenoura para a sua pele

A cenoura faz parte da sua dieta e comidas diárias? Neste caso, você deve saber que, além de contribuir para a saúde do seu corpo, está fazendo muito pela sua pele, pois este é um vegetal com muitas propriedades benéficas para ela.

Entre outras coisas, consumir cenoura regularmente ou incluí-la em tratamentos de beleza é uma excelente coisa para evitar o aparecimento de novas rugas, reduzir a visibilidade dos sinais de envelhecimento, exibir uma pele hidratada e menos oleosa e protegê-la da ação prejudicial dos raios solares na pele.

Mas isso não é tudo: continue lendo este artigo para saber quais são os maravilhosos benefícios da cenoura para a sua pele.

A cenoura nos ajuda contra o envelhecimento da pele

Se você estiver procurando por novas alternativas que o ajudem a interromper o processo de envelhecimento da pele, alie-se à cenoura. Este vegetal permitirá que você torne os sinais de envelhecimento menos visíveis e evite o aparecimento daqueles que estão prestes a aparecer. Isso se deve ao fato deste ser um alimento muito rico em vitaminas A e C , dois antioxidantes muito poderosos.

A vitamina A tem a capacidade de neutralizar a ação dos radicais livres no organismo, que são os principais responsáveis ​​pela oxidação celular e pelo envelhecimento das células que produzem a pele. Com isso, é possível evitar sinais como rugas, linhas de expressão, manchas e tom de pele irregular.

Por outro lado, a vitamina C é um nutriente que favorece a produção de colágeno, uma proteína essencial para manter a pele com flexibilidade adequada e evitar o aparecimento de rugas. Além disso, quando o corpo possui um bom suprimento de vitamina C, a pele fica muito mais radiante e cheia de vida.

Reduz a acne e melhora a pele oleosa

Outro dos benefícios mais marcantes da cenoura para a pele é que ela é muito eficaz no tratamento da acne cutânea e melhora a aparência da pele oleosa. Essa propriedade também se deve ao seu alto teor de vitamina A e, mais especificamente, aos beta-carotenos, que são precursores da vitamina A. Ou seja, uma vez ingeridos, eles se tornam “o fígado e o intestino delgado” da vitamina A.

Como já mencionamos, são nutrientes antioxidantes que, no caso da acne, ajudam a regular a produção excessiva de sebo, que é uma das principais causas dessa condição da pele. Além disso, eles dão à cenoura um efeito anti-inflamatório ideal para reduzir o tamanho da espinha mais rapidamente e promover a cicatrização da pele, agindo diretamente contra as bactérias responsáveis ​​pela acne.

Protege a pele do sol

Sabemos que expor sua pele ao sol sem protegê-lo adequadamente pode ser muito prejudicial à sua saúde. Mas existem alimentos, como cenouras, que têm a propriedade de proteger a pele naturalmente dos raios UVA e UVB do sol e, nesse caso, essa imunidade que a cenoura fornece é graças aos antioxidantes e carotenoides que ela contém.

Se você consumir cenouras antes do banho de sol ou durante os dias de verão, sua pele ficará mais protegida e permanecerá hidratada e condicionada, conseguindo também um bronzeado muito mais bonito e uniforme.

Da mesma forma, loções de filtro solar feitas com este vegetal são uma ótima opção para manter a pele saudável nos meses quentes.

Tenha um bronzeado mais duradouro graças à cenoura

Além de proteger a pele do sol, outra das propriedades mais interessantes da cenoura para a pele é que ela ajuda a melhorar o bronzeado e a durar mais, impedindo que ela desbote rapidamente.

A razão que explica essa propriedade é encontrada nos beta-carotenos que ela contém, pois permitem ativar a produção de melanina, que determina o pigmento da pele e, portanto, fará com que pareça um tom dourado e bronzeado mais intenso.

Atenua manchas e cicatrizes na pele

As manchas escuras que aparecem na pele podem ser causadas pela idade, sol ou outras condições e, embora seja sempre aconselhável consultar um dermatologista, você também pode tentar atenuá-las com remédios caseiros, se não forem consequências de um problema de saúde grave.

A cenoura pode ajudá-lo muito nessa tarefa, pois é adstringente e favorece a renovação das células da pele. Se você a usar como tratamento local, poderá reduzir a visibilidade dos pontos, marcas ou cicatrizes que parecem feias e dar à sua derme um tom mais unificado e bonito.

Tratamentos de beleza com cenoura

Depois de descobrir todos os benefícios da cenoura para a pele , mostraremos alguns dos tratamentos de beleza mais eficazes que você pode realizar com este vegetal:

Máscara de cenoura e mel para rugas: amasse 2 cenouras previamente cozidas até obter um purê. Em seguida, adicione 2 colheres de sopa de mel e mexa. Aplique a máscara resultante no rosto e deixe descansar por cerca de 20 minutos.

Bronzeador caseiro de cenoura: esmague 4 cenouras e misture o suco obtido com 10 gotas de óleo de coco. Aplique a mistura uniformemente na pele bem limpa.

Máscara de cenoura para o rosto: misture 1/2 cenoura, 1 iogurte natural e o suco espremido na hora de 1/2 limão. Aplique no rosto, deixando agir por cerca de 20 minutos. Em seguida, retire com bastante água fria.

6 tipos de alimentos que aumentam sua imunidade

Estresse, um ritmo acelerado de vida e uma dieta pobre são algumas das razões pelas quais nosso sistema imunológico enfraquece e as defesas do nosso corpo diminuem. Sendo assim, fortalecer o sistema imunológico é essencial para ter fortes defesas, evitar a propagação de doenças e levar uma vida saudável. E é fato que neste neste ponto, a dieta desempenha um papel crucial.

Embora seja verdade que esse não é o único fator a considerar, é um aspecto importante que não devemos negligenciar, pois manter uma dieta equilibrada e saudável beneficia muito nossas defesas naturais e, com elas, a saúde geral do corpo.

Então, se você quer saber quais alimentos são bons para aumentar as suas defesas naturais, neste artigo mostramos os que não podem faltar na sua dieta.

 

Mas antes de tudo:

1- Reduza a gordura

A primeira coisa que devemos fazer para manter uma dieta saudável e equilibrada é reduzir a quantidade de gordura em nossa dieta. Dietas ricas em gordura demonstraram diminuir a capacidade de resposta do sistema imunológico, favorecendo a disseminação de doenças.

2- Aumente a quantidade de lácteos fermentados

As bactérias que contêm laticínios, como iogurte e leites fermentados, são altamente benéficas para o sistema imunológico, pois ajudam a melhorar as defesas e reduzem a chance de contrair doenças transmissíveis, como gripe ou resfriado comum.

3- Alimentos ricos em vitaminas

As vitaminas A, E, B e C são essenciais para melhorar as defesas imunológicas, graças às suas propriedades e funções protetoras das células respiratórias. Alimentos ricos em vitamina A ajudam a melhorar a imunidade da pele, destacando-se os alimentos vermelhos, como tomates, beterrabas, morangos, cerejas; os vegetais verdes como espinafre ou alface; e outros como cenoura e abóbora.

A vitamina E melhora as defesas do corpo graças às suas propriedades antioxidantes. Portanto, é muito importante incorporar alimentos que o levem à nossa dieta, como azeite de oliva, de girassol ou soja, nozes, cereais, gérmen de trigo, aspargos e vegetais de folhas verdes.

No complexo de vitaminas, as vitaminas B, B1, B2, B5 e B12 se destacam por aumentar as defesas imunológicas e são encontradas em alimentos como levedura de cerveja, cereais, laticínios, carne e fígado, frutas e legumes, soja, peixe, ovos e legumes.

A incorporação de vitamina C em nossa dieta é essencial para a formação de interferon, uma proteína necessária para o bom funcionamento do sistema imunológico. É encontrada, principalmente, em frutas cítricas, como laranja, toranja, limão, etc, e em outros alimentos, como morangos, kiwi, pêssego, pera, maçã, tomate, damasco, vegetais de folhas verdes (brócolis, couve, pimenta …) e nas batatas .

4- Minerais que aumentam as defesas

O zinco, manganês, cobre e selênio são minerais que promovem a melhoria das defesas imunológicas. Sua falta pode causar uma diminuição da atividade bacteriana e fraqueza dos anticorpos do sistema imunológico, permitindo a entrada de vírus e agentes tóxicos.

O zinco é encontrado em alimentos como grãos integrais, frutos do mar, legumes, queijos, nozes, ovos, laticínios, sementes de abóbora, carne e peixe.

Manganês e cobre podem ser encontrados em nozes e legumes.

E, o selênio aparece em alimentos como carne, peixe, ovos, frutas e legumes, frutos do mar e cereais.

5- Alimentos ricos em ferro

A ingestão de ferro é essencial para fortalecer o sistema imunológico e prevenir a anemia. Encontramos, acima de tudo, em legumes como lentilhas, em ovos, peixe, fígado, carnes e vegetais como espinafre e acelga.

6- Alho e cebola

O alho tem propriedades antibacterianas e antivirais significativas , portanto, promove a cura de infecções e aumenta as defesas imunológicas. Complemente suas dietas com dentes de alho para melhorar o sistema imunológico e dar um toque de sabor aos alimentos.

A cebola , por outro lado, ajuda a combater doenças respiratórias , como faringite, laringite ou bronquite. É um poderoso ingrediente natural que não pode faltar em nossa dieta para melhorar as defesas.

7- Cogumelos e mel

Além dos alimentos para melhorar as defesas já mencionadas, existem outros que também favorecem o sistema imunológico, como cogumelos e mel.

E além disso, lembre-se de ingerir pelo menos 2 litros de líquido diariamente para fortalecer o funcionamento do seu sistema imunológico.

Como combater o estresse de forma simples e natural

 

O estresse é um problema do qual ninguém está salvo, pois cada vez mais e mais pessoas sofrem diariamente esse estado de tensão e não sabem que caminho seguir para corrigi-lo, pois as causas do estresse podem ser infinitas, desde coisas comuns, como incapacidade de resolver um problema na faculdade, até problemas profissionais e pessoais, todos levando ao estresse.

Os sintomas mais comuns são fadiga, choro sem saber o porquê, angústia, depressão, problemas de sono, irritação fácil, falta de concentração, etc. Portanto, neste artigo explicamos maneiras de combater o estresse, para que você possa sair desse estado que não deseja mais viver.

Passos para seguirmos:

1- Coma de forma saudável e equilibrada

Esse ponto é essencial para manter a mente e o corpo em ordem, para que não afete a digestão do corpo, as defesas e o sistema nervoso. Lembre-se de que o que comemos é uma boa parte do nosso equilíbrio físico e emocional.

2- Evite se preocupar e controle emoções

Às vezes, em certos casos, não é fácil, mas temos que tentar. Contar até 10, respirar profundamente, induzir pensamentos positivos são técnicas que podem nos ajudar a controlar emoções.

3- Tenha um bom humor e converse com os amigos

Conversar com amigos e realizar atividades que gostamos nos relaxa e nos afasta do estresse.

4- Gaste mais tempo consigo mesmo e aproveite as coisas que mais gosta

Passar um tempo com a família e os entes queridos também nos ajudará a combater o estresse.

5- Pratique esportes com os colegas da empresa

Não só será mais fácil lutar contra a preguiça, como praticaremos o esporte de melhor humor.

6- Descanse adequadamente e durma pelo menos 8 horas por dia

Isso porque dormir mal é uma das principais causas de estresse e ansiedade. Portanto, você deve dormir cedo e garantir que as condições de ruído, luz etc. do quarto são as ideais para adormecer corretamente.

7- Não consuma muito café e álcool

Note que estas são substâncias que apenas aumentam seu estado de nervosismo e aceleram suas pulsações. Da mesma forma, o fumo também não é recomendado para combater o estresse.

8- Alguns remédios caseiros para combater o estresse

Faça um suco de banana, incluindo meia Pêra, cerca de cinco morangos e uma colher de sopa de levedura de cerveja. A maneira de prepará-lo é simples: descasque as frutas e despeje-as no liquidificador; depois de derramar o fermento e a bebida, você terá seu suco pronto.

Você também pode optar por tomar uma infusão extraída das flores de lavanda. A dose recomendada é de uma a duas colheres de sopa de folhas de lavanda por xícara.

Outra opção é tomar um bom banho de água quente, agradável, acrescentando uma infusão de camomila. Você verá como o estresse diminui quando você mergulha nele.

E, finalmente, recomendamos que adicione algumas folhas de manjericão em um copo de água fervente. Depois disso, coe a água e adoce-a a gosto. Aconselhamos você a tomar um copo após cada refeição.

9- Não se esqueça de consultar e conversar com seu médico

Isso é algo que também pode ser necessário para melhorar o seu estresse.

O que pode causar a fadiga e indisposição?

 

A fadiga é uma sensação de falta de energia, cansaço ou exaustão que pode ser desencadeada por muitos fatores. E não é apenas sonolência e talvez a falta de horas de sono, mas geralmente é acompanhada de apatia e outros sintomas psicológicos. Por isso, por vezes, para tratar a fadiga, é necessário consultar um médico especialista e seguir um tratamento apropriado.

No entanto, neste artigo explicamos o que causa fadiga, para que você possa tentar corrigir os maus hábitos.

1- Excesso de carboidratos

Seu cansaço pode ser devido ao fato de sua ingestão de carboidratos e proteínas não ser compensada a cada refeição. Os carboidratos fazem com que o cérebro aumente a secreção de uma substância calmante chamada serotonina, enquanto as proteínas limitam essa secreção e, portanto, neutralizam a sonolência. Dessa forma, você deve incluir os dois nutrientes de maneira equilibrada e isso ajudará a combater a sonolência das horas críticas.

2- Acordar tarde no fim de semana

Em muitas ocasiões, pensamos que a falta de horas de sono durante a semana pode ser compensada dormindo muito no fim de semana, como uma cura para o sono. Mas a verdade é que esse não é o caso, pois todos temos um relógio biológico que determina nossas horas de sono e vigília. É por isso que, se acordamos cedo todos os dias e dormimos até o meio-dia no fim de semana, podemos mudar esse relógio e acabar ainda mais cansados. Se você quiser dormir mais no fim de semana, pode ir para a cama mais cedo e acordar aproximadamente no mesmo horário dos outros dias.

3- Estresse

A pressão no trabalho, o excesso de tarefas em casa, problemas pessoais com o parceiro…, existem muitos fatores que podem nos fazer sentir estressados ​​e no final do dia estamos exaustos. É por isso que devemos aprender a respirar profunda e lentamente, relaxar e acalmar nossos espíritos.

4- Desidratação

A perda de líquidos pode levar à diminuição do desempenho físico, pois a desidratação às vezes reduz o volume sanguíneo, o que pode se manifestar como fadiga. A sensação de sede é um sintoma de que o corpo já perdeu uma quantidade considerável de líquidos, por isso deveríamos ter bebido água mais cedo. A quantidade recomendada de água é de cerca de um litro e meio por dia, que deve ser aumentada se você se exercitar muito.

5- Vista cansada

Se você achar difícil focar seus olhos, provavelmente será forçado a adotar posições desajeitadas e, ao mesmo tempo, fará um esforço extra para ler e trabalhar bem. Dessa forma, no final do dia, você se sente mais cansado do que outra pessoa. Você terá que fazer um teste de visão e acuidade visual, para saber se precisa de algum tipo de correção para seus olhos.

6- Flutuações da pressão arterial

Outra causa de fadiga pode ser hipotensão de origem neurológica, caracterizada por se apresentar em acessos intermitentes. Alguns sintomas desta condição são tonturas e desmaios, devido a flutuações na pressão sanguínea. Será necessário que um médico realize um exame para confirmar ou descartá-lo e, se necessário, regular sua pressão.

7- Efeitos colaterais de medicamentos

Em algumas ocasiões, tomamos medicamentos que causam sonolência como efeito colateral, como alguns anti-histamínicos ou para a gripe. Além disso, alguns anti-hipertensivos e diuréticos podem causar embotamento e letargia em algumas pessoas. Dessa forma, você deve levar isso em consideração ao tomar seus medicamentos ou pedir ao seu médico para substituí-los por outros que não fazem você se sentir assim.

8- Mudanças de estação

As mudanças de estação supõem que o organismo precise se adaptar às novas condições climáticas e a um horário diferente, o que também pode levar a fadiga e cansaço geral. Além disso, outros sintomas, como sonolência, dificuldade de concentração, perda de apetite ou tontura, podem ocorrer.

Nestas fases, recomenda-se o consumo de alimentos naturais para potencializar seu corpo.

Como combater a fadiga e a indisposição de forma simples

 

A fadiga e o cansaço são muito comuns e podem ser resolvidos com uma boa noite de sono. No entanto, se você começar a se sentir constantemente cansado, essa condição pode estar relacionada ao seu estilo de vida.

No entanto, há pequenas mudanças que você pode fazer nos seus hábitos que o ajudarão a aumentar sua energia naturalmente.

Neste artigo, apresentamos algumas ideias para que você saiba como combater a fadiga e se sinta completamente em forma e confortável consigo mesmo novamente.

Passos para seguir:

 

Descanso

 

Uma das melhores e mais eficazes maneiras de combater a fadiga é descansar profundamente à noite. Pode parecer óbvio, mas dormir melhor pode realmente ajudar as pessoas que sofrem de fadiga. Tente dormir pelo menos sete horas por noite para garantir que seu corpo esteja bem descansado.

Se você tiver problemas para adormecer, pode pôr um pouco de óleo essencial de lavanda em seu travesseiro. Além disso, tente não assistir TV ou jogar jogos em seu computador antes de dormir, pois isso estimula sua mente e mantém você acordado. Em vez disso, tente ler um livro.

 

Atividade Física 

 

Outra maneira de combater a fadiga é se exercitar regularmente. O exercício cardiovascular desperta o sistema nervoso e estimula o metabolismo. Isso torna muito mais fácil para o seu corpo liberar energia e, assim, poder descansar melhor à noite. O mais recomendado é fazer 30 minutos de exercício todos os dias ou, se não puder, tente fazer sessões de 1 hora intercaladas durante a semana, por pelo menos 3 dias.

 

 

Alimentação 

 

Mude sua dieta. Comida “rápida” e uma dieta ruim podem realmente afetar a forma como você se sente. Os alimentos ricos em açúcar fornecem um aumento de energia a curto prazo, mas diminuem os níveis de açúcar no sangue, fazendo você se sentir cansado.

Tente consumir o maior número possível de minerais, vitaminas e nutrientes para energizar e abastecer seu corpo. Comer muitas proteínas magras, frutas e vegetais frescos fará com que você se sinta melhor. No caso de você estar muito cansado, uma boa maneira de aliviar os sintomas é tomar suplementos vitamínicos que o ajudarão a se sentir mais ativo e energético (OBS: Recomendamos consultar um nutricionista antes de iniciar esta prática).

Planejamento Pessoal

Também é essencial que você saiba delegar responsabilidades e organizar melhor sua vida. Muitas vezes, as causas da fadiga têm a ver com o fato de termos nos carregado com obrigações difíceis de suportar. É essencial que você divida seu trabalho e destaque o que é uma prioridade e o que pode ser postergado; Caso contrário, o resultado pode ser ansiedade, estresse ou até depressão.

 

Atividades Relaxantes

 

Inclua na sua rotina semanal algumas práticas relaxantes que ajudarão a aliviar os nervos e a se sentir melhor para descansar profundamente. Fazer uma massagem, ir a um spa, praticar ioga ou meditar são práticas que o ajudarão a escapar das obrigações e a desfrutar de momentos de desconexão e reencontro consigo mesmo.

 

Alimentos para fortalecer nosso sistema imunológico de forma natural

Manter o sistema imunológico em boas condições e com fortes defesas nos permite impedir o desenvolvimento de certas doenças e enfrentar as que começam a se manifestar em nosso corpo.

Neste artigo, mostramos como fortalecer o sistema imunológico naturalmente para seja mais difícil contrair doenças.

Lembre-se de que, com um forte sistema imunológico, você será muito mais saudável em todos os aspectos.

 

Por que o meu sistema imunológico está enfraquecido?

O sistema imunológico é o método de defesa do corpo que é ativado para evitar ataques de bactérias, vírus, fungos ou outros organismos patogênicos. A pele é nossa primeira barreira defensiva, mas há mais algumas, como glóbulos brancos e imunoglobulinas. Qualquer desequilíbrio no sistema imunológico pode afetar diretamente o desempenho e o funcionamento do nosso corpo, bem como a nossa saúde. Portanto, é necessário mantê-lo forte e tomar as medidas necessárias para que as defesas não enfraquecem.

Embora tenhamos métodos de defesa sofisticados, existem certos fatores que podem afetar e enfraquecer nosso sistema imunológico. Estas são as principais razões pelas quais o seu sistema imunológico está enfraquecido:

Alimentação inadequada: é a base da saúde. Deficiências de proteínas, vitaminas ou minerais, além de carboidratos em excesso, afetam diretamente o funcionamento do sistema imunológico.

Baixa atividade física: o estilo de vida sedentário está diretamente relacionado a doenças como diabetes ou excesso de peso, o que afeta negativamente a imunologia. A falta de movimento ou a falta de atividade física moderada, pelo menos duas vezes por semana, é uma maneira rápida de enfraquecer suas defesas.

Descanso ruim: não dormir as horas recomendadas (entre 7 e 8 por dia) e não ter um descanso ideal e uma boa higiene do sono faz com que as defesas do sistema imunológico baixam a guarda e não sejam tão eficazes contra o ataque de doenças.

Estresse: embora seja uma resposta natural que favorece a liberação de adrenalina, uma sobrecarga de tensão pode se transformar em patologias mais graves, como ansiedade, depressão ou mesmo trombose. Manter situações estressantes por muito tempo pode afetar a depressão do sistema imunológico e enfraquecê-lo.

 

Alimentos para aumentar as defesas

A dieta é a base para manter um sistema imunológico forte e saudável. Por esse motivo, e para elevar as defesas naturalmente, é importante incorporar alimentos que nos forneçam os nutrientes necessários para fortalecer o sistema imunológico e favorecer as células de defesa do corpo com mais eficiência.

 

Estes são alguns dos melhores alimentos para aumentar as defesas:

Produtos com Omega 3: atum, salmão, sardinha, nozes, sementes de chia e linhaça.

Alimentos ricos em vitamina C: laranja, tangerina, limão, abacaxi, manga, melão, melancia, morangos, kiwi, tomate, brócolis, couve, etc.

Alimentos com vitamina A: cenoura, espinafre, acelga, beterraba ou ovos.

Alimentos ricos em vitamina E: óleo de oliva e girassol e nozes, como avelãs, amendoins, pistache ou amêndoas.

Produtos que contêm zinco: frango, peru, carne vermelha, ostras, gérmen de trigo e grãos integrais, sementes de abóbora e peixe.

Alimentos com selênio: arroz, frango, queijo, farinha de trigo, sementes de girassol, etc.

Probióticos naturais: iogurte natural e kefir.

Além de introduzir esses alimentos em sua dieta, é importante evitar alimentos processados, açúcares refinados, álcoois e cafeína, pois eles são muito prejudiciais e enfraquecem o corpo.

 

Vitaminas para aumentar as suas defesas

Manter o corpo com bons níveis de vitaminas é essencial para fortalecer o sistema imunológico naturalmente. Mas quais são as vitaminas mais necessárias para manter o sistema imunológico forte? Estas são as seguintes:

Vitamina C: é a mais essencial, pois ajuda diretamente no bom funcionamento do sistema imunológico. A carambola é onde você pode encontrar essa vitamina em quantidades superiores as da laranja. Você também pode consumi-la através de suplementos alimentares.

Vitamina B3: Essa vitamina é solúvel em água, ou seja, se dissolve na água, e você pode perdê-la se cozinhar alimentos que a contenham. Portanto, administrá-lo através de alimentos crus permitirá que seu organismo esteja em condições normais.

Vitamina D: Esse tipo de vitamina ajuda a absorver o cálcio, pois é solúvel em gordura e, junto com o fósforo, permite manter os ossos fortes, uma grande defesa do sistema imunológico. A vitamina D é produzida no corpo através da luz solar, embora você também a encontre em pequenas doses em alguns alimentos.

Cuidar do seu corpo, levar uma vida saudável e evitar, tanto quanto possível, tudo o que for prejudicial ao seu corpo, permitirá que você mantenha um forte sistema imunológico com altas defesas e pronto para lutar contra tudo.

 

Como saber se a minha imunidade está baixa?

 

Você se sente cansado? Fica doente rapidamente? Pode ser que esteja com suas defesas naturais baixas, uma situação muito comum em determinados períodos do ano, mas que, se forem repetidas, devemos ficar atentos às causas que podem produzir essa situação. Ter um sistema imunológico enfraquecido significa que estamos mais expostos à propagação de vírus ou doenças e, portanto, sofremos de problemas de saúde. Lembre-se de que, quando temos defesas baixas, nosso corpo não pode reagir da mesma maneira que faria se estivesse em perfeitas condições; portanto, você tem maiores riscos de adoecer, além de uma sensação geral de fadiga, cansaço e fraqueza.

Neste artigo, responderemos à sua pergunta “Por que estou com a imunidade baixa?” Indicando algumas das causas mais frequentes dessa condição, bem como os sintomas que ajudarão a detectar essa condição.

O funcionamento do nosso sistema imunológico

Antes de explicarmos por que você está com suas defesas baixas, vamos falar sobre o nosso sistema imunológico, para que você entenda como ele funciona de maneira genérica e entenda o quanto é importante que ele seja forte e esteja em perfeitas condições.

Este sistema é constituído por diferentes tecidos, órgãos e células que atuam como um escudo protetor contra a agressão de agentes externos nocivos, como bactérias ou vírus. Quando temos defesas em boas condições, estamos devidamente protegidos e, portanto, não importa quanto agentes externos nos ataquem, não ficamos doentes. No entanto, se não tivermos um sistema forte, é provável que adoeçamos e sejamos mais expostos a doenças externas.

Entre as células que fazem parte do sistema imunológico, destacamos os glóbulos brancos (também conhecidos como leucócitos); São células que nos defendem de agressões externas e, acima de tudo, são encontradas na medula óssea e no baço. Quando um vírus ou bactéria tenta penetrar em nosso corpo, essas células são secretadas pelos gânglios linfáticos, impedindo-os de prejudicar nossa saúde.

Porém, quando temos uma imunidade baixa, essa secreção não é realizada normalmente e, portanto, há um risco maior de que, finalmente, agentes externos acabem interferindo em nós e afetando nosso estado de saúde.

Vamos entrar no assunto agora e explicar porque temos defesas baixas.

Existem diferentes causas que podem causar essa condição e a maioria delas se refere a práticas precárias de vida que afetam o bom funcionamento do seu corpo e, portanto, deixando o seu sistema imunológico enfraquecido. Abaixo, destacaremos as causas mais frequentes dessa condição:

Ter uma dieta ruim

Se você ingere uma dieta pouco nutritiva e onde abundam alimentos difíceis de digerir, como gorduras ou açúcares, no final, você enche seu corpo de toxinas e impede que ele funcione corretamente e, portanto, todas as suas funções internas serão afetadas por esta dieta nada saudável.

Portanto, o mais recomendado é que você adote uma vida saudável e encha sua dieta com frutas e legumes, ingredientes cheios de vitaminas e minerais e com pouca ingestão de gordura.

Condições ambientais

Também pode ser que tenhamos a imunidade baixa nas mudanças de estação, momento em que o corpo passa por diferentes mudanças de temperatura e em que não sabemos muito bem quais roupas vestir, de modo que não nos vestimos de forma adequada. Frio, umidade e calor afetam a temperatura do corpo, causando enfraquecimento do sistema imunológico e, portanto, estamos mais expostos à propagação de doenças.

Doenças que afetam o sistema imunológico

Também é possível que tenhamos defesas baixas devido a algumas doenças que enfraquecem nosso sistema imunológico e, portanto, impedem que ele funcione corretamente. Algumas dessas doenças são:

Anemia: sofrer de anemia afeta diretamente a quantidade de glóbulos brancos que temos no sangue e, portanto, reduz nossas defesas.

Malária: esta doença transmitida por mosquitos também reduz a produção de glóbulos brancos, tornando-nos mais expostos a outras doenças.

Leucemia: esse câncer reduz sistematicamente o número de glóbulos brancos no sangue, pois afeta a medula óssea.

HIV: sofrer desta doença também afeta a presença de glóbulos brancos no sangue e, portanto, enfraquece nosso sistema imunológico.

Além disso, se você estiver em tratamento quimioterápico, também sofrerá uma diminuição nas defesas, pois esse método afeta os leucócitos, reduzindo a presença deles no sangue.

Sintomas de ter defesas baixas

Agora que você sabe por que temos defesas baixas, vamos ajudá-lo a saber se esse é o seu caso.

Existem vários sintomas que podem ajudá-lo a detectar se você realmente tem um sistema imunológico mais fraco do que o habitual. Aqui indicamos os sinais mais óbvios dessa situação:

Você adoece facilmente: um dos sintomas mais claros de que você tem defesas baixas é se adoecer a cada dois ou três meses. Isso nos indica que seu corpo não está lutando contra agentes externos e, portanto, ao mínimo que você entra em contato com vírus, ele penetra em seu corpo.

Você tem alergias: pessoas alérgicas também tendem a ter um sistema imunológico mais fraco que o normal e, portanto, na presença de um agente no ambiente, elas podem acabar apresentando os sinais usuais de alergias, como muco, dor de cabeça, coceira nos olhos, espirros, etc.

Você está estressado: o estresse afeta nosso corpo em geral, uma vez que altera nosso sistema nervoso. Portanto, se você passou por um período de estresse recentemente, certamente terá defesas mais baixas do que o habitual; portanto, recomendamos que, antes de adoecer, siga esta dieta com alimentos para aumentar suas defesas.

Cicatriza muito lentamente: se você notou que uma ferida cicatrizou lentamente ou custou muito para fechar, é certo que seu sistema imunológico está enfraquecido e, portanto, você precisa começar a cuidar de si mesmo e optar por fortalecê-lo para ficar protegido.

 

Como fortalecer sua imunidade de forma simples

 

Ter um sistema imunológico forte é essencial para se manter saudável e não cair no primeiro vírus ou infecção que nos atacar.

E, felizmente, alcançar isso depende em grande parte de nossos hábitos diários; portanto, modificando alguns costumes, podemos obter defesas mais altas para nos manter saudáveis ​​dia a dia. Descubra abaixo como fortalecer seu sistema imunológico de forma simples.

Passos para seguir:

1- Para ter um sistema imunológico forte, a primeira coisa que precisamos avaliar é a nossa dieta. Isso porque precisamos ter uma dieta equilibrada com todas as contribuições nutricionais necessárias, se o objetivo é elevar suas defesas e permanecer saudável.

Não deixe de fora nenhum grupo alimentar: frutas, vegetais, proteínas, carboidratos e gorduras devem estar presentes na medida adequada em sua dieta.

2- Uma das vitaminas que mais influencia o bom estado de nossa saúde e um forte sistema imunológico é a vitamina C, pois ela fornece antioxidantes, beneficiando nossa pele e coração e ajudando a prevenir resfriados e gripes. Por isso, é aconselhável acrescentar em sua dieta alimentos ricos em vitamina C para se manter saudável.

3- Mas a vitamina C não é a única, pois outros nutrientes essenciais como vitamina A e E são importantes para manter nosso corpo saudável e nosso sistema imunológico forte. É por isso que é importante incluir em nossas refeições alimentos ricos em vitamina A, como fígado, laticínios, ovos, damasco e melão e vitamina E, em suplementos ou através de óleos como soja, cereais, nozes e vegetais de folhas verdes.

4- Não esqueça os minerais! Cálcio para ossos fortes, zinco e especialmente ferro para evitar doenças que podem afetar seu sistema imunológico e enfraquecê-lo, como a anemia.

5- Uma das condições que mais afeta e enfraquece nosso sistema imunológico, diminuindo nossas defesas e tornando-nos doentes mais facilmente, é o estresse. Uma vida muito tensa faz com que nosso corpo não responda adequadamente, afetando nossa saúde, alimentação e descanso, o que regularmente resulta na presença de doenças.

É por isso que é importante aprender a controlar o estresse e praticar atividades que nos ajudem a nos desconectar de problemas e tensões e obter equilíbrio emocional.

6- Mas não se trata apenas de comer bem ou manter o estresse sob controle. É também essencial descansar adequadamente para que nosso sistema imunológico permaneça forte e em boas condições. Nosso corpo precisa reparar as energias gastas todos os dias para nos preparar para enfrentar a rotina diária com a máxima disposição. É por este motivo que as pessoas que não dormem bem ficam doentes com mais frequência.

Dê ao seu descanso a mesma importância que você dá a outras atividades diárias.

7- Outro aspecto que você deve levar em consideração se deseja fortalecer seu sistema imunológico é deixar de lado um estilo de vida sedentário e praticar atividades físicas regularmente. Esportes como natação, ciclismo, exercícios aeróbicos ou ir à academia influenciam positivamente nossa saúde, aumentando nossas defesas e melhorando significativamente nossa qualidade de vida.

8- Siga estas dicas e desfrute de um sistema imunológico mais forte e de uma vida mais saudável.

 

 

 

O menu ideal para aumentar a sua imunidade

 

A comida pode ser o nosso melhor aliado para fortalecer nossas defesas e impedir que tenhamos uma gripe neste inverno ou que sejamos mais nas estatísticas. Portanto, devemos prestar atenção especial ao que comemos durante esta época do ano.

A dieta ideal é equilibrada e combinada com um estilo de vida saudável. Mas também é fato que, se introduzirmos certos alimentos sazonais que envolvem o fortalecimento de nossas defesas, ajudaremos nosso sistema imunológico a se defender contra agentes externos que possam enfraquecê-lo. Portanto, é sempre recomendável que, além de tomar um antigripal no caso de já estarmos doentes, adicionemos os seguintes alimentos à nossa cesta:

Cítricos

Frutas como limão ou laranja, como vegetais de folhas verdes como espinafre, são ricos em vitamina C, então ajudam a aumentar e fortalecer as defesas, além de aliviar os sintomas caso já tenhamos contraído uma gripe ou resfriado.

Alho e cebola

Ambos têm um componente antiviral e antibacteriano que nos protege de contrair infecções. Além disso, eles não apenas aumentam nossas defesas, mas também melhoram nossa resposta contra vírus e bactérias e ajudam no processo de cicatrização.

Alimentos antioxidantes

Nesse grupo, podemos incluir frutas e legumes, como beterraba, brócolis ou romã. Seu poder antioxidante evita o efeito prejudicial dos radicais livres em nosso corpo, além de ajudar a eliminar toxinas e fortalecer o sistema imunológico.

Ovos

Este alimento contém dois minerais essenciais para nossas defesas, que são zinco e selênio. Além disso, sua composição é muito rica em vitaminas, ácidos graxos e proteínas de alto valor biológico. Por isso, é aconselhável incorporá-los em nossa dieta se quisermos evitar uma infecção.

Alimentos fermentados

As bactérias vivas que eles contêm são uma fonte de probióticos, que nos ajudam a ter um bom crescimento da flora bacteriana, produzindo efeitos benéficos não apenas no sistema digestivo, no sistema imunológico e no resto do corpo. Neste grupo estão o iogurte, queijo e novos produtos que estão sendo introduzidos em nossa dieta, como o kefir.

Alimentos ricos em vitaminas A, B e E

Nos alimentos vermelhos, vegetais verdes e outros como a cenoura e e abóbora, podemos encontrar a vitamina A, um componente que ajuda a melhorar a imunidade de nossa pele. Por outro lado, B (B1, B2, B5 e B12), que servem para aumentar nossas defesas, estão mais presentes em leguminosas e cereais, além de laticínios ou certos peixes. Efeito que também produz vitamina E, que pode ser encontrada, por exemplo, no azeite de oliva ou em frutas secas.

Gengibre

Como complemento, podemos incorporar esta raiz da culinária asiática, conhecida por suas propriedades medicinais, em nossos pratos. Além de ajudar o sistema digestivo e circulatório, o gengibre também combate vírus e bactérias nocivas, pois é rico em nutrientes como potássio, niacia e vitamina C, além de possuir propriedades expectorantes, antitússicas (contra tosse) e anti-inflamatórias, o que pode ajudar a combater vários dos sintomas da gripe, resfriado e outras viroses comuns.

 

 

Elimine fungos, rachaduras e calos dos pés com receitas caseiras e simples

 

O fungo é um dos maiores incômodos que podem causar coceiras e desconforto nos pés.Os pés são um local úmido por conta do uso frequente de sapatos fechados, que ficam abafados e esse ambiente é propicio para sua proliferação.Além de incomodarem muito pela coceira, as infecções são altamente contagiosas.

O que pode causar a micose nos pés?

A micose nada mais é do que uma infecção causada por fungos, que são encontrados normalmente em nosso corpo sem nos causar problemas. Porém quando os fungos passam a se reproduzir de forma acelerada, nosso organismo não consegue mais conviver com esse aumento e a infecção inicia.

A micose é fácil de ser tratada, ela inicia com uma coceira e queimação nos dedos dos pés, além de causar pequenas fissuras, manchas brancas e muito chulé. Quando a micose está em estagio mais avançado, fica difícil realizar atividades do dia a dia por conta dos incômodos que ela causa.

Quais tipos de micose posso encontrar no pé?

Pé-de-atleta: São machas avermelhadas com bordas bem definidas e que tendem a coçar bastante.Pode aparecer também em crianças sendo mais comum no couro cabeludo.

Pano Branco: Esse tipo de micose é formado por manchas esbranquiçadas. Geralmente são acompanhadas de mais de uma mancha e você pode encontrar nos braços, rosto e pescoço.

Onicomicoses: É uma infecção que atingi as unhas dos pés e das mãos, deixando a mais grossa do que o normal e com uma coloração amarelada. Esse tipo de micose pode causar dor e muito desconforto.

Como acabar com as micoses?

A micose pode ser evitada com alguns cuidados diários em sua rotina:

– Use calçados que possuem uma maior ventilação para os pés, como chinelos e sandálias
– Use sempre meias e calçados limpos e secos
– Utilize um antitranspirante para os pés, desta forma você evita o excesso de suor
– Mantenha uma higienização adequada dos pés, lavando os com frequência principalmente entre os dedos

Confira a seguir os melhores remédios caseiros para os problemas mais comuns nos pés

 

Combate à fungos

O olho é um ingrediente natural para o combate de fungos nos pés.Esse efeito acontece principalmente devido à presença da substância alicina.

Ingredientes

1 dente de alho

Modo de preparo

Cortar o alho em fatias e aplicar diretamente sobre a unha afetada por 30 minutos, todos os dias. Idealmente, o pé deve ser lavado antes e depois da aplicação do alho, para garantir melhor efeito. Este processo deve ser repetido até 4 semanas depois de que a unha voltou ao seu estado normal, o que pode demorar entre 4 a 6 meses.

 

Combate as rachaduras nos pés

Escalda Pés

Em uma bacia com cerca de 10 centímetros de água quente (mas não muito!), adicione algumas gotas de limão e uma colher cheia de creme hidratante de seu uso diário. Misture bem e deixe os pés imersos por cerca de 10 a 15 minutos. Isso vai ajudar a abrir os poros da pele.

Retire a pele morta

Após o escalda pés, seque bem os pés para evitar o surgimento de fungos. Se a pele estiver muito grossa, use uma lixa ou pedra pomes para retirar o excesso de pele. Mas você deve fazer movimentos suaves para não machucar o calcanhar ou a lateral dos dedos mais ainda.

Hidratação

O último passo é hidratar os pés. Você pode usar um hidratante corporal bem grosso ou mesmo um hidratante específico para os pés. Mas também há opções caseiras que são ótimas soluções:

  • Duas colheres de sopa de óleo de coco misturado com uma colher de sobremesa açafrão.
  • Uma colher de sopa de mel, uma colher de sopa de azeite de oliva e um pouco de água.
  • Duas colheres de sopa de vaselina com algumas gotinhas de limão.
  • Depois de massagear bem os pés, você coloca uma meia e deixa agir durante a noite.

Imunidade baixa: saiba como identificar os sinais de seu corpo

A imunidade baixa, é cientificamente conhecida como a imunodeficiência do sistema imunológico. Quando a pessoa apresenta determinados sintomas ou está com a saúde debilitada, provavelmente o seu sistema imunológico está fragilizado.

Mas cuidado! Estar com as unhas fracas, ter queda de cabelo, cansaço ou problemas de pele, pode significar que você está com a imunidade baixa, porém não é algo tão simples assim, a imunodeficiência pode trazer outros problemas de saúde graves quando não tratada.Vale ainda dizer que a baixa imunidade representa uma diminuição das defesas do organismo contra parasitas como vírus, bactérias e fungos, que acabam causando doenças frequentes.

Algumas doenças pode favorecem o surgimento da baixa na imunidade, são elas:

  • Cansaço excessivo
  • Febre e calafrios
  • Náuseas e vômitos
  • Diarreia
  • Gripes por mais de 2 semanas
  • Otites
  • Herpes na região genital
  • Herpes Labial

Prováveis causas da imunidade baixa:

  • sono ineficiente;
  • longos períodos de estresse;
  • alimentação deficiente;
  • sedentarismo;
  • variações hormonais;
  • certos medicamentos, como corticóides;
  • algumas doenças, como lúpus eritematoso e câncer;
  • tratamentos, como quimioterapia;
  • obesidade;
  • predisposição genética;
  • gestação.

Quais sinais de alerta para identificar a baixa na imunidade?

1- Aftas

As famosas aftas são um dos sinais mais comuns quando falamos de imunidade baixa. São elas lesões ovaladas cobertas por uma membrana branco- amarelada em uma mancha vermelha, a afta pode surgir acometendo todo o interior da boca, incluindo a língua.

2- Cansaço

O cansaço em excesso também é um dos alertas da baixa da imunidade. Se você sente se mais cansado ao realizar tarefas do dia a dia. Fique atento aos outros sinais.

3- Intestino

Os problemas intestinais também são um sinal de que sua imunidade não está tão boa assim. Diarreias por mais de duas semanas ou a constipação é um dos alertas.

4- Mãos frias

Os vasos sanguíneos estão diretamente ligados à imunidade baixa. Por isso, resulta em redução do fluxo para as extremidades do corpo, como orelhas, nariz, e dedos. Nessas regiões, a pele pode ficar fria e até mesmo azulada.

5- Erupções na pele

O aparecimento de feridas na pele é um dos sintomas mais comuns da baixa no sistema imunológico. As herpes são as mais comuns, entre elas podemos destacar a herpes lábial, herpes zoster e a herpes genital.

7- Queda de cabelo

A queda da imunidade também pode ocasionar no organismo um ataque aos próprios folículos pilosos, causando grande perda de cabelo, chamada clinicamente alopecia, que pode ser temporária ou definitiva.

8- Ficar doente em curtos períodos de tempo

Adoecer em curtos períodos de tempo também é um dos sinais de que sua saúde não anda em dia.Entre as condições mais comuns que podem acometer constantemente uma pessoa com imunidade baixa, estão amigdalite, estomatite, artrose.

Como posso melhorar a minha imunidade?

A forma correta de aumentar a imunidade de seu sistema imunológico está diretamente relacionada à alguns fatores, entre eles:

  • Durma bem: tenha uma boa noite de sono. Desligue o celular e a TV com antecedência para conseguir relaxar e ter um ótima noite de sono.
  • Não se estresse sem necessidade: evite conflitos e discussões desnecessárias. O estresse contribui com a baixa no sistema imunológico.
  • Beba bastante água: a hidratação correta durante o dia é fundamental para o bom funcionamento de nosso corpo.
  • Tenha uma alimentação equilibrada: tente manter uma alimentação equilibrada, variando entre frutas, legumes e vegetais.
  • A deficiência de algumas vitaminas e minerais pode enfraquecer o organismo, resultando na imunidade baixa. É o caso de vitaminas como A, C, D e E, bem como ácido fólico, zinco e ferro.
  • Faça exercícios com regularidade e mantenha-se sempre ativo

Confira nossa matéria sobre sucos naturais que podem aumentar a sua imunidade.

Ataque Cardíaco: Conheça os 9 sinais que o seu corpo dá antes de um mês

Acredite o seu corpo dá sinais de que irá infartar um mês antes. Saiba quais são estes sinais e como você pode se prevenir de um possível ataque cardíaco.

O infarto é uma doença que ocasiona placas de gorduras que se acumulam no interior das artérias coronárias, quem chegam a obstrui-las.O infarto causa o rompimento de uma dessas placas, levando à formação do coágulo e interrupção do fluxo sanguíneo.

Os principais fatores de risco que podem levar a um infarto são o tabagismo, o colesterol e excesso, hipertensão, obesidade, estresse, depressão e diabetes. Os diabéticos tem 4 vezes mais chances de desenvolver um ataque cardíaco.

Alguns sinais comuns são: vincos nos lóbulos da orelha, manchas amareladas na parte interna das pálpebras e sensibilidade estranha na panturrilha. Confira a seguir outros sintomas.

1. Fadiga

A fadiga é um cansaço que não é atribuído a nenhum esforço físico. Um cansaço fora da sua normalidade.

2- Dor abdominal

A cor abdominal é relatada em 50% dos casos como uma alerta de infarto, segundo especialistas.A dor pode vir acompanhada de náuseas, que vão e voltam de acordo com o seu ritmo do dia a dia e o estresse.

3- Falta de sono

A insônia, atinge cerca de 40% das mulheres que relatam ter dificuldades para dormir antes de um ataque cardíaco.

4- Dificuldade para respirar

Independente do sexo a dificuldade para respirar é outro alerta quando falamos em ataque cardíaco. As dispneias, são associadas a tonturas pela falta de oxigenização do cérebro.

5- Queda de cabelo

No geral os homens acima dos 50 anos tem maior possibilidade de desenvolver estes sintomas.Esse sintoma é relacionado ao excesso de cortisol, hormônio ligado ao estresse, que causa a perda de cabelo.

6- Batimentos cardíacos

Os batimentos irregulares merecem mais atenção. As situações externas podem afetar diretamente nossos batimentos, ocasionando taquicardíacos ou batimento irregulares do coração.

7- Suor excessivo

A sudorese descontrolada em qualquer momento do dia sem um motivo aparente é um sinal claro de que algo está errado em seu corpo.

8- Dor no peito

As dores no peito podem ter diversas causas, mas o infarto também dá sinais através das dores no peito: pontadas, a aperto e a sensação de queimação de sempre irradiam para o lado esquerdo do braço.

Quais exames são necessários para descobrir problemas cardíacos?

Para quem não desempenha atividade esportiva intensa, a avaliação deve começar aos 30, 35 anos. Quem não apresenta histórico familiar de doenças cardíacas pode iniciar aos 35 ou 40 anos.

É indispensável o acompanhando com um cardiologista para que os exames possam ser realizados em um determinado período pré estabelecido pelo seu médico. Confira a seguir quais são estes exames:

Ecocardiograma

O ecocardiograma, pode observar se o coração está batendo normalmente, se o fluxo sanguíneo está adequado, além de identificar possíveis problemas anatômicos, como orifícios ou espessamento das paredes do músculo e defeitos nas válvulas cardíacas.

Teste de Ergométrico (Teste de Esforço)

É feito em esteira ou bicicleta para registrar a atividade elétrica do coração durante o esforço físico máximo. Também avalia o comportamento da pressão arterial e a aptidão física do paciente.

Holter

O exame Holter de 24 horas serve para avaliar as alterações no ritmo e na frequência cardíaca ao longo de 24 horas, sendo muito útil no diagnóstico de problemas cardíacos, como arritmias e isquemia cardíaca.

Não esqueça de procurar sempre um médico especialista e ter um bom acompanhamento médico e uma alimentação saudável.

Você sabe qual desses três ovos é o mais saudável? Aprenda

Os ovos são um dos alimentos mais consumidos no dia a dia dos brasileiros, por seu baixo custo e sua versatilidade em se adapta a diversas receitas. O ovo possui vitaminas A, D, E e B12, que, de uma maneira geral fazem bem aos olhos, pele, ossos e memória.As vitaminas e os sais minerais estão contidos na principalmente na gema do ovo.

Para os atletas o consumo de ovo é indispensável na dieta como uma ótima fonte de vitamina e energia para o organismo. Existem diversos modos de preparos do ovo, cozido, frito, mexido e em receitas doces, salgadas ou fitness. Entretanto é importante salientar a diferença entre os ovos que podem ser identificadas pela cor de sua gema.

 

Quais tipos de ovos existem?

Ovos orgânicos – são ovos de galinhas que possuem livre acesso ao ar livre, portanto não vivem em gaiolas e tem seu comportamento natural.

Ovos caipiras – os ovos de galinha caipira são de galinhas que tem liberdade de ciscar, empoleirar e bater asas. Além disso, recebem uma alimentação feita com ingredientes de origem vegetal, mineral e sem hormônios.

Ovos vitaminados – os ovos vitaminados tem um processo de produção semelhante ao do modelo convencional, as aves ficam presas em gaiolas, mas são alimentadas com uma ração especial que contém vitamina E e ômega 3.

Ovos convencionais – os ovos convencionais são do tipo comum e encontrados nos supermercados. As galinhas são criadas em gaiolas e alimentação com uma ração convencional.

Confira a seguir qual ovo é mais saudável

Algumas pessoas associam a cor da casca do ovo a sua nutrição, portanto os ovos de casca vermelha seriam mais nutritivos que os ovos de casca branca. Entretanto, a cor da casca do ovo depende exclusivamente da ave que a produziu. Galinhas com penugem marrom produzem ovos com casca vermelha e galinhas com penugem branca produzem ovos com a casca branca.

O importante é ressaltar que, apesar da cor da casca não definir o valor nutricional do ovo, a cor da gema identifica a alimentação da galinha.

 

A clara do ovo é basicamente formada por água e por albumina, proteína de extrema importância para o desenvolvimento muscular. O consumo da clara do ovo é importante para o controle da pressão arterial, à melhora do sistema digestivo e à limpeza de pele.

A gema do ovo pode possuir uma coloração amarelada ou alaranjada e pode variar muito de um tipo de ovo para outro. Na gema se concentra uma parte mais gordurosa e calórica do ovo. A gema do ovo é uma fonte rica de vitamina A, vitamina D, cálcio, ácido fólico e ômega 3, além da vitamina B.

A cor da gema interfere na qualidade ou valor nutricional do ovo?

Na verdade a cor da gema por identificar um pouco da alimentação da galinha para a produção dos ovos. Quando a gema tem uma tonalidade amarela clara, é sinal que a galinha consumia muito trigo. Se a cor da gema é mais escura, a galinha pode ter consumido mais milho e alfafa. Independente da cor apresentada na gema o valor nutricional do ovo não é alterado.

A recomendação é o consumo de 1 a 2 ovos por dia, de sua preferência.

Sucos naturais para aumentar sua imunidade

Uma alimentação saudável é fundamental para manter o corpo com todos os nutrientes em dia, além disso você mantem a sua imunidade alta e se protege de gripes e resfriados.

Nos períodos de outono e inverno, onde as mudanças de temperaturas fragilizam a nossa imunidade e aumentam a proliferação de doenças respiratórias, é indispensável ter uma rotina com ingestão de alimentos ricos em vitaminas, que possam aumentar as defesas do nosso organismo de forma natural.

Os sucos naturais são uma forma rápida e fácil de potencializar e melhorar a nossa imunidade. Vale ressaltar que, seu consumido deve ser feito de forma imediata ou você deve congelar em pequenas porções.Desta forma evita a perca dos nutrientes de cada suco.

Veja a seguir alguns sucos para aumentaram a sua imunidade:

 

Suco de Beterraba

Ingredientes

  • 1 beterraba
  • 1 maçã
  • 2 cenouras
  • Água

Modo de preparo:

Corte a beterraba em rodelas e bata no liquidificador com um pouco de água. Misture bem e passe na peneira. Separe e guarde na geladeira enquanto bate no liquidificador, com água, as cenouras e a maçã. Misture tudo e beba meia hora antes do café da manhã, em jejum.

 

Semente de abóbora

Muitas receitas de suco de abóbora on-line incluem muitos açúcares adicionados ou exigem suco de maçã comprado em loja. É por isso que decidimos incluir esta receita de leite de semente de abóbora pela The Blender Girl. É uma das receitas mais frescas e naturais disponíveis on-line. E funciona como uma ótima base para smoothies de frutas.

Os benefícios extras também são difíceis de ignorar. Este leite não só irá beneficiar o seu sistema imunitário, como também pode ajudar o seu:

  • Saúde óssea
  • Sintomas da menopausa
  • Saúde urinária
  • Cabelo e pele
  • Saúde mental
  • Saúde da próstata (para homens

 

Suco de Cenoura

A cenoura é rica em betacaroteno. Combinada à vitamina C da laranja, eleva a imunidade e melhora a condição física.

Ingredientes:

  • 3 laranjas com 1 cenoura
  • 1 xícara de chá de folhas e talos de agrião
  • 1 colher de sopa de semente de chia.

Modo de preparo:

Bata no liquidificador o suco de laranja com a cenoura, o agrião e as sementes de chia até obter um suco homogêneo. Depois, sirva com gelo.

 

Suco de limão, gengibre e maça

Rico em fibras, esse suco tem ação anti-inflamatória e antioxidante. Para fazê-lo é preciso bater, no liquidificador e com gelo, 100 ml de água de coco, 2 fatias de gengibre, ½ pedaço de maçã, suco de 1 limão siciliano e canela em pó a gosto.

 

Suco de Inhame

O inhame é rico em nutrientes como cálcio, ferro, magnésio, vitaminas do complexo B, e ainda tem ação antioxidante, antibiótica e depurativa, que limpam o sangue. Todos esses componentes, ainda mais em reforço com os outros ingredientes, reforçam a potência desse suco para aumentar imunidade.

Ingredientes:

  • 1 pedaço médio de inhame sem casca;
  • 1 beterraba com casca;
  • 2 folhas de couve;
  • 1 cenoura com casca;
  • 1 maçã com casca e sem sementes.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador até obter uma bebida homogênea. Beba em seguida sem adoçar.

 

Suco com couve, laranja e cenoura

As vitaminas do complexo B, betacaroteno e vitamina C ajudam a aumentar a imunidade.

Ingredientes:

  • 250ml de suco de laranja;
  • 1 folha de couve picada;
  • 1 cenoura;
  • 1 colher de sobremesa de semente de girassol;
  • semente de girassol sem sal.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida, sem coar.

Progressiva caseira com produtos naturais

 

A progressiva tornou se um dos procedimento mais utilizados entre as mulheres, para alinhar os fios do cabelos, reduzir o volume e proporcionar um aspecto de hidratação os fios. Mas saiba que não é preciso recorrer ao salão de beleza pra conseguir um resultado maravilho.

Apesar de parecer um procedimento complicado é possível realizar esse processo em casa com produtos naturais e de fácil acesso.

Como fazer sua progressiva caseira?

Selecionamos as principais receitas caseiras de progressivas para fazer em casa:

 

Progressiva de Maisena

  • Ingredientes: 100 ml de água + 2 colheres (sopa) de maisena + 1 colher de máscara de hidratação + 1 colher (chá) de queratina líquida + 1 colher (chá) de óleo de vitamina A.
  • Preparo: misture os ingredientes até a maisena se dissolver bem. Após, leve ao fogo baixo até o caldo engrossar. Adicione a máscara de hidratação, a queratina liquida e o óleo de vitamina A, misturando bem.
  • Aplicação: aplique a mistura em todo o comprimento dos fios e deixe agir durante uma hora. Depois, basta enxaguar e lavar o cabelo como de costume.

 

Progressiva de açúcar

  • Ingredientes: 100 ml de leite integral + 2 colheres (sopa) de amido de milho + 1 xícara (chá) de açúcar refinado.
  • Preparo: coloque todos os ingredientes em um panela, levando ao fogo. Quando a mistura engrossar, retire do fogo e deixe esfriar.
  • Aplicação: com os cabelos umedecidos, passar a mistura em todo a sua extensão. O tempo de ação da mistura é de 2 horas e, após esse período, o cabelo pode ser lavado como de costume.

 

Progressiva de Babosa

  • Ingredientes: 400 ml de água morna + 100 ml de óleo de coco + 40 ml de óleo de abacate + 2 folhas de babosa + ¼ de sabão de coco.
  • Preparo: retire o gel das duas folhas de babosa e rale ¼ de sabão de coco. Misture esses aos demais ingredientes no liquidificador e bata até formar uma mistura homogênea.
  • Aplicação: com o cabelo molhado, aplique a mistura em todo o seu comprimento (inclusive na raiz). Deixe a mistura agir por 40 minutos. Faça um primeiro enxague com água morna e depois lave os cabelos em água fria.

 

Como aplicar de forma correta?

A progressiva caseira auxilia na eliminação do frizz e na obtenção de um liso natural, além de proporcionar um ótima hidratação no cabelo.

Para iniciar o processo tenha em mãos:

– um shampoo antirresíduos ou shampoo transparente;
– luvas;
– uma escova para pentear os cabelos;
– uma vasilha plastica;
– prendedores de cabelo;
– secador e chapinha.

1.Inicie lavando os cabelos com o shampoo antirresíduos. Ele tem a função de abrir a fibra do cabelo, e ao mesmo tempo, remover toda as impurezas que estiver lá.

2.Remova o excesso com água e divida o cabelo em mechas

3.Prepare sua progressiva em uma vasilha de plástico, bem limpa e seca. Comece a aplicação mecha por mecha, deixando meio centímentro da raiz de distância.

4.Deixe o produto agir de acordo com o tempo indicado, e então enxágue os cabelos. Lembre-se nada de utilizar água quente durante o processo, tá?

5.Use o secador para retirar o excesso de água, deixando os cabelos praticamente secos e finalize usando a chapinha. O calor desses dois acessórios, selam as cutículas de seu cabelo e ativam o efeito dos ingredientes nos fios.

Como posso manter minha progressiva caseira?

A progressiva caseira também requer cuidados para que o seu efeito possa ser prolongado. Após realizar a progressiva, não utiliza mais o shampoo antirresíduos. Dê preferência a um shampoo e condicionar sem sal, para manter o efeito em seus fios.Além disso, é indispensável o uso de protetor térmico, ao fazer uso do secado ou da chapinha.

Plantas medicinais que você precisa ter em casa

As plantas em casa podem servir para dois propósitos: decorar o ambiente com a sua  beleza natural ou por serem utilizadas como remédios caseiros. Nossos avós já mantinham o costume de utilizar chás e plantas para o tratamento de alguns incômodos do dia a dia ou mesmo na cura de determinadas doenças.

Veja a seguir as principais plantas para cultivar em casa:

Alecrim

O alecrim é rico em minerais como o potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo.O chá do alecrim é digestivo, o que faz aliviar os sintomas da má digestão. Além disso, auxilia na limpeza do fígado, baixa imunidade, inflamações e problemas de pele.

No combate à caspa e para o crescimento do cabelo o alecrim também é indicado. Crianças menores de 12 anos não devem tomar esse chá.

 

Coentro

Um ótimo tempero que não pode faltar na cozinha o coentro é excelente para o bom funcionamento do intestino e no combate às cólicas estomacais. Além disso, pode ser utilizado no controle da ansiedade.

 

Erva-cidreira

O chá de erva-cidreira é um ótimo calmante, além de ser um relaxante natural por contas de seus óleos essenciais. A erva-cidreira também contribui no combate à cólicas e gases.Tem poder analgésico e antiespasmódico, além de ser um bom combatente da herpes labial.

 

Camomila

A camomila é muito utilizada como anti-inflamatório natural. Combate os gases e ajuda a diminuir as cólicas. A camomila também pode ser usada na pele para manter hidratada.

 

Eucalipto

O eucalipto é um excelente remédio natural quando falamos no alivio de secreções no pulmão. A planta que tem componentes como o eucaliptol e o citronelol, interfere diretamente na dilatação da mucosa nasal, dilatando os brônquios e facilitando a eliminação do catarro.

 

Erva-doce

A erva-doce atual na musculatura intestinal, contribuindo na eliminação dos gases e nas dores da região abdominal. Utilizada desde os bebês até os idosos, auxilia no combate a gastrite, enxaqueca e em problemas digestivos.

Guaco

O guaco é muito utilizado no tratamento para aliviar os sintomas da bronquite, asma e tosse.Suas folhas possuem ação paliativa nos casos agudos de doenças respiratórias. O guaco realiza uma ação para dilatar a musculatura do aparelho respiratório, contribuindo com a passagem do ar. Também pode ser utilizada em úlceras, feridas e no tratamento de varizes.

Arnica

A arnica é um excelente remédio para hematomas e manchas roxas. Contribui no alivio de dores musculares, na remoção de coágulos e manchas na pele. Problemas de pele, como a furunculose e a acne, também são tratados com a arnica. Gota, tendinites e dores reumáticas também são aliviadas com o uso da planta.

Babosa

A babosa é uma das plantas mais eficientes no combate à caspa, piolhos e lêndeas. Além de promover uma excelente hidratação nos cabelos. Com sua função antisséptica, contribui com a multiplicação celular, portanto é ideal para o tratamento e cicatrização de feridas, queimaduras e inflamações na pele.

Como cultivar essas plantas em casa?

É possível cultivar as plantas em casa mesmo sem um quintal, atualmente existem opções de jardins verticais, onde se aproveita pequenos espaços para criar um jardim, ou aderir ao cultivo em pequenos vasos. O importante é conhecer cada planta e saber quais os cuidados necessários para cada uma.

 

 

 

5 estratégias para uma alimentação saudável que não lhe custarão NADA!

 

Algumas dicas para uma alimentação saudável que custarão 0 reais para você implementar.

1- Elimine os saleiros da mesa.

É muito comum e pouco saudável salgar demais os alimentos. Para evitar isso, ajuda muito a remover o saleiro de fácil acesso, ou seja, colocá-lo em um local desconfortável. Quando digo desconfortável, quero dizer desconfortável para as refeições, quer dizer, tirá-lo da mesa. Em vez disso, pode estar em um local em que o usará para cozinhar (algum recipiente preso à parede ou que fica perto do espaço que usam para cozinhar), mas que envolve muito mais movimento para o adicionar comida na uma vez servida.

 

2- Mude o tamanho dos seus pratos.

Está provado que o uso de pratos grandes e utensílios grandes leva ao hábito de servir e, portanto, comer, mais alimentos. Portanto, para comer um pouco melhor, ou melhor, comer um pouco mais, é útil verificar o tamanho dos pratos.

Para considerar: O interior de um prato (o círculo para onde a comida vai, sem contar as bordas) deve medir cerca de 15 ou 16 cm. É o caso dos pratos mais antigos.

Se os pratos que você usa diariamente medem muito mais do que isso, como é o caso dos modernos, talvez seja hora de você passear pela casa de sua avó e roubar alguns dela.

 

3- Desligue a TV

Por TV, quero dizer qualquer tela ou dispositivo que o distraia na hora do almoço. Esse tipo de hábito incentiva você a comer sem olhar ou sem estar presente naquele momento que está comendo.

Isso, por sua vez, faz com que você não perceba o que come ou preste atenção nas porções ou no seu próprio corpo quando este indica que você já está satisfeito.

 

4- Não traga “a fonte” para a mesa

Isso é muito útil para decidir as porções que você deseja comer bem e medir ao servir quantidades. Isso é como o exemplo do saleiro: Se a fonte estiver muito próxima, é mais acessível, serviremos mais porções rapidamente, sem pensar em como estamos cheios.

Por outro lado, se precisarmos levantar da mesa e caminhar até a cozinha para servir mais porções, antes de fazê-lo, teremos tempo para avaliar se realmente precisamos dela.

 

5- Ponha alimentos saudáveis ​​ao nível dos olhos.

Ao acomodar as compras, tente garantir que os alimentos mais saudáveis, como frutas e legumes, e não alimentos processados, estejam em um local claramente visível.

Então, no momento em que a fome o atingir, à tarde, quando você chega em casa do trabalho, quando abre a geladeira, a primeira coisa que aparece aos seus olhos é uma linda tangerina, maçã ou cenoura, com suas cores bonitas e tentadoras, em vez de algo menos saudável.

Sua garrafa de água da academia é um ‘ninho de bactérias’

 

O uso de garrafas plásticas reutilizáveis ​​e não descartáveis ​​é um ótimo gesto para o meio ambiente, mas é preciso levar em consideração algumas medidas de higiene para que isso seja seguro para nossa saúde.

Existem muitas razões para evitar o uso de garrafas plásticas descartáveis. Quanto ao seu impacto no meio ambiente, é interessante sabermos que a cada segundo 20.000 garrafas plásticas são compradas em todo o mundo, um material que, em seu formato convencional, não se degrada e é difícil de reciclar.

E no que diz respeito à saúde, a reutilização de garrafas descartáveis ​​leva ao problema do acúmulo de bisfenol (desregulador endócrino) em nosso corpo, de acordo com especialistas. Deste modo, a tendência é utilizarmos garrafas de silicone, vidro e metal reutilizáveis ​​com estampas e cores bonitas.

É fato que isso está desempenhando um grande papel na redução do plástico diariamente, já que estas garrafas são feitas com materiais mais nobres que nos ajudam a preservar a saúde e o meio ambiente.

 

Bactérias e outros organismos prejudiciais que podem se acumular em nossas garrafas reutilizáveis:

Escherichi coli
Staphylococcus aureus
Pseudomonas
Fungos
Salmonella (se mantivermos líquidos como leite ou caldo)

Além disso, se pusermos mais líquido proteico como leite ou até mesmo caldos nessas garrafas reutilizáveis, como essas substâncias têm muito mais alimento para bactérias, o crescimento bacteriano pode ser muito maior e mais variado. E segundo especialistas, podemos até mesmo ter salmonela.

A recomendação para evitar essa contaminação é minimizar o tempo que as garrafas estão cheias, especialmente quando está quente. Se sobrar água no final do dia, a melhor coisa que podemos fazer é jogar e deixar a garrafa secar bem.

Obviamente, é essencial limpá-las bem pelo menos a cada dois ou três dias no inverno e diariamente no verão, e se você puder, opte por fazer isso na máquina de lavar louça, porque o calor garantirá a desinfecção dos recipientes.

Temos que ter muito cuidado se a tampa tiver vedações de borracha, e se vemos que algum fungo cresceu ou há sujeira. Nestes casos, é até recomendável deixá-lo de molho por um tempo e obviamente enxaguar bem depois. Mas os recipientes também podem ser lavados à mão com sabão, garantindo que não haja resíduos de detergente e enxaguando bem.

 

RECOMENDAÇÕES DE HIGIENE PARA GARRAFAS REUTILIZÁVEIS

 

 

* Minimize o tempo que elas estão cheias, especialmente em climas quentes.

* Se houver água no final do dia, jogue-a fora, limpe a garrafa e a deixe secar.

* No inverno, você deve lavá-las pelo menos a cada dois ou três dias. No verão, todos os dias.

* Prefira lavar as garrafas na máquina de lavar louça.

*Se notar um pouco de sujeira, é necessário lavá-las à mão com detergente e enxaguá-las bem.

 

Uma dica extra

 

Estamos falando de garrafas de água reutilizáveis, mas devemos lembrar que as bactérias se acumulam em muitos outros utensílios onde temos água parada. Por exemplo, em máquinas automáticas de café (na máquina de quem não bebe muito café durante a semana), uma chaleira para preparar infusões, onde a água é aquecida e resfriada continuamente.